terça-feira, 31 de julho de 2012

Dorival testa trio ofensivo em treino do Flamengo

Negueba, Vagner Love e Thomas podem iniciar partida contra o Atletico-MG

Após "desfalcar" o Flamengo no primeiro treino do dia, o técnico Dorival Júnior comandou um coletivo no período da tarde no qual esboçou uma formação mais ofensiva, com Negueba, Vagner Love e Thomas no ataque. O treino serviu de preparação para o duelo com o líder Atlético-MG, no sábado, pelo Brasileirão.

Dorival havia ficado de fora do treino da manhã porque havia viajado para Santa Catarina para tratar de assuntos particulares. O treinador está resolvendo sua mudança para o Rio de Janeiro.

De volta à capital fluminense, Dorival resolveu testar um trio ofensivo na equipe. Durante a atividade, Diego Maurício se alternou com Thomaz no ataque. Titulares no domingo, Adryan e Camacho treinaram entre os reservas. Magal e Muralha também foram testados na equipe durante o coletivo. O treinador só deverá definir o time no treino de sexta, às vésperas do duelo com os mineiros.

JUSTIÇA - O Flamengo foi acionado na Justiça do Trabalho por mais um ex-jogador. O advogado do lateral-esquerdo Rodrigo Alvim - que também defende Ronaldinho Gaúcho - está cobrando cerca de R$ 5 milhões do clube por danos morais, além do valor que o atleta teria a receber até o fim do contrato. O jogador foi afastado pelo diretor de futebol Zinho em 11 de julho.

Fonte: Futebolinterior.com

Direção do CRB anuncia contratação do volante Marcinho Guerreiro

A direção do CRB confirmou duas notícias para a sua torcida. A primeira, foi a negativa do volante Marquinhos Paraná, que não aceitou a proposta e não defenderá o clube regatiano. Por outro lado, a cúpula regatiana anunciou a contratação do também volante Marcinho Guerreiro, com passagens por grandes clubes brasileiros.

Marcinho Guerreiro, de 31 anos, que estava disputando a Série B pelo Avaí, chega em Maceió esta semana para se juntar ao elenco regatiano.O novo atleta irá reforçar uma posição que já tem outras opções, como Gercimar, Roberto Lopes e Diego Aragão.

FICHA TÉCNICA
Nome completo - Márcio Glad
Data de nascimento - 23 de setembro de 1980 (31 anos)
Local de nascimento - Novo Horizonte (SP)
Altura - 1,78 m
Peso - 70 kg
Clubes da carreira - Matonense (SP), Guaratinguetá(SP), Gama(DF), Figueirense(SC), Palmeiras (SP), Metalurg Donetsk (Ucrânia), Arsenal Kiev (Ucrânia), Santos (SP), Real Murcia (Espanha), Avaí (SC)


Fonte: cadaminuto.com.br

segunda-feira, 30 de julho de 2012

De treinador novo, ASA visita o Bragantino pensando na reabilitação

O ASA terá mais um desafio para mudar a atual fase na competição. O jogo será contra o Bragantino nesta terça-feira, às 21h50 em Bragança Paulista. Este será o primeiro compromisso sob o comando do novo treinador, Nedo Xavier, que precisou fazer algumas mudanças no time considerado titular.
Para este importante duelo no interior paulista o novo comandante alvinegro não poderá contar com os volantes Audálio, com um problema no tornozelo direito e Cal, que cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Com pouco tempo para trabalhar, uma vez que chegou no sábado, o treinador definiu o time na base da conversa e das dicas tanto do elenco, quanto do auxiliar Moisés Neto. Sendo assim, o time que entra em campo forma com Gilson, Diego Borges, Fabiano e Edson Veneno; Gabriel, Lucas, Jorginho, Didira, Roberto Jacaré e Chiquinho Baiano; Lúcio Maranhão.

“Tivemos pouco tempo para trabalhar juntos, então a gente tem que manter uma base e ir avaliando o time aos poucos. Mas, para esta partida a mudança principal é a motivação do grupo, que não pode se abalar pela atual fase na competição”, disse Xavier.

Fonte: cadaminuto.com.br

Com retornos e desfalques, CRB preparado para enfrentar o Ipatinga

Apesar da derrota na última derrota, o CRB parece estar mais do que motivado para enfrentar o Ipatinga, nesta terça-feira (31), no estádio Rei Pelé. Querendo manter a boa fase em campo, o time sofreu algumas alterações para o duelo da 14ª rodada da Série B.
Esperando a presença de um bom público, apesar do problema da falta de ônibus, o time regatiano está definido para enfrentar o Ipatinga. O treinador Roberto Fonseca não terá Geovani e Roberto Lopes suspensos e Gercimar contundido. Este último por sinal, com uma pubalgia ficará cerca de um mês fora dos gramados.

Por outro lado, a equipe alvirrubra terá o retorno do lateral-direito e meia Elsinho, além do retorno de Aloísio Chulapa. Além dessas movimentações, o técnico Roberto Fonseca resolveu voltar ao esquema 4-4-2, com qual venceu partidas importantes em casa e mostrando algumas surpresas.

Com isso, o CRB entra em campo com Cristiano. Luiz Felipe, Rogélio, Rodrigão e Jadilson; Diego Aragão, Gleidson, Elsinho e Luciano; Wanderley e Preto.

Fonte: cadaminuto.com.br

domingo, 29 de julho de 2012

São Paulo 4 x 1 Flamengo - Tricolor dá show no retorno de Rogério Ceni

A volta de Rogério Ceni trouxe de volta a força do São Paulo neste domingo, no Morumbi, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O ídolo são-paulino deu segurança à defesa e confiança ao ataque, que não respeitou a segunda partida de Dorival Júnior no comando do Flamengo.
A equipe do Morumbi goleou o time carioca por 4 a 1, com dois gols de Luis Fabiano, que também voltava à equipe, um de Maicon e outro de Jadson, garantindo por ora a recuperação no Brasileiro. Com o resultado, o São Paulo chegou à sexta colocação, com 22 pontos. Já o Flamengo, com 16, caiu para a 11ª posição.

Gol no fim!
Aos 4 minutos e 20 segundos, o ídolo são-paulino tocou na bola pela primeira vez em uma partida oficial desde novembro do ano passado. Logo no início do confronto, Rogério Ceni não parava de orientar a defesa e o meio-campo do tricolor paulista, que permitiam espaço para as investidas do Flamengo.

Mas quem veio para ver o retorno de um grande goleiro, acabou vendo também a grande exibição de outro jogador da posição, Paulo Victor, do Flamengo, que mostrou toda sua qualidade durante toda a partida. Aos 16, ele fez grande defesa quando Luis Fabiano, que voltava depois de duas partidas fora, cabeceou livre na pequena área, perdendo a chance mais clara de gol até então.

Aos 26, em jogada de puro oportunismo, Luis Fabiano desviou cruzamento de Cortez e quase surpreendeu Paulo Victor, que desviou, atento, para escanteio.

Quando o jogo estava morno, caminhando com o 0 a 0 para o intervalo, Rodrigo Caio roubou a bola na saída de jogo do Flamengo na intermediária e serviu Maicon. O meia arrumou a bola e bateu colocado, tirando do bom Paulo Victor e abrindo o placar da partida, aos 41 minutos de jogo.

O gol desestabilizou o Flamengo, que não marcou a jogada aérea do São Paulo e viu a equipe do Morumbi aumentar o placar com grande cruzamento de Jadson, que cobrou o escanteio na cabeça de Luis Fabiano. O atacante, que tinha perdido um gol quase feito no início da partida, desta vez não bobeou e conferiu. Na comemoração, o jogador tirou a camisa, fez uma reverência ao clube e à sua torcida e beijou o escudo do time ao lado da bandeira de escanteio. Com isso, recebeu o cartão amarelo.

Virou passeio!
A vantagem levada para o vestiário pressionou o Flamengo. Dorival fez duas alterações, sacando Adryan para a entrada de Thomás e tirando Camacho para dar oportunidade ao argentino Bottinelli. Com as alterações, o Flamengo se lançou ao ataque sem muita organização. Este movimento abriu espaço para o São Paulo aproveitar o contra-ataque. Aos 10 minutos, Bottinelli foi tocado por Cortez dentro da área. O lance foi duvidoso, mas o juiz não marcou pênalti.

O Flamengo até que pressionou o time da casa, mas não conseguiu furar o bloqueio tricolor. Num dos contra-ataques do São Paulo, aos 14, Ademilson ganhou na corrida de Gonzalez, rolou para Jadson, que encontrou Cortez livre. O lateral cruzou na cabeça de Luis Fabiano, que completou firme para as redes. Com este gol, o atacante superou o ídolo são-paulino e brasileiro, Leônidas da Silva como o maior artilheiro da história do clube, anotando seu 145º gol com a camisa do São Paulo.

Com os 3 a 0, o São Paulo relaxou na partida. O Flamengo, pressionado pela profunda crise na Gávea, reagiu e finalmente encontrou o caminho do gol aos 21 minutos da etapa final, com Ramon, que chutou firme depois de troca de bola dentro da área do São Paulo.

Aos 31, um lance no mínimo curioso. Rodrigo Caio se machucou e saiu do campo após atendimento médico. Maicon, que iria sair para a entrada de João Schmidt, voltou a campo porque Ney Franco decidiu tirar Rodrigo Caio, que por sua vez retornou também e o São Paulo ficou com 12 jogadores em campo. O evento foi logo percebido pelo quarto árbitro, que avisou o juiz. No fim da história, Rodrigo Caio recebeu o cartão amarelo.

Com a entrada de Cícero, Ney Franco deu mais estabilidade ao meio do São Paulo e promoveu a entrada de Willian José, para atuar ao lado de Luis Fabiano. Os dois até que fizeram boas tabelas, mas pecaram sempre no último toque. O Flamengo até que tentou pressionar, mas sem efeito, falhando sempre na conclusão. No final, Paulo Victor ainda impediu, por instantes, o quarto gol são-paulino, ao praticar um milagre em chute de Jadson. Mas a goleada estava a caminho. Jadson, em passe de Luis Fabiano, ficou cara a cara com o goleiro flamenguista e concluiu para as redes nos acréscimos.

"A gente precisava dar uma resposta depois do jogo de quarta-feira (derrota de 4 a 3 para o Atlético-GO). Fizemos o que faltava fazer", declarou Luis Fabiano após a partida.

Próximos jogos
A equipe do Morumbi encara seu próximo adversário no Brasileiro em casa. Joga contra o Sport, domingo, às 16h. Antes, estreia na Copa Sul-Americana contra o Bahia, nesta quarta, às 21h50, em Salvador. O Flamengo enfrenta o Atlético-MG, no sábado, a partir das 18h30, no Engenhão.

Fonte: Futebolinterior.com

sábado, 28 de julho de 2012

Vitória 1 x 0 CRB - Público recorde e artilheiro do Brasil garantem vitória!

Mais de 34 mil torcedores compareceram ao Barradão e garantiram o novo recorde de público.
Vitória contou com o artilheiro do Brasil e a força de sua torcida para conquistar uma vitória suada, que o manteve na vice-liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Com um gol do atacante Neto Baiano, aos 39 minutos do segundo tempo, o time baiano venceu o CRB, por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Barradão lotado, em Salvador, pela 13.ª rodada.

Os grandes destaques da tarde foram o Neto Baiano e a torcida do vitória. O jogador anotou seu sétimo gol na Série B e o 39.º gol na temporada, que mantém com o título de artilheiro do Brasil. Já os torcedores baianos proporcionaram o novo recorde de público nesta edição da Série B, com a presença de mais de 34 mil pessoas.

Estes foram fatores determinantes para que os donos da casa chegassem à sexta vitória consecutiva. A boa fase coloca o Vitória na segunda posição, com 31 pontos. Um a menos que o líder Criciúma. Por outro lado, os alagoanos seguem em posição intermediária, com 17 pontos.

Nem Barradão ajudou...
Com o Barradão abarrotado, o Vitória tratou de partir pra o ataque, na tentativa de acuar o CRB. Logo aos quatro minutos, o artilheiro do Brasil Neto Baiano já fez uma jogada de efeito, que levantou as arquibancadas. O atacante dominou no peito e arriscou uma bicicleta. A bola, contudo, foi no meio do gol, nas mãos do goleiro Cristiano.

Apesar da pressão, a primeira grande chance saiu apenas aos 14 minutos. O meia Leílson descolou um belo passe para o atacante Marquinhos, que bateu para grande defesa de Cristiano. A resposta veio aos 16. Após conclusão do lateral Jadílson, o goleiro “bateu roupa”. Na sobra, o volante Luciano chutou e o lateral Dener salvou em cima da linha.

Depois destes dois lances, o ritmo do jogo caiu drasticamente. O Leão não conseguiu exercer a mesma pressão do início e esbarrou no paredão formado pela defesa regatiana. Para piorar, os alagoanos quase abriram o placar, aos 42 minutos. O lateral Luís Felipe arriscou de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Ele é o cara!
O segundo tempo foi mais movimentado, porém, com mais chances para os dois lados. Com uma defesa muito bem armada pelo técnico Roberto Fonseca, o CRB conseguiu segurar a pressão do Vitória e ainda encaixou excelentes contra-ataques perigosos.

O Leão teve uma grande chance de abrir o placar aos 19 minutos. Marquinhos recebeu nas costas da defesa e tentou bater por cobertura. Cristiano se esticou todo e salvou o Galo do que seria um belíssimo gol.

O time visitante só não conseguiu parar o apoio vindo das arquibancadas e o faro de artilheiro de Neto Baiano. O jogador dominou na área e bateu rasteiro para marcar o gol da vitória. No fim, aos 41, o zagueiro Thiago Gomes ainda desperdiçou chance incrível para o clube regatiano.

Próximos Jogos
Na próxima terça-feira, às 21h50, o Vitória volta a campo para enfrentar o São Caetano, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Enquanto isso, o CRB encara o lanterna Ipatinga, no mesmo dia e horário, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Fonte: Futebolinterior.com

Treinador chega e mais dois jogadores são desligados do ASA

Em processo de reformulação após a saída do técnico Heriberto da Cunha e chegada de Nedo Xavier, o ASA continua desligando atletas para promover a chegada de outros. Depois do meia Elvis, o time alvinegro não contará mais com o zagueiro Gaúcho e o lateral-esquerdo Marcinho.
A informação foi confirmada co MinutoEsportes pelo presidente do ASA, José dos Santos Oliveira do “Zé da Danco”. Gaúcho e Marcinho foram contratados ainda no Campeonato Alagoano. O zagueiro era considerado titular sob o comando do técnico Heriberto da Cunha. Já o lateral pouco atuou enquanto esteve em Arapiraca.

As saídas são parte do novo planejamento que a direção do ASA está fazendo, agora com o novo treinador, Nedo Xavier, que chegou neste sábado e já comanda o ASA na próxima terça-feira, contra o Bragantino em Bragança Paulista.

Fonte: cadaminuto.com.br

Camacho deve atuar contra o São Paulo

Dorival testa o meia no último treinamento antes de a equipe viajar para enfrentar o tricolor paulista, neste domingo, no Morumbi.
Flamengo fez nesta manhã (28.07) um treino técnico, última atividade no Rio de Janeiro antes do embarque para São Paulo, onde enfrenta o tricolor paulista, no Morumbi, neste domingo.

A novidade ficou por conta de Camacho, que treinou entre os titulares e deve retornar a equipe. O meia, que atuou na partida contra o Cruzeiro (22.07), não jogava há quase três meses com a camisa rubro-negra, por conta de uma fratura na mão esquerda.

Ante de iniciar as atividades o técnico Dorival Júnior reuniu o grupo no campo 1 e deu algumas orientações. De acordo com Dorival, somente o trabalho diário de cada atleta é que vai determinar as oportunidades que possam aparecer.

"Quem não estiver sendo relacionado tem que ter paciência e trabalhar para buscar seu espaço", disse o treinador.

Em vez do tradicional ‘rachão’ que antecede as viagens, o treinador optou por fazer um treinamento técnico, onde buscou acertar o posicionamento dos jogadores. A marcação em cima da saída de bola do adversário foi uma das exigências do novo treinador, que a todo instante parava a atividade para orientar a equipe.

A próxima partida do Flamengo será no domingo (29.07), diante do São Paulo, às 16h, no Morumbi. O Flamengo ocupa a 10ª posição do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos somados.

Fonte: flamengo.com.br

Renato sai em defesa de Love: ‘todos têm que tentar fazer o gol’

Meia lamenta as chances que têm sido desperdiçadas e diz que a obrigação de marcar tem que ser do elenco inteiro e não somente de um único jogador.
Com muita personalidade e humildade, Renato Abreu reconheceu que o Flamengo não vive uma boa fase. O ídolo rubro-negro, e um dos mais experientes atletas do elenco, acredita que a chegada de Dorival deve acertar o time.

"O Flamengo tem um belo elenco, que se formou este ano e ainda tem muito a dar, a produzir, a crescer. Temos que ter uma sequência de vitorias. O time está atacando, mas o problema é que a bola não entra. Futebol é assim, às vezes não há muitas chances de fazer o gol. As dificuldades são muito grandes", analisa o meia rubro-negro.

A retranca dos adversários, fato que Renato diz acontecer com o Flamengo na maioria dos jogos, é uma dificuldade a mais a ser superada.

"Hoje é difícil. Futebol não se ganha mais com camisa. O Flamengo tem o peso da camisa, mas futebol se ganha jogando. O problema é que o Flamengo entra sempre como favorito. A gente acaba tendo que sair para o jogo. Temos que jogar. Sair para jogar e, assim, a gente acaba errando mais, acaba ficando mais nervoso", justifica Renato, que revela em seguida o que imagina ser a fórmula para reverter a má fase e retomar o caminho das vitórias.

"Nós, jogadores, não podemos deixar de treinar. O Flamengo é nossa segunda família. Ficamos mais aqui do que em casa. Temos que ter a humildade de saber que o momento não é bom. Só uma boa sequência de vitórias pode trazer tranquilidade ao grupo. Temos que trabalhar mais. Temos que treinar mais", enfatiza Renato.

O jejum de Vágner Love, que diante da Portuguesa (26.07) completou sete jogos sem fazer gol, também preocupa. Para Renato, a cobrança somente em cima do atacante é ruim, e a responsabilidade de marcar deve ser dividida com o restante do elenco.

"O Vágner não esta fazendo gols, outros não estão. Não podemos esperar só do Vágner. Todos têm que tentar fazer o gol. O Ibson, o Adryan, o Matheus, eu, todos temos que tentar. É injusta essa cobrança só em cima do Vagner para fazer gols. Isso ó piora as coisas", considera.

O próximo compromisso Mais Querido será no domingo (29.07), diante do São Paulo, às 16h, no Morumbi. O Flamengo ocupa a 10ª posição do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos somados.

Fonte: flamengo.com.br

Thomás "reestreia" no profissional do Fla e agora quer buscar seu espaço na equipe

Thomás "reestreou" no Rubro-Negro no empate sem gols com a Portuguesa, na quinta-feira (26.07), no Engenhão. Isso porque o meia-atacante, diferentemente de Mattheus e Adryan, ainda não havia atuado desde que fora reintegrado ao elenco profissional do Mengão, o que aconteceu no dia 12 de junho. O camisa 20 entrou bem no jogo e partiu para cima dos atletas adversários. E a torcida gostou do que viu.
"Estou muito feliz de ter voltado após ficar esse tempo fora. Fico feliz também porque logo na estreia do professor Dorival, ele me colocou para jogar. Os companheiros estão me dando apoio e acho que eu pude ajudar. Mas infelizmente a gente não saiu com a vitória. Agora é trabalhar para ganhar do São Paulo fora de casa", comenta o jogador, de apenas 19 anos.
Daqui para frente, Thomás pretende buscar seu espaço no time. Ele, que tem passagens vitoriosas pelas seleções de base, quer permanecer nos planos de Dorival e ajudar o Flamengo a reencontrar os caminhos da vitória.

"Vou voltando aos poucos e, no jogo contra a Portuguesa, pude fazer algumas jogadas. Mas agora só tende a melhorar. É treinar sério para conquistar meu espaço novamente e jogar sempre", afirma o camisa 20.

O primeiro jogo de Thomás com o Manto Sagrado aconteceu no dia 23 de julho de 2011, no empate em 1 a 1 com o Ceará, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano. Na ocasião, o meia-atacante entrou na partida no lugar de Luiz Antonio. De lá para cá, Thomás disputou 18 jogos no time profissional, mas ainda não marcou gols. Mas se depender da vontade que o garoto vem mostrando nos treinamentos, o primeiro gol pode pintar no próximo domingo (29.07), contra o São Paulo, no Morumbi.

Fonte: flamengo.com.br

Elenco rubro-negro elogia Dorival Júnior

Jogadores falam sobre expectativa em relação ao trabalho do treinador. Ramón, que já trabalhou com Dorival no Vasco, diz ele se encaixará perfeitamente com o grupo.
A chegada do treinador Dorival Júnior dá um novo ânimo a equipe rubro-negra, que vive um momento de instabilidade no Campeonato Brasileiro ao contabilizar, no empate sem gols contra a Portuguesa (26.07), a terceira partida consecutiva sem vitória.

Os jogadores reconhecem a qualidade do treinador, que antes de comandar o Flamengo treinou o Internacional, onde ganhou a Recopa Sul-Americana 2011 e o Gauchão 2012, o Santos, onde venceu a Copa do Brasil 2010 e o Paulistão 2010, o Vasco, campeão da Série B em 2009, além de Atlético Mineiro, Coritiba, Sport e Figueirense.

"Com certeza o Dorival é um a cara de respeito. Tive ótimas referências sobre ele, de amigos que já trabalharam com ele. Onde o Dorival passou foi um vencedor e estamos de braços abertos para recebê-lo", garante Paulo Victor.

Além do treinador, chegam ao Flamengo os auxiliares técnicos Lucas Silvestre e Ivan Izzo, e o preparador físico Celso de Rezende. O zagueiro Welinton também acredita que a vinda de Dorival é positiva para o grupo.

"Antes de ele ser anunciado como o novo treinador, nós (jogadores) procuramos não falar muito sobre o assunto, até mesmo para respeitar o Joel, que ainda estava no clube. Agora, que ele já está no Flamengo, é diferente. O Dorival é um grande profissional e tomara que dê certo aqui", torce Welinton.

Ramon, que já trabalhou com Dorival Júnior na passagem pelo Vasco da Gama, não economizou elogios ao trabalho do técnico.

"O Dorival é um treinador que vai se encaixar perfeitamente bem com o grupo que o Flamengo tem. É um excelente profissional, excelente pessoa, um treinador moderno e com certeza foi bem aceito pelo grupo. Vamos brigar para estar lá em cima", acredita o lateral-esquerdo.

O diretor de Futebol do Flamengo, Zinho, também tem opinião muito positiva em relação a contratação feita por ele do novo treinador.

"O Dorival é um grande treinador, um treinador vitorioso, um dos melhores do Brasil. Acredito que a escolha foi acertada e que ele realizará um excelente trabalho no Flamengo", considera Zinho.

O próximo compromisso Mais Querido será no domingo (29.07), diante do São Paulo, às 16h, no Morumbi. O Flamengo ocupa a 10ª posição do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos somados.

Fonte: flamengo.com.br

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Flamengo 0 x 0 Portuguesa - Ficou ruim para os dois times

Na estreia do técnico Dorival Júnior, o Flamengo jogou mal e apenas empatou sem gols com a Portuguesa, nesta quinta-feira à noite, no Engenhão, no Rio de Janeiro, no fechamento da 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro.
O resultado foi ruim para ambos. A Lusa continua na zona de rebaixamento, com 10 pontos, porque o Bahia venceu o Palmeiras, por 2 a 0, e chegou aos 11 pontos. O Flamengo, com 16 pontos, ocupa a 10.ª posição.

Dorival Júnior estreou sem dar um treinamento, mas tinha no banco de reservas o auxiliar Jaime, ex-zagueiro do clube e que atuou no Guarani. A Lusa continua sem vencer um jogo como visitante. Um triste tabu. Agora já são 19 jogos fora de casa na temporada, com 12 vitórias e sete empates.

Lusa melhor
Armada no esquema 3-5-2, a Portuguesa se mostrou eficiente na marcação e soube explorar bem a velocidade de seus alas, principalmente Luis Ricardo, pelo lado direito. Ele sempre levou vantagem sobre Ramon, que ficou todo o primeiro tempo sem cobertura.

Na estreia do técnico Dorival Júnior, duas surpresas: a saída do zagueiro Marllon para a entrada de Wellington e no meio-campo a surpresa maior, com Renato Abreu ficando de fora.

Mesmo assim, os dois times se alternaram nas chances de gol. A Portuguesa foi mais perigosa. Aos 10 minutos, num chute de Héverton, espalmado por Paulo Victor. O Flamengo respondeu no minuto seguinte com um chute cruzado de Léo Mauro, defendido por Dida. Aos 12 minutos, Love desceu sozinho em velocidade, mas deu um toque na frente e Dida se antecipou mandando a bola para fora com os pés.

Mais chances
Aos 22 minutos, Luís Ricardo desceu pela direita e fez o passe para Ricardo Jesus que chutou a bola no travessão.

Aos 23 minutos, a Portuguesa reclamou de um Pênalti supostamente sofrido por Héverton, calçado por trás por Wellington. O juiz considerou um lance de pé na bola e não no adversário. A última chance saiu com Vagner Love, que não soube aproveitar a falha da defesa, que parou pedindo impedimento. Love não acreditou, bateu de esquerda, mas por cima do travessão.

Volta com Abreu
Como era esperado, na volta do intervalo Dorival Júnior colocou o experiente Renato Abreu no lugar de Ibson, pedindo a ele que desse uma cobertura para Ramon, do lado esquerdo.

O jogo recomeçou equilibrado, mais truncado no meio-campo. E ao contrário do primeiro tempo, ninguém criou mais chances reais para marcar. Por isso, o empate acabou sendo justo. No final do jogo, a torcida vaiu muito o rubro-negro, chamando-o de "time sem vergonha". Vagner Love respondeu nas entrevistas.

"Aqui não tem ninguém sem vergonha na cara. Mas a torcida tem o direito de protestar".

Próximos Jogos
No domingo, pela 13.ª rodada, o Flamengo vai até o Morumbi enfrentar o São Paulo, a partir das 16 horas. De outro lado, a Portuguesa vai receber no Canindé o Náutico, num duelo de seis pontos para quem luta para evitar o rebaixamento.

Fonte: Futebolinterior.com

Série B: Após deixar Sport, Marquinhos Paraná pode fechar com CRB

Disposto a entrar na briga pelo acesso do Campeonato Brasileiro da Série B, o CRB pode anunciar um reforço de peso para seus padrões. Nos próximos dias, o clube pode acertar a contratação do experiente volante Marquinhos Paraná, que deixou o Sport na última segunda-feira.
De acordo com informações do diretor de futebol do clube regatiano, Ednilson Lins, as conversas já estão em andamento. A expectativa é de que o desfecho das negociações deva acontecer até o final de semana.

A contratação é vista como um sonho dos dirigentes, uma vez que Marquinhos Paraná é ídolo do Galo, onde atuou de 1998 a 2001. Além dos laços afetivos das duas partes, os alagoanos têm a seu favor o fato do volante ter atingido o limite de sete jogos no Brasileirão, o que o impede de fechar com outro clube da elite.

A saída do meio-campista no Sport foi turbulenta. Ele pediu a rescisão de contrato por conta de divergências com a comissão técnica e a diretoria rubro-negra. Além disso, nos últimos jogos, vinha sendo duramente criticado pela torcida.

Contratado no início do ano, Marquinhos Paraná, ex-Cruzeiro, foi prejudicado por uma contusão no Pernambucano. Desde que chegou, fez 18 jogos, anotou um gol e foi bem em poucos jogos. Além de se livrar da multa rescisória, já que a demissão partiu do volante, o Leão da Ilha também ganha um fôlego na folha salarial. Estima-se que o jogador recebesse R$ 90 mil por mês.

Fonte: Futebolinterior.com

Feliz e preparado para o desafio, Jaime quer vitória contra a Portuguesa

Dorival Júnior vai estar hoje no Engenhão assistindo a partida, mas o comando do time ainda será do treinador interino Jaime de Almeida.
O auxiliar técnico Jaime de Almeida está no Flamengo desde outubro de 2010. Contra a Portuguesa, nesta quinta-feira (25.07), às 21h, no Engenhão, será a terceira vez que ele comanda o time e a primeira em um jogo de Campeonato Brasileiro. O recém-chegado técnico Dorival Júnior deve assistir a partida nas tribunas, só assumindo a equipe na sexta-feira.

"Eu sou funcionário do Flamengo e tenho maior respeito pela instituição. Eu estou aqui enquanto o treinador não entra, mas sei meu lugar, minha experiência e estou tranquilo. Não sou melhor do que ninguém, mas sei fazer e faço bem meu trabalho", comentou, destacando em seguida que desfruta de excelente relação com o grupo rubro-negro.

"O que a gente procura é que neste intervalo os atletas não fiquem perdidos, sem comando. Eu tenho essa felicidade de ter o respeito deles. Cada um tem seu pensamento de vida, de filosofia e de trabalho. A gente conversa muito e sei que tenho o respeito e o carinho do elenco".

Sobre a responsabilidade que terá diante da Portuguesa, Jaime se diz preparado e acredita que sua experiência como jogador e auxiliar técnico lhe fornecem segurança para enfrentar bem o desafio.

"O clube mandou eu fazer este trabalho e tento fazer da melhor maneira possível. Eu me formei em Educação Física e quando parei de jogar bola comecei a me preparar. Já trabalhei com coreanos, com time do Zico, fui auxiliar do Júnior, que é um grande amigo. Aos poucos fui me afastando do sonho de ser técnico, mas me sinto preparado pela experiência que tenho para comandar a equipe hoje contra a Portuguesa. Estou tranquilo e muito feliz de poder estar aqui em um clube da grandiosidade do Flamengo", disse Jaime.

O Mais Querido enfrenta a Portuguesa às 21h, no Engenhão, pela 12ª rodada do Brasileirão. O Flamengo ocupa a 11ª posição da competição, com 15 pontos somados.

Fonte: flamengo.com.br

Flamengo recebe a Portuguesa com novidades no time titular

Rubro-Negro busca a vitória em casa, sob o olhar de Dorival Junior, novo técnico do clube.
Buscando um recomeço no Campeonato Brasileiro, o Flamengo recebe a Portuguesa, no Engenhão, com novidades. A maior delas é a chegada do técnico Dorival Junior, que assinou contrato com o Rubro-Negro na quarta-feira (25.07), mas deve assistir o jogo em uma das cabines do estádio. A tendência é que, na noite de hoje, o time seja dirigido por Jaime de Almeida, que treinou a equipe durante a semana e promoveu mudanças na base do time que vinha atuando na competição: entram Mattheus e Welinton e saem Renato e Marllon.

Pela primeira vez, os jovens Adryan e Mattheus vão começar uma partida juntos no profissional. Eles, que são amigos dentro e fora de campo, se conhecem desde crianças. Os atletas estão felizes com a oportunidade na equipe titular e esperam usar o entrosamento que eles carregam há tempos à favor do Flamengo.

"Jogar com o Adryan é muito bom. Eu o conheço há muito tempo, não só aqui no Flamengo, mas da época que jogamos juntos na escolinha. Temos entrosamento desde pequenos. Eu sei onde o Adryan está em campo, conheço o que ele faz e sei passar a bola para ele. Isso pode ajudar o Flamengo a s sair com a vitória", comenta o camisa 43.

Adryan, que jogará um pouco mais adiantado, espera receber bons passes de Mattheus. O camisa 37 também exalta a parceria com o amigo e promete movimentação em campo para criar as jogadas.

"Desde a base jogamos juntos. Quando ele pega na bola eu já sei onde vai dar o passe. Então já procuro me movimentar e dar opção. Mas dentro de campo a gente vê o que acontece", observa Adryan.

A escalação da dupla deixa visível uma das grandes características do time rubro-negro desta temporada, que é a mescla entre experiência e juventude. Adryan e Mattheus terão a companhia de ninguém menos que Vagner Love na frente. Durante os treinamentos da semana, o Artilheiro do Amor procurou orientar os meninos, que receberam bem as dicas e ficaram à vontade com a presença do camisa 99.

"O Love é experiente e vivido dentro do futebol. Ele sabe como proteger a gente. Acho que esse trio ficará legal, mas o mais importante é conseguir esses três pontos", afirma Mattheus, que pretende jogar o suficiente para não sair mais do time titular.

"Estava esperando essa oportunidade (começar como titular) e agora é agarrar com unhas e dentes. Quero me firmar", finaliza o meia.

O Mais Querido do Brasil quer a vitória diante da Portuguesa para se recuperar das últimas derrotas e subir na tabela. O Rubro-Negro deve entrar em campo com Paulo Victor, Léo Moura, González, Welinton e Ramon; Airton, Luiz Antonio, Ibson e Mattheus; Adryan e Vagner Love.

O confronto é válido pela 12ª rodada do Brasileiro e está marcado para às 21h, no Engenhão. O Mengão tem 15 pontos e ocupa a 11ª posição na competição.

Dorival Junior é o novo técnico do Flamengo

Treinador acertou contrato com o Rubro-negro Carioca por um ano e meio.
Após conversarem, Flamengo e Dorival Junior chegaram a um acordo e o treinador assumirá a equipe profissional rubro-negra. O contrato firmado entre as partes será de um ano e meio (final de 2013). Além do técnico, chegam ao clube, dois auxiliares técnicos, Lucas Silvestre e Ivan Izzo, e o preparador físico Celso de Rezende.

Antes de comandar o Flamengo, Dorival Junior treinou o Internacional, onde ganhou a Recopa Sul-Americana 2011 e o Gauchão 2012, o Santos, onde venceu a Copa do Brasil 2010 e o Paulistão 2010, o Atlético-MG, o Vasco, onde ganhou a Série B 2009, Coritiba, Sport e Figueirense.

Participaram da negociação o diretor de futebol Zinho, o vice-presidente de futebol Paulo Cesar Coutinho, o vice-presidente Hélio Ferraz e a presidente Patricia Amorim.

Fonte: flamengo.com.br

Heriberto da Cunha deixa o ASA; Nêdo Xavier assume

O técnico Heriberto da Cunha não resistiu aos péssimos resultados do ASA no Brasileiro da Série B, vindo de cinco derrotas consecutivas e deixou o cargo no ASA. A direção alvinegra não perdeu tempo e já confirmou Nêdo Xavier como novo comandante.
A decisão de deixar o comando técnico do ASA foi do próprio Heriberto da Cunha, que em acordo com a diretoria preferiu se desligar do grupo. Junto com o treinador também foram desligados o auxiliar técnico e o preparador físico.

“Rei morto, rei posto”. Como o dia foi de várias reuniões nos bastidores alvinegros, a saída de Heriberto da Cunha aconteceu a tarde. Com isso, a direção do ASA fez o contato e já acertou a contratação de Nêdo Xavier, treinador experiente que trabalhou recentemente o Fortaleza.

O novo treinador deve chegar em Arapiraca nesta quinta-feira e a partir daí, deve iniciar a indicação de vários reforços para o elenco alvinegro, que na zona de rebaixamento precisa reagir no Brasileiro da Série B.

HERIBERTO DA CUNHA

O então treinador do ASA chegou num momento de instabilidade do ASA no Campeonato Alagoano, para substituir o gaúcho Leocir Dall'astra. No alvinegro, Heriberto realizou grande campanha, conquistou o segundo turno do estadual, mas perdeu na decisão para o CRB.

A Copa do Brasil foi outra competição que o treinador comandou o "fantasma" de Arapiraca, sendo eliminado pelo Coritiba, após vencer o primeiro jogo em Alagoas, mas sendo eliminado posteriormente em Curitiba.

Na Série B, com reforços modestos, Heriberto não resistiu a má fase e as cinco derrotas consecutivas e deixou o cargo.

NOVO COMANDANTE

Nedo Xavier é um experiente treinador que já trabalhou em grandes clubes como Coritiba, Atletico-MG e Avaí, além de outra equipes menores, principalmente no interior de Minas Gerais.

Em Minas Gerais possui um bom conceito devido ao trabalho no Ituiutaba onde foi campeão do interior duas vezes e conquistou o acesso para a Série B 2011.

Em 2011 levou o Ituiutaba novamente a primeira divisão mineira e atualmente faz uma boa campanha pelo Boa Esporte Clube de Varginha na Série B.

Nedo é treinador atualizado no mercado de jogadores, o que facilita a montagem do elenco. Dentro de campo prioriza sempre uma equipe competitiva sem deixar de lado a posse de bola com velocidade. Ele é referendado por grandes treinadores como Rubens Minelli, Abel Braga e Valdir Espinosa.

Fonte: cadaminuto.com.br

Heriberto deve deixar o ASA e Ruy Scarpino pode ser anunciado

A insatisfação da torcida do ASA com o técnico Heriberto da Cunha e os jogadores chegou ao limite após a quinta derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro da Série B. Dessa vez, o time alvinegro foi derrotado em Arapiraca por 1 a 0 para o Góias e aumentou a crise.
Com o apito final do jogo, vários torcedores foram para trás do banco de reservas do onde estava Heriberto e pediram a saída do comandante e de vários jogadores. O meia Didira, considerado um dos maiores ídolos da história recente do ASA, foi duramente criticado, chegando a ser chamado de “pipoqueiro”.

O goleiro Gilson e o atacante Lúcio Maranhão, que já marcou 31 gols na temporada, foram os únicos atletas poupados das vaias e xingamentos.

Como medida inicial, a Assessoria de Imprensa do ASA informou após a partida que não haveria coletiva com os órgãos da imprensa e que reuniões aconteceriam na manhã desta quarta.

Heriberto fora?

De acordo com informações colhidas pelo Minuto Arapiraca, Heriberto da Cunha deverá ser demitido do cargo, assim como alguns jogadores. O número certo de dispensas não foi divulgada, mas especula-se que pelo menos três atletas não permanecerão no time.

A informação dá conta ainda que o técnico Rui Scarpino foi procurado pela direção alvinegra e após a saída de Cunha, se confirmada, deverá assinar com o ASA.

Scarpino tem passagens por vários clubes do Brasil. Só neste ano, o treinador passou pelo Red Bull, Ituano (campeão paulista de 2002), São Bernardo (conquistando o acesso para elite do paulistão) e o Santo André, onde conseguiu livrar o time do rebaixamento.

Antes de se tornar treinador, trabalhou nas funções de treinador de goleiros, auxiliar técnico, supervisor de futebol e gerente de futebol. Ruy Scarpino também dirigiu outros clubes como Grêmio Barueri, Noroeste e Linense, além de clubes do Nordeste, como ABC e Ceará.

Fonte: cadaminuto.com.br

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Fonseca ainda tem dúvidas para montar o CRB contra o Vitória

O CRB segue se preparando para encarar o vice-líder da Sére B, o Vitória, em Salvador, no próximo sábado (28), e por isso o elenco regatiano realizou trabalhos destintos nos dois períodos desta quarta-feira (25).
Na manhã de hoje o grupo os atletas do CRB passou por avaliações feitas pelo Departamento de Fisiologia do Galo, que avaliou os jogadores de forma individual por um trabalho conhecido como antropometria. Sob o comando do fisiologista do Regatas, Fábio Guerreiro, os atletas tiverem analisado o percentual de gordura, que irá ser comparado com os resultados obtidos anteriormente, para saber se tudo continua sob controle.

O período da tarde desta quarta-feira (25) foi marcado por um treinamento tático feito no estádio Severiano Gomes Filho, na Pajuçara. O técnico do Galo, Roberto Fonseca, definiu mais alguns ajustes no time títular que enfrentará o Vitória no próximo sábado (28).

O técnico do CRB, Roberto Fonseca, ganhou mais um problema para o duelo contra o vice-líder da Série B, o Vitória. Anteriormente os desfalques eram o lateral-direito Elsinho, que cumprirá suspensão automática, e o atacante Edson, que não pode atuar por uma cláusula contratual, agora Fonseca tem mais um problema, desta vez o volante Gercimar, que voltou a sentir o púbis (osso do corpo humano) e pode não atuar diante da equipe baiana. Caso o volante não tenha condições para a partida contra o Vitória, as opções para a sua vaga são Diego Aragão e Vitor Cruz.

Com problemas para definir, Roberto Fonseca deverá escalar o time no 4-4-2, da seguinte forma: Cristiano; Luiz Felipe, Rodrigão, Rogélio e Jadílson; Roberto Lopes, Gercimar (Diego Aragão/Vitor), Luciano e Geovani; Preto e Ricardinho.

Nesta quinta-feira (26) o elenco regatiano receberá folga no período da manhã. Pela tarde o CRB não realizará nenhum treinamento, já que às 18h30 o time fará um coletivo-apronto no estádio Rei Pelé, que será aberto para imprensa e torcida. A viagem para Salvador ocorrerá no início da manhã da sexta-feira (27).

Trio carioca comanda Vitória e CRB

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já divulgou a arbitragem para a partida do próximo sábado (28), no estádio Manoel Barradas, em Salvador, às 16h20, envolvendo o Vitória e o CRB.

O trio que comandará a partida do Galo em Salvador é todo carioca. O árbitro principal será Rodrigo Nunes de Sá. Os auxiliares de Rodrigo serão Gilberto Stina Pereira e Wendel de Paiva Gouveia. O posto de quarto árbitro será de responsabilidade do baiano Johnn Herbert Alves Bispo. Todos fazem parte do quadro da CBF.

Fonte: cadaminuto.com.br

CRB realizou primeiro trabalho com bola visando o vice-líder da Série B

Na manhã desta terça-feira (24) o técnico do Regatas, Roberto Fonseca, comandou a primeira movimentação com bola do time regatiano visando a partida do próximo sábado (28), contra o Vitória, em Salvador.
A baixa do treinamento que ocorreu nesta manhã no estádio Severiano Gomes Filho, na Pajuçara, foi o meio-campista Luciano, que deverá ser o títular no lugar do lateral-direito Elsinho, que vinha atuando como meia, e que cumprirá suspensão automática. O meia Luciano encontra-se gripado, e por isso não participou do treinamento, que aconteceu apenas com dez jogadores, como se o time estivesse com um jogador expulso, já que Luciano acompanhou os trabalhos do lado de fora do gramado.

Como já era esperado, o provável substituto do atacante Edson, que não poderá atuar contra o Vitória, devido a uma cláusula contratual, deverá ser mesmo o também atacante Preto. Outra mudança no ataque do time, mas por opção técnica, foi a saída de Tiago Bezerra, para a entrada de Ricardinho.

O CRB ainda realizará dois trabalhos com bola nesta quarta-feira (25) antes de embarcar para Salvador, mas a base do time regatiano para enfrentar o vice-líder da Série B, deverá ser no sistema 4-4-2, com: Cristiano; Luiz Felipe, Rogélio, Rodrigão e Jadílson; Roberto Lopes, Gercimar, Luciano e Geovani; Preto e Ricardinho.

Diretoria do CRB faz solicitações à CBF

A diretoria regatiana enviou duas solicitações nesta terça-feira (24) à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) visando a alteração nos horários de duas partidas que o CRB ainda fará no primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro.

As solicitações feitas consistem no próximo jogo do CRB em casa, pela 14ª rodada, contra o Ipatinga, que está previsto para às 21h50 da próxima terça-feira (31), o pedido realizado consta na antecipação do horário para às 19h30. O outro pedido feito é válido pela última rodada do primeiro turno da Série B, no dia 25 de agosto, onde CRB e ASA farão o confronto alagoano da Série B, no estádio Rei Pelé, e o horário da partida está marcado para às 21h, mas a diretoria do Galo solicitou o antecipamento do horário do jogo para às 16h20.

Um pedido já deferido pela CBF, foi feito pelo Paraná Clube, para a partida contra o CRB no dia 11 de agosto, pela 16ª rodada, no estádio Durival de Brito, em Curitiba. A solicitação consistiu na mudança do horário da partida, das 21h para às 16h20.

Fonte: cadaminuto.com.br

Aloísio Chulapa ainda não coloca o CRB como favorito para conseguir o acesso

Aloísio Chulapa está satisfeito com o momento vivido pelo CRB na Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, o experiente ainda prefere não colocar sua equipe como favorita para conseguir o acesso. Em sua visão, a primeira preocupação de todos deve ser conseguir os pontos necessários para evitar o rebaixamento.
Atualmente, a equipe encontra-se em uma posição intermediária na tabela. Em décimo lugar, o time alagoano tem seis pontos a menos que o América-RN, primeiro time dentro do G-4. Por outro lado, possui sete a mais que o rival ASA, que encontra-se na “turma da degola.”

“Em primeiro lugar precisamos acumular pontos para manter o CRB na Série B. Caso a gente acumule esses pontos necessários poderemos sonhar. Seria ótimo para o futebol alagoano caso a gente consiga subir”, destacou.

O atacante se recuperou recentemente de uma séria lesão no joelho e vem entrando aos poucos na equipe regatiana. A tendência é que pelo terceiro jogo consecutivo ele inicie a partida no banco de reservas, no sábado, quando a equipe encara o Vitória, em Salvador.

“A comissão técnica sabe a melhor hora para eu entrar no time. Fiquei dois meses parado por causa da cirurgia e eles temem que eu possa sentir algum problema muscular. Estou procurando dar meu melhor quando entro para ajudar meus companheiros e deixar a torcida feliz”, opinou.

Para o compromisso do final de semana, o técnico Roberto Fonseca não poderá com o meia Elsinho. A tendência é que Luciano seja aproveitado no setor.

Desta maneira, o CRB deverá entrar em campo com: Cristiano, Luiz Felipe, Rogélio, Rodrigão e Jadílson; Gercimar, Roberto Lopes, Luciano e Geovani; Ricardinho e Preto.

Fonte: cadaminuto.com.br

terça-feira, 24 de julho de 2012

ASA 0 x 1 Goiás - Série invicta e o G4 para alegrar os torcedores!

O Goiás segue reagindo no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta terça-feira, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, venceu o ASA, por 1 a 0, pela 13ª rodada e chegou ao seu oitavo jogo sem derrota (três empates e cinco vitórias).
Com mais três pontos, os goianos pularam para quarta colocação, com 25 pontos. Já os alagoanos seguem na zona de rebaixamento, com apenas dez pontos, em 17º. Esta foi a quinta derrota seguida do alvinegro na competição. Na saída de campo, os torcedores protestaram muito com o desempenhdo do time.

Só valeu pelo início...
O Goiás começou o jogo com tudo e logo aos sete minutos conseguiu abrir o placar. pós rápido lançamento, Ramon bateu na saída de Gilson, que ficou vendido na jogada. A ideia inicial do time já era jogar no sistema defensivo, então com a vantagem parcial, se fechou ainda mais, dando espaço para os alagoanos trocarem muitos passes.

Sem nenhuma jogada objetiva, o ASA trocou passes na entrada da área e tentou de todas as maneiras chegar ao gol de empate, mas o time pecava muito no último passe. Se não conseguia entrar na área, os alagoanos tentaram de fora da área, mas seguiam sem pontaria e não chegavam com nenhum perigo.

Num dos poucos momentos de perigo, Chiquinho Baiano foi lançado por Audálio. Mas, Harlei saiu bem do gol e impediu o tento alagoano. No resto do jogo, o volante tentou de fora da área, mas nenhum chute com perigo para o goleiro goiano, que pouco trabalhou no primeiro tempo.

Fraco!
O ASA voltou com mais vontade para o segundo tempo, mas com a marcação adiantada do Goiás, os alagoanos pouco criaram em campo. Já os Esmeraldinos, que tinham a vantagem pouco sairam para o campo de ataque, se prendendo na defesa e trocando muitos passes, sem muita objetividade.

Com 15 minutos, o técnico Heriberto da Cunha já tinha feito duas alterações, tentando dar mais mobilidade a sua equipe, que seguia pecando no último passe, com isso, não chegava com perigo ao gol de Harlei. As poucas emoções apareceram nos últimos minutos.

Aos 44, Felipe Amorim fez uma boa jogada e cruzou no meio da área, Ricardo Goulart, bem posicionado, desviou no travessão de Gilson, vendido na jogada. A resposta e a grande chance do ASA foi no minuto seguinte, quando Roberto Jacaré foi lançado e bateu cruzado, na rede pelo lado de fora de Harlei, que só acompanhou com os olhos.

Próximos jogos
Os times voltam ao gramado na próxima terça-feira, na rodada completa. O ASA enfrenta o Bragantino, às 21h50, em Bragança Paulista. O Goiás, por sua vez, enfrenta o ABC, em Goiânia, às 19h30.

Fonte: Futebolinterior.com

Pensando somente na vitória, ASA recebe o Goiás para se reabilitar

O ASA terá mais uma chance de se reabilitar na Série B do Campeonato Brasileiro. Vindo de quatro derrotas seguidas, o alvinegro de Arapiraca terá o retorno de alguns jogadores considerados titulares e só pode pensar na vitória diante do Goiás, nesta terça-feira (24), às 21h00, no estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca em Arapiraca, para sair da zona do rebaixamento.
Para o duelo contra a equipe esmeraldina, o treinador Heriberto da Cunha terá o retorno de três atletas que cumpriram suspensão. O lateral-direito Gabriel, o zagueiro Fabiano e o lateral-esquerdo Chiquinho Baiano ficam à disposição e devem voltar ao time titular.

O zagueiro Gaúcho também cumpriu suspensão, mas a comissão técnica preferiu deixar o atleta fora da relação para a partida deste início de semana, quando o ASA precisa dos três pontos para deixar a zona do rebaixamento.

Sem muito tempo para definir o time titular, o comandante alvinegro deve mandar à campo uma equipe formada por Gilson, Audálio, Fabiano e Edson Veneno; Gabriel, Cal, Jorginho, Didira, Roberto Jacaré e Chiquinho Baiano; Lúcio Maranhão.

O ASA ocupa atualmente a 17ª colocação com dez pontos ganhos. Já o Goiás briga para entrar no G4, uma vez que está em 6º na Série B com 22 pontos. As duas equipes se enfrentam nesta terça-feira (24), às 21h00, no estádio Municipal em Arapiraca.

Fonte: cadaminuto.com.br

Ainda de "ressaca", CRB se reapresenta pensando no Vitória

Depois do jogo épico do último sábado, quando venceu o Joinville de virada por 4 a 3 pela Série B, o elenco do CRB se reapresentou e já pensa no difícil do próximo final de semana, quando irá enfrentar o vice-líder Vitória da Bahia. Para este jogo, o treinador Roberto Fonseca terá dois desfalques confirmados.
Clima tranquilo e descontraído na Pajuçara, mas com o pensamento de continuar embalado na competição. Este é o sentimento do CRB que inicia para valer nesta terça-feira (24) a preparação para o confronto do próximo sábado, contra o Vitória em Salvador.

Antes dos treinamentos, o técnico Roberto Fonseca já sabe que não poderá contar com dois jogadores. O lateral-direito e meia Elsinho, cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O segundo desfalque é o atacante Edson, que deixou o campo no último jogo machucado, mas fica de fora por uma questão contratual, uma vez que é atleta do rubro-negro baiano.

Para a vaga de Elsinho, lutam pela vaga os méis Luciano, que entrou bem no jogo contra o Joinville e Paulo Victor, que chegou a ser titular do “galo praiano” na Série B, mas vem figurando apenas no banco de reservas.

No ataque na vaga de Edson, o treinador já conhece todas opções uma vez que já os utilizou nestas primeiras rodadas da competição. Lutam pela posição Preto, Ricardinho, Wanderley e Thiago Bezerra. Aloísio Chulapa deve estar na lista de relacionados, mas o treinador já confirmou que este atleta ainda não tem condições de atuar desde o início da partida.
O CRB treina com bola a partir desta terça-feira, visando o vice-líder da Série B no próximo sábado, às 16h20, no estádio Barradão diante do Vitória.

Fonte: cadaminuto.com.br

segunda-feira, 23 de julho de 2012

‘Futebol é feito de resultados’, diz Zinho sobre demissão de Joel

Diretor de Futebol explica que uma série de fatores culminaram com a saída do treinador. Decisão que selou o destino de Joel foi tomada hoje, na Gávea.
A pressão por vitórias e uma melhor colocação na tabela foram os motivos que determinaram a demissão do técnico Joel Santana, anunciada nesta segunda-feira (23.07), de acordo com o diretor de futebol Zinho.

O dirigente agradeceu a Joel pelo empenho, mas reconheceu que a permanência do treinador se tornou insustentável.

"O Joel não está sendo demitido somente pela derrota de ontem (22.07), contra o Cruzeiro, mas, sim, pelo conjunto da obra. Eu já venho analisando o comportamento da equipe, o trabalho como um todo e houve aumento da pressão. Eu, como diretor de futebol, analiso o poder de reação da equipe, o poder da comissão técnica de conseguir reverter os resultados e, dentro desse contexto, a saída do Joel foi a melhor decisão", explicou Zinho, que fez questão de ressaltar o respeito e admiração que tem pelo ex-treinador.

"Não tenho nada contra o Joel. Em várias oportunidades eu garanti o Joel. Em respeito a ele eu marquei na Gávea a reunião, no setor de futebol. Eu, o Coutinho (vice-futebol) e o Joel conversamos. Agradeci a ele pelo empenho, pelo esforço, mas a situação estava insustentável. Futebol é feito de resultados. Estamos fazendo essa troca para tentarmos reagir no campeonato. No momento, não vejo como ser diferente", analisou o dirigente, revelando que as decisões tomadas por ele contam com o aval da presidente Patrícia Amorím.

Zinho falou sobre a reação de Joel e do próprio elenco rubro-negro com a mudança.

"Eu, o Coutinho e os jogadores nos reunimos. Passei para eles que infelizmente o futebol tem esses momentos. Mas nós somos seres humanos e por mais que tenhamos profissionalismo temos que ficar tristre quando isso acontece. O Joel ficou triste, mas entendeu. Para mim foi triste também, pois eu tenho um carinho enorme pelo Joel, queria que o Flamengo tivesse se encaixado para que não chegasse a esse ponto, mas não deu", lamentou Zinho.

Quanto ao novo treinador, o anúncio, de acordo com Zinho, deverá ser feito o mais rápido possível.

"Não vou falar de nomes, não vou especular, vou evitar isso. Vamos trabalhar dentro do futebol. Só falarei com vocês (imprensa) quando estiver fechado. Por enquanto, ficará um comissão interina e a partir de amanhã tentarei o mais rápido possível definir um nome. Espero que consigamos contratá-lo antes do próximo jogo", finalizou.

Fonte: flamengo.com.br

Flamengo treina sob o comando técnico de Paulo Henrique

Treinador campeão da Copa São Paulo de Juniores de 2011 trabalhou junto ao auxiliar Jaime de Almeida.
O Flamengo trabalhou na tarde desta segunda-feira (23.07), no Centro de Treinamento George Helal, em Vargem Grande. Com o desligamento de Joel Santana do clube, o treinador Paulo Henrique, que foi o técnico do time de juniores no título da Copa São Paulo de 2011, assumiu, ao lado de Jaime de Almeida, interinamente o comando técnico rubro-negro e treinou a equipe.

Os titulares do jogo contra o Cruzeiro realizaram um trabalho regenerativo na academia do CT, enquanto os demais atletas do plantel fizeram um treino técnico no Campo 1. Deivid, recuperado de lesão, participou da atividade normalmente.

O time inicia a preparação para a partida contra a Portuguesa, na quinta-feira (26.07), às 21h, no Engenhão. O jogo é válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Caso o novo treinador não seja anunciado antes da partida de quinta-feira, o auxiliar Jaime de Almeida deve dirigir a equipe no jogo.

O Mais Querido do Brasil ocupa a 10ª posição da competição, com 15 pontos somados.

Fonte: flamengo.com.br

Joel Santana não é mais treinador do Flamengo

Diretor de futebol rubro-negro falará sobre a mudança nesta tarde, no CT do clube.
Joel Santana não é mais treinador do Flamengo. A decisão foi tomada pela diretoria na manhã desta segunda-feira (23.07) e o diretor de futebol rubro-negro, Zinho, falará com a imprensa nesta tarde, no centro de treinamento do clube, em Vargem Grande. Os jogadores se reapresentam também nesta segunda, no CT, às 15h.

Fonte: flamengo.com.br

Dorival Júnior pode ser o novo técnico do Flamengo

Com a saída de Joel, o técnico deve ser anunciado nesta terça-feira.
O Flamengo parece ter encaminhado um substituto para Joel Santana. Após a demissão do treinador nesta segunda-feira, o diretor de futebol da equipe carioca, Zinho, descartou assumir o comando da equipe e disse que não seria "correto" com Joel, já que trabalharam juntos. Ele contou ainda estar focando os esforços em um nome, evitou dizer quem é, mas tudo indica que seja Dorival Júnior.

O ex-técnico de Santos e Atlético Mineiro já teria acertado com o clube carioca. A expectativa é de que ele seja anunciado nesta terça-feira, menos de uma semana após ser demitido pelo Internacional.

Sobre a saída de Joel, Zinho apontou para o conjunto da obra. "Já vinha analisando o comportamento da equipe, o dia a dia do trabalho. Não foi especificamente o jogo do Cruzeiro. Como diretor de futebol, estou analisando o futuro, a posição da equipe na tabela, poder de reação do grupo, o poder da comissão técnica de conseguir resultados. Nada contra o Joel", garantiu Zinho.

A decisão expôs novamente a falta de organização do Flamengo. O contrato de Joel previa multa rescisória de R$ 2 milhões. "O Flamengo vai cumprir o que está no contrato. Nesse momento não pensamos na parte financeira, mas no melhor para o Flamengo", afirmou Zinho, que sabe da dificuldade do clube em honrar alguns compromissos: "Vou tentar ajudar para que o Flamengo cumpra".

Fonte: Futebolinterior.com

ASA x Goias - Alagoanos querem sair da degola!

O Fantasma vem de quatro derrotas seguidas e entrou na degola na última rodada.
O ASA entra em campo nesta terça-feira contra o Goiás com um objetivo claro: sair da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida acontece no Estádio Coaracy da Mata, em Arapiraca, às 21 horas, pela 13ª rodada.

O time alagoano vem de quatro derrotas consecutivas (Avaí, Guaratinguetá, Atlético-PR e Ceará) e caiu para o 17 º lugar, com dez pontos, um a menos que o Bragantino, primeiro time fora. A equipe entrou na zona de rebaixamento na última rodada por conta da vitória do ABC.

O Goiás, por outro lado, pode entrar no G4 pela primeira vez na temporada. A equipe está na sexta posição, com 22 pontos, e em caso de vitória ultrapassará o América-RN, que está na quarta posição, com 23.

Paredão
Na partida de vida ou morte, o treinador do ASA, Heriberto da Cunha, poderá contar com a defesa titular. Os laterais Gabriel e Chiquinho Baiano e os zagueiros Fabiano e Gaúcho retornam de suspensão e estão à disposição do treinador. O restante do time não deve sofrer mudanças.

“Conversamos, vimos o que está errado, mas voltamos a cometer os mesmos erros e isso não pode acontecer. Estamos perdendo jogos para nós mesmos. Agora é esquecer e buscar a vitória que é mais importante”, afirmou o meia Didira.

De volta
No Goiás, principal novidade será o retorno do atacante Iarley. Com problemas no tornozelo, o camisa 9 ficou de fora do confronto contra o Avaí, no último sábado. Ele entra na vaga de Walter e quer a vitória de qualquer jeito para levar o Esmeraldino ao G4.

“Tem que vencer o Asa, é um adversário que a gente pega em um bom momento, a gente respeita, mas estamos em uma sequência muito boa. Temos que ir lá, respeitando, mas pensando em vencer, em conquistar os três pontos”, disse o atacante.

Fonte: Futebolinterior.com

BOMBA! Fla demite Joel Santana após nova derrota no Brasileirão

A derrota para o Cruzeiro, por 1 a 0, no último domingo, foi a gota d’água para a diretoria do Flamengo, que se reuniu na manhã desta segunda-feira e decidiu pela demissão do técnico Joel Santana (foto abaixo). Comandante foi ao Ninho do Urubu e já recolheu seus objetos pessoais.
A saída do treinador vinha sendo especulada há algum tempo, mas como o clube não tinha opções no mercado decidiu pela manutenção. Prestes a ser demitido, ele conseguiu vencer o Bahia, em Pituaçu, por 2 a 1, e adiou por mais alguns dias a decisão. Porém, o futebol apático e sem objetividade, demonstrado frente à Raposa, culminou no que estava prestes a acontecer. Em 30 jogos, foram 16 vitórias, cinco empates e nove derrotas.

Joel assumiu o comando da equipe no início de fevereiro, em substituição a Vanderlei Luxemburgo, e fracassou em todas as competições que disputou. Com o treinador, o Flamengo caiu na Taça Guanabara e na Taça Rio - os dois turnos do Campeonato Carioca. Na Libertadores, o time foi eliminado na fase de grupos.

Sobre o seu substituto, o Flamengo trabalha com o nome de Dorival Júnior, demitido na última semana do Internacional. Experiente, ele seria a salvação no rubro-negro, que hoje não tem comando e vive de altos e baixos dos seus jogadores – exemplos de Ibson, Vagner Love, Renato Abreu e Botinelli.

Renato Gaúcho (desempregado), Adílson Batista e o argentino Jorge Sampaoli (técnico da Universidad do Chile) também aparecem na lista da diretoria. Com a derrota para o Cruzeiro, por 1 a 0, o Flamengo ficou com os mesmos 15 pontos e na décima colocação.

Fonte: Futebolinterior.com

Lúcio Maranhão faz dois e passa Neymar na disputa

Apesar da derrota do ASA por 3 a 2 para o Ceará (veja os gols) e de o time estar na zona da degola da Série B, mais uma vez o atacante Lúcio Maranhão é o destaque do Prêmio Artilheiro do Ano. O jogador fez os dois gols da equipe alagoana na partida, atingindo a marca de 31, ultrapassando Neymar (com 30) e chegando à vice-liderança.O atleta do Santos está com a Seleção para a disputa de Londres-2012.

O primeiro colocado ainda é Neto Baiano, do Vitória, com 37. Ainda no triunfo do Vozão, Mota balançou a rede e agora tem 21 tentos pelo Prêmio Friedenreich. O Rubro-Negro é o vice-líder da Segundona, e o Ceará, 11º.

Alecsandro fez um dos gols na vitória do Vasco sobre o Santos por 2 a 0, assumiu a artilharia isolada do Campeonato Brasileiro com sete tentos e agora tem 22 no ano, ao lado de Felipe Azevedo, do Sport. Com a ajuda do atacante, o Cruzmaltino é o segundo colocado no torneio.

Pelo Bahia, Souza fez, mas não ajudou muito a situação do time. O atacante balançou a rede no jogo contra o Coritiba em Pituaçu e empatou com Leandro Damião (Internacional) e Wellington Paulista (Cruzeiro) com 20 gols. O Tricolor baiano chegou a estar vencendo por 2 a 0, mas permitiu que adversário empatasse em 2 a 2 – o Bahia é o penúltimo na Série A.

Quem também foi bem na rodada foi Denis Marques. O atacante marcou duas vezes no empate em 3 a 3 do Santa Cruz com o Paysandu pela Série C, chegando a 19 gols no ano. O Santa está na sexta colocação do Grupo A da primeira fase da competição.

Na Série D, o Campinense bateu o Baraúnas por 2 a 1 com a ajuda de um gol de pênalti do atacante Warley, que ainda foi expulso na partida – o primeiro cartão vermelho na carreira do jogador de 34 anos. Ele está com 23 gols pelo Prêmio Friedenreich, e o time lidera o Grupo A3 da Série D.

PRÊMIO
O troféu do Prêmio Friedenreich é uma iniciativa do programa "Globo Esporte", da TV Globo, em parceria com o GLOBOESPORTE.COM. E a disputa para ganhar o troféu é bastante democrática - e, com isso, acirradíssima. Todos os que disputam as Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro estão na briga. Além dos gols marcados nas quatro divisões da competição, serão contabilizados os feitos nos Estaduais (apenas da primeira divisão), Copa do Brasil, Taça Libertadores, Copa Sul-Americana, Recopa Sul-Americana e Mundial de Clubes da Fifa.

O HOMENAGEADO
Se Charles Miller trouxe a bola para o país e deu, com isso, o pontapé inicial para aquela que se tornou a grande paixão nacional, Artur Friedenreich foi um dos pioneiros do talento "made in Brazil". Ainda que existam controvérsias sobre o número de gols marcados pelo atacante - uma estatística aponta 1.329, apesar de outras assegurarem pouco mais de 500 -, a história, seja pelos recortes de jornais ou pelos testemunhos dos já saudosos bisavós, confirma que Fried foi um jogador extraordinário. Conquistou sete títulos paulistas (seis pelo Paulistano e um pelo São Paulo da Floresta, que deu origem ao atual São Paulo Futebol Clube), uma Copa Rocca (1914) e dois Sul-Americanos (1919 e 1922) pela seleção brasileira. Ainda no Campeonato Paulista se consagrou como artilheiro em oito edições.

OS VENCEDORES
2008 - Keirrison (Coritiba), com 41 gols
2009 - Diego Tardelli (Atlético-MG), com 39 gols
2010 - Jonas (Grêmio) e Neymar (Santos), com 42 gols cada
2011 - Leandro Damião (Internacional), 38 gols

Fonte: cadaminuto.com.br

Goleiro do ASA pede reforços e dispara: “Não vim jogar aqui para passar vergonha”

Após a quarta derrota consecutiva na série B e consequentemente a inclusão na Zona de Rebaixamento, os jogadores do ASA não pouparam criticas ao desempenho do time na competição.
Um dos mais exaltados foi o goleiro Gilson, que cobrou da diretoria novas contratações: “Precisamos melhorar muito em termo de contratações, se não fica difícil desse jeito. Joga bem, joga mal e o resultado não vem. O torcedor vai cobrar e temos que ser conscientes disso”.

O goleiro foi mais além e afirmou que não veio jogar no ASA para passar vergonha. “É duro até para andar em Arapiraca. Não vim jogar aqui para passar vergonha. Temos que ser homens e respondermos pelos nossos atos. Vou procurar sempre o meu melhor, mas não podemos aceitar as derrotas”, criticou.

“Vergonha”. Com essa palavra o volante Audálio definiu o desempenho do time na série B. “Sei que é hora de levantar a cabeça, mas tem que ter vergonha na cara. Na vi uma equipe melhor do que a nossa. Tem que ver o que fazer e reverter esse quadro. Para marcar gols é difícil, agora pra tomar”, esbravejou.

Fonte: cadaminuto.com.br

Geovani e Elsinho aparecem na Seleção da rodada

O Campeonato Brasileiro da Série B continua disputadíssimo e, por isso, mesmo a cada rodada aparecem novos craques para formar a Seleção. Nesta 12.ª rodada, o time foi armado no tradicional 4-4-2, com dois volantes e dois meias.
O destaque da rodada foi o meia Giovani, que marcou três gols – dois de falta – na virada espetacular do CRB sobre o Joinville, por 4 a 3.

Não houve mudança no G4, com as vitórias de Criciúma, Vitória e América-RN e com o empate do América-MG. Na zona de rebaixamento, uma mudança: o ASA ocupou a vaga do ABC que ganhou fôlego ao derrubar o Bragantino, por 2 a 1, em São Paulo.

Confira a Seleção da 12.ª rodada:

Goleiro: Douglas Leite (Criciúma)
Se o Criciúma ainda está na liderança é graças a grande atuação de Douglas Leite na vitória sobre o Paraná. O time visitante pressionou, principalmente no segundo tempo, e criou pelo menos quatro grandes oportunidades, mas esbarrou nas defesas do camisa 1 do Tigre, que parecia uma muralha.

Lateral-direito: Elsinho (CRB)
Após Geovani, foi o maior responsável pela virada histórica diante do Joinville. Atua mais como ala do que lateral e por isso é presença constante lá na frente. Marcou o segundo gol ao invadir a área e bater no canto do goleiro. Depois, foi seu o chute que Ivan rebateu nos pés de Geovani no gol da virada.

Zagueiro: Daniel Marques (Ceará)Outra vez brilhou na defesa do Vovô, que sofreu dois gols do ASA, mas que não impediu a vitória por 3 a 2, dentro do Presidente Vargas.

Zagueiro: Gabriel (São Caetano) O Barueri começou o jogo bem, foi para cima do Azulão, mas com uma defesa bem postada conseguiu segurar o ímpeto do time e depois fez os gols para vitória. O primeiro saiu da cabeça do zagueiro, que esteve bem posicionado, num cruzamento de Somália.

Lateral-esquerdo: Renato Peixe (Guaratinguetá)Todas as jogadas do time do Vale do Paraíba eram pela esquerda e partiam dos pés de Renato Peixe, destaque no primeiro semestre pelo São Bernardo, no Campeonato Paulista da Série A2. Eficiente na marcação, ele também arriscou chutes e quase deixou o seu gol no Estádio Dário Leite. Apesar da vontade, ele não conseguiu fazer com que o Guará saísse com os três pontos. Paciência e muito trabalho para o professor Pintado.

Volante: Guto (ABC) Foi o responsável por anular Fernando Gabriel, principal articulador de jogadas do Bragantino. O meia ficou sumido durante toda a partida, mesmo tendo feito o gol de honra dos donos da casa, e isso se deve a forte marcação exercida por Guto, que parecia um cão de guarda.

Volante: Thiago Mendes (Goiás)
Participou ativamente da terceira vitória seguida do Goiás, que ganha corpo e promete ameaçar os ponteiros da Série B já nas próximas rodadas. É importante na marcação no meio-campo, o que dá consistência ao time, tanto na parte defensiva como no ataque. Foi assim na vitória, por 2 a 0, sobre o Avaí, que sofreu a sua terceira derrota seguida e continua em queda.

Meia: Geovani (CRB)
Foi o melhor jogador da rodada e também o artilheiro e merece vestir a camisa 10. O CRB perdia por 3 a 0 até que Geovani resolveu brilhar. Diminuiu em uma linda cobrança de falta, deu passe para Elsinho marcar o segundo e depois balançou as redes em mais duas oportunidades. Novamente em cobrança de falta e depois mostrando oportunismo ao aproveitar rebote do goleiro.

Meia: Tiago Real (Joinville)
Marcou dois gols para o tricolor catarinense, que abriu 3 a 0 sobre o CRB e depois permitiu a virada, mesmo porque o retranqueiro técnico Leandro Campos não “soube vencer” outra vez. Vencia por 3 a 0, viu o adversário fazer três mudanças no intervalo e não soube neutralizá-las. Deu no que deu.

Atacante: Adriano Pardal (ABC)
Desde o início foi quem preocupou a defesa do Bragantino, mesmo atuando praticamente sozinho na frente. Depois foi corado ao ser escolhido para bater a penalidade máxima, que deu a vitória do time potiguar, por 2 a 1, sobre o time paulista, em Bragança Paulista.

Atacante: Leilson (Vitória)
O jogo foi feio, sem muitas jogadas no ataque, mas o segundo tempo baiano foi muito bom, com isso, conquistou mais uma vitória importante e permaneceu na vice-liderança da Série B. O gol saiu numa rápida jogada de Leilson, que foi lançado e bateu cruzado, sem chances para Weverton.

Técnico: Sérgio Guedes (São Caetano)
Desde que assumiu o comando do time no lugar de Márcio Araújo, Guedes não sabe o que é perder. O time já está invicto há nove rodadas, desde a terceira rodada, quando bateu o Bragantino por 2 a 0, na região do ABC. O Azulão é o melhor paulista na competição e após a vitória sobre o Grêmio Barueri, por 3 a 0, chegou aos 22 pontos, em quinto lugar. Só está um ponto atrás do América-RN, quatro colocado e último do G4 – grupo de acesso.

Merecem destaques também o Criciúma, de Paulo Comelli, ainda na liderança, e a grande virada do CRB sobre o Joinville, por 4 a 3, depois de estar perdendo por 3 a 0. No intervalo o técnico Roberto Fonseca foi corajoso, fez três mudanças e virou o jogo. E que vitória maravilhosa!

Fonte: cadaminuto.com.br
Carregando...
Brasileirão