sexta-feira, 28 de junho de 2013

Viçosa sedia II Conferência de Desenvolvimento Rural

Agricultores de 20 cidades se reuniram hoje, 28, no Centro de Formação Cônego Pimentel, em Viçosa, para discutir melhorias para as políticas públicas no desenvolvimento agrário durante a II Conferência Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário.
 
O prefeito de Viçosa, Flaubert Torres Filho, recepcionou os conferencistas. “É uma honra para Viçosa sediar um encontro com tamanha importância como é a Conferência de Desenvolvimento Rural,  um espaço onde o agricultor vai discutir as necessidades do homem do campo”.
 
Para Luciano Barros, representante da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, a Conferência é uma oportunidade das gestões municipal e estadual de agricultura conhecer a realidade do homem do campo e traçar políticas públicas estratégicas.
 
Foram sete temas em pauta, dentre elas: reforma agrária e fortalecimento da agricultura familiar. “É a segunda vez que estamos recebendo a Conferência em Viçosa. 20 municípios foram convidados. Aqui o agricultor tem voz e o que for debatido vai ser levado para a Conferência Estadual”, enfatizou Marcelo Vieira - coordenador do Programa de Aquisição de Alimentos municipal (PAA).
 
Viçosa é o primeiro município do país a criar o Programa de Aquisição de Alimentos Municipal, onde quase todas as secretarias municipais compram gêneros alimentícios da agricultura familiar. Essa iniciativa pioneira incentiva a economia local e valoriza a produção agrícola do município.
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

Secretaria de Educação realiza reunião com sindicato da categoria

A secretária de Educação de Viçosa, Ana Paula Torres, e equipe administrativa estiveram reunidos na quarta-feira, 26, com representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal). Dentre os temas abordados estavam: recesso, adequação da tabela salarial e hora-atividade.
 
A prefeitura fez um planejamento para a execução correta dos recursos vinculados à Educação e a projeção de gastos com folha e encargos dos trabalhadores em Educação do município.
 
Esse planejamento contatou que com as projeções de recursos que devem chegar ao município.A Educação está gastando 61,08% da folha de pagamento do magistéro dos recursos da folha de pagamento,
 
A dirigente municipal de educação de Viçosa, Ana Paula Torres, entregou ao sindicato o planejamento realizado pelo técnico”
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

Estudantes planejam associação para produtores de caju em Viçosa.

Empolgados com a atividade o grupo programa viajem de campo, para conhecer plantio de caju no estado, e a organização de uma associação, para os produtores de caju em Viçosa. O curso ministrado pelo engenheiro agrônomo, Alberto Espinheira é realizado pela Prefeitura de Viçosa por meio da parceria com o Programa Nacional de Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). 
 
Durante esta semana a TV Gazeta gravou um programa especial com os estudantes do curso de fruticultura e produtores viçosense. A reportagem será exibida neste domingo dia 30/06, no programa Gazeta Rural.
 
Leia mais: Curso de Fruticultura de Viçosa inicia aulas práticas (http://goo.gl/F8DlK)
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

Prefeitura de Viçosa oferta Curso de Atenção Integral ao Paciente portador de Pé Diabético

Nos dias 26 e 27, profissionais da saúde de Viçosa participam do Curso de Atenção Integral ao Paciente portador de Pé Diabético. Os professores Dr. Jackson Silveira Caiafa (RJ) e o Dr Guilherme Pitta (AL) capacitam à equipe da Saúde Familiar para o controle da doença e a implantação de medidas relativamente simples de assistência preventiva.
 
“É um privilégio estar entre os poucos municípios selecionados para receber o programa que aposta na prevenção e na atenção especial feita pelos nossos agentes.” Afirma o prefeito de Viçosa, Flaubert Filho. 
 
O Pé Diabético, terminologia empregada para enfeixar as diversas alterações e complicações ocorridas, isoladamente ou em conjunto, nos pés e nos membros inferiores dos diabéticos, é hoje uma preocupação mundial, tanto em nações desenvolvidas como, principalmente, nas, assim chamadas, em desenvolvimento.
Fonte: ANAD
Fonte: vicosa.al.gov.br
 
 

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Prefeito faz a apresentação oficial do São João de Viçosa

O prefeito Flaubert Filho lançou na manhã desta quinta-feira, 06, a programação oficial do São João de Viçosa. Serão três dias de festa, com muita segurança e bandas de sucesso. O anúncio da festa foi realizado na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, ao som de muito forró pé de serra já para os viçosenses entrarem no clima junino.
 
A Avenida Firmino Maia será transformada em um grande arraial, com atrações para todos os gostos e o tradicional trio de forró.O São João em Viçosa será nos dias 14, com Mano Walter e Calcinha Preta, 15 com Saia Rodada, Galope do Canibal e Amoda, e 22, Viola e Trio do Forró.
 
De acordo com o prefeito Flaubert Filho a programação junina deste ano foi pensada para que a população brinque, traga a família e se sinta segura, “Viçosa é considerada a cidade com o melhor São João da Região e nossa programação foi pensada para continuar essa fama e tradição, com o Trio do Forró e Viola no dia 22, além disso, fizemos uma programação que agrade a todos e ao mesmo tempo seja segura”.
 
Os festejos juninos, assim como foi o carnaval, serão no modelo indoor. Haverá vistoria do Corpo de Bombeiros, segurança da Polícia Militar e da Guarda Municipal. Não será permitida a entrada de materiais cortantes ou que poderão ser utilizados em atos violentos, como garrafas de vidros, facas e espeto de churrasco, e todos os vendedores da festa serão de Viçosa e credenciados pela equipe da Secretaria de Cultura e Turismo, os comerciantes deverão vender seus produtos em garrafas pet, latina ou latão, e copos, pratos e talheres descartáveis.
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

domingo, 16 de junho de 2013

Espanha 2 x 1 Uruguai

Atual campeã mundial e bicampeã da Eurocopa, a Espanha largou bem em busca do inédito título da Copa das Confederações. Neste domingo, na Arena Pernambuco, a equipe fez 2 a 1 no Uruguai, mas a diferença poderia ter sido maior, dado o amplo domínio espanhol ao longo dos 90 minutos. Pedro e Soldado marcaram, mas foram Fabregas e Iniesta que comandaram o show dos principais favoritos à conquista. Luis Suárez, de falta, já no fim da partida, descontou.
 
O resultado fez com que a Espanha saísse na frente no Grupo B, com três pontos, enquanto que os uruguaios ficam na lanterna. A primeira rodada da Copa das Confederações será finalizada nesta segunda-feira com a outra partida da chave: Taiti e Nigéria se enfrentam às 16 horas, em Belo Horizonte.
 
Antes da partida muito se comentou sobre quem seria o goleiro titular da Espanha. Victor Valdés vinha atuando, mas Casillas voltou a ficar com a vaga neste domingo. No fim, pouco importava quem estava no gol espanhol, já que o Uruguai pouco chegou e praticamente não levou perigo ao adversário. Em um dos poucos chutes com direção certa, Suárez marcou em chute indefensável.
Agora o time uruguaio tentará minimizar o prejuízo diante da Nigéria, na quinta, às 19 horas, em Salvador. No mesmo dia, mas um pouco antes, às 16 horas, a Espanha terá pela frente a frágil seleção do Taiti, no Maracanã.
 
Avalanche da Fúria
A chuva que vinha caindo nos últimos dias voltou a aparecer em São Lourenço da Mata, região metropolitana do Recife, mas o gramado da Arena Pernambuco mostrou estar preparado e não atrapalhou o show espanhol. A equipe começou dominando a posse e abusando das jogadas pelas laterais. Logo aos quatro minutos, Alba cruzou da esquerda e Soldado chegou um pouco atrasado. O Uruguai não conseguia ficar com a bola no pé, devido à forte marcação espanhola por pressão, já no campo de ataque.
 
A blitz espanhola dava certo e encurralava os uruguaios. A primeira grande chance saiu aos nove minutos, depois que Alba tocou, Iniesta deixou passar e Fabregas bateu da meia-lua na trave. Seis minutos depois, Iniesta aproveitou sobra de bola na entrada da área e bateu. Muslera defendeu em dois tempos.
 
Foto: Getty Images
Aos 19 minutos, a Espanha finalmente abriu o placar. Após bola levantada na área, Cavani afastou mal e Pedro encheu o pé. A bola desviou em Lugano e matou Muslera. O gol não mudou o panorama da partida e os espanhóis seguiam neutralizando o Uruguai. Aos 26, Xavi bateu falta com categoria e a bola passou raspando o travessão.
 
Sem conseguir criar, o Uruguai tentava a sorte em bolas paradas e foi assim que levou perigo aos 29 minutos. Após cobrança de falta para a área, Cavani desviou e a bola foi em cima de Casillas. Mas foi só um susto e o segundo gol da Espanha sairia na sequência. Fabregas fez linda jogada e tocou com perfeição para Soldado, que dominou e bateu no alto, tirando de Muslera, aos 31.
A Espanha seguia melhor e quase chegou ao terceiro seis minutos depois, quando Xavi cruzou e Piqué, sozinho, bateu em cima de Muslera. No lance seguinte, Fabregas achou Iniesta pela esquerda, o meia foi até a linha de fundo e rolou para o meio. Soldado só não marcou seu segundo porque a zaga afastou.
 
Na base do toque
O segundo tempo começou mais morno. A Espanha seguia com a posse de bola, sem deixar o Uruguai jogar, mas, satisfeita com a vantagem, já não exibia o mesmo ímpeto ofensivo. Mesmo sem forçar muito, Iniesta quase fez um golaço aos 10 minutos, depois de limpar Maxi Pereira e Diego Pérez e bater cruzado, com perigo.
 
Com o tempo, a equipe europeia voltou a aproveitar as subidas de Alba ao ataque, mas, ao contrário da etapa inicial, errava no último passe. Em diversas oportunidades, o lateral-esquerdo foi à linha de fundo e cruzou, mas não encontrou ninguém dentro da área. O Uruguai tentou responder se lançando ao ataque, com as entradas de Lodeiro e Forlán, e chegou ao gol em uma jogada de bola parada. Aos 43 minutos, Luis Suárez cobrou falta com perfeição e marcou, mas já era tarde.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

México 1 x 2 Itália

A seleção da Itália largou com vitória diante México na Copa das Confederações, neste domingo. Pirlo marcou em seu centésimo jogo com a camisa do país, Chicharito Hernández, de pênalti, empatou, mas Balotelli apareceu para garantir o triunfo por 2 a 1, no estádio do Maracanã, no Rio de janeiro, em jogo que teve o primeiro tempo extremamente movimentado e a etapa final morna.
 
O resultado colocou a Itália na segunda colocação do Grupo A com os mesmo três pontos do líder Brasil, mas com desvantagem no saldo de gols: 3 a 1. O México vem na sequência, em terceiro, à frente do Japão. O time mexicano volta a campo nesta quarta-feira diante da seleção brasileira, às 16 horas, em Fortaleza. Já os italianos pegam os japoneses, no mesmo dia, às 19 horas, no Recife.

Além de autores dos gols, Pirlo e Balotelli foram os comandantes da Itália, que foi melhor na maior parte dos 90 minutos. O meio-campista celebrou com estilo os seus 100 jogos pela seleção e foi o principal responsável pela vitória. Veterano, aos 34 anos, ele é um dos remanescentes da última grande conquista italiana - a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha.

Na classe...A Itália começou dominando a partida e logo aos quatro minutos Balotelli mostrou seu estilo ousado ao tentar encobrir Corona com um chute quase do meio de campo. O atacante era a principal arma da seleção europeia e parou no goleiro mexicano aos 6, depois que recebeu passe de Montolivo em boa jogada pela esquerda. Na sequência, foi a vez de Giaccherini invadir a área e bater com perigo.
O México não encontrava resposta para as investidas italianas e não conseguia parar Balotelli, que voltou a exigir boa defesa de Corona em chute de fora da área. Mas a melhor chance no início foi dos mexicanos. Giovanni dos Santos aproveitou bobeada de Abate e tocou para Guardado, que bateu. Buffon desviou e a bola ainda tocou no travessão.
Aos poucos, os mexicanos equilibraram o jogo, aproveitando erros na marcação adversária. Mas a Itália seguia mais perigosa e assustou aos 16 minutos, quando Giaccherini recebeu na esquerda e cruzou para Pirlo na área. O meio-campista tentou a finta e foi calçado pela zaga. Pênalti que o árbitro chileno Enrique Osses não marcou.

Mas aos 26 minutos não teve jeito - a Itália abriu o placar. Balotelli sofreu falta, oportunidade perfeita para que Pirlo deixasse a sua marca em uma data tão especial para ele. O veterano foi para a bola e bateu com categoria no ângulo direito de Corona, que não alcançou.
A resposta mexicana não tardou a acontecer. Barzagli engrossou com a bola nos pés e Giovanni dos Santos, esperto, roubou. O zagueiro italiano, então, não teve alternativa a não ser cometer o pênalti. Chicharito Hernández bateu no canto esquerdo de Buffon para igualar o placar, aos 33 minutos.
Na raça...
O segundo tempo começou mais lento que o primeiro, mas novamente com a Itália superior. Em outra cobrança de falta de Pirlo, a equipe quase voltou a ficar à frente aos oito minutos. Montolivo aproveitou sobra e, sozinho, bateu fraco, facilitando a defesa de Corona. Pirlo era o dono das bolas paradas e quase marcou mais um de falta aos 13 minutos.

Se o primeiro tempo havia sido extremamente movimentado, a etapa final já não exibia a mesma emoção. Itália e México pareciam mais preocupados em evitar a derrota do que em buscar a vitória. Isso até os 32 minutos, quando Balotelli acordou e deixou a sua marca. De Rossi tocou para Giaccherini, que, de primeira achou o atacante. Ele ganhou no corpo do zagueiro e bateu na saída de Corona.
Daí para frente, a seleção italiana mostrou toda sua aplicação tática e não deixou que o México pressionasse em busca do empate. O time mexicano até teve um último bom momento, em chute de longe de Jiménez que parou em Buffon, mas pouco incomodou o adversário até o apito final.

Espanha 2 x 1 Uruguai

sábado, 15 de junho de 2013

Brasil 3 x 0 Japão

Brasil não poderia pensar em uma estreia melhor na Copa das Confederações. Contagiado pelo clima de euforia e apoio das arquibancadas, a Seleção Brasileira derrotou o Japão, por 3 a 0, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, no jogo de estreia da competição internacional. Neymar, Paulinho e Jô marcaram os gols brasileiros.
 
Com o resultado positivo, o Brasil largou na liderança da chave com três pontos. Neste domingo, Itália e México se enfrentam no Rio de Janeiro pelo outro jogo do grupo.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira. O Brasil enfrenta o México, às 16 horas, no Estádio do Castelão, em Fortaleza. Um pouco mais tarde, às 19 horas, o Japão encara a Itália, na Arena Pernambuco, em Recife.

Foto: Rodrigo Villalba
 
Inícios relâmpagos e vitória
O Brasil não deu chances ao Japão e conseguiu abrir o placar logo aos três minutos em um lindo gol de Neymar. Com mais posse de bola e sem ameaçado, os comandados de Felipão tiveram certa dificuldade de penetração na primeira etapa, mas conseguiram exigir boas defesas de Kawashima.
No segundo tempo, filme repetido. Aos dois minutos, Paulinho aproveitou cruzamento rasteiro e deixou sua marca. Depois, mais para o final da partida, Oscar puxou contra-ataque pela direita e enfiou grande bola para Jô. De frente para o gol, ele só teve o trabalho de rolar na saída do goleiro.

O jogo
As vaias ao presidente da FIFA, Joseph Blatter, e a presidente da República, Dilma Roussef, certamente assustaram os jogadores brasileiros. Se o bom futebol e os resultados não acontecessem logo, certamente elas apareceriam. Por isto, Neymar e Fred trataram de não correr o risco e fizeram a jogada para abrir o placar logo aos três minutos.
Marcelo lançou para Fred no comando de ataque. O atacante do Fluminense tentou fazer o domínio, mas perdeu o controle da bola, bom para Neymar. O craque aproveitou e pegou de primeira, acertando o ângulo do Kawashima. A festa da torcida não poderia ter sido melhor.

Foto: Rodrigo Villalba
O gol não assustou o Japão. Em seguida, os visitantes tenram responder em cobrança de falta de Honda. Com certa dificuldade, Júlio César espalmou para o meio da área e Oscar completou. O meia era o jogador mais perigoso do Japão e assustou novamente ao receber cruzamento longo. Mas o japonês errou o alvo e bateu por cima do gol.
A opção por um time sem centroavante, favorecia estas jogadas de infiltração do ataque japonês, dificultando a vida dos defensores brasileiros. A insegurança de Júlio César também animou os japoses. De fora da área, Honda arriscou e de forma bizonha o goleiro defendeu. O Brasil ficava mais com a bola e chegou a ter 70% do domínio, mas haviam muitas dificuldades em penetração.
Com Daniel Alves mal, errando demais, Oscar foi sobrecarregado e peça nula na armação. O desafogo foi pela esquerda. Hulk e Marcelo deram conta do recado. Foi justamente o atacante que conseguiu quebrar o equílibro do jogo e quase marcou novamente. Do bico da área, ele arriscou, mas acertou a rede pelo lado de fora.
O Brasil, ainda, quase foi para o segundo tempo com uma vantagem maior. Neymar encontrou Fred bem posicionado dentro da área. De primeira, o camisa 0 bateu cruzado e, com a ponta dos dedos, Kawashima conseguiu fazer a defesa.

Foto: Rodrigo Villalba
Vai Paulinho...
Pode parecer história repetida ou que você já leu esta história neste mesmo texto. Mal os times haviam pisado no gramado e o Brasil balançou as redes. Daniel Alves foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Livre, Paulinho dominou e girou batendo forte. O goleiro japonês chegou a tocar na bola, mas não conseguiu fazer a defesa.
 
O Japão tentou responder no lance seguinte. Em jogada de linha de fundo, Okazaki antecipou a marcação de Thiago Silva e deu um toque perigoso, que passou tirando tinta da trave esquerda de Júlio César. O tempo foi passando e o clima da partida esfriando. Neymar e Hulk tentavam levar o Brasil à frente, mas sem o mesmo espaço do primeiro tempo.
 
Aos poucos, Felipão foi mexendo no time para administrar o resultado. O trio de ataque inicial saiu para a entrada de Hernanes, Jô e Lucas. Sem sofrer qualquer tipo de ameaça ou susto, nem jogadas de perigo no ataque, o Brasil controlou bem o jogo e conseguiu confirmar a primeira vitória.
O placar parecia definido, mas Jô e Oscar queriam mostrar seu valor dentro da Seleção. Em contra-ataque puxado pelo meia do Chelsea, o atacante recebeu grande bola enfiada e conseguiu marcar para delírio dos mais de 60 mil torcedores.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Copa das Confederações 2013 – Calendário de Jogos

Neste final de semana começa a Copa das Confederações 2013. A competição, que promete movimentar todo o Brasil, terá início neste sábado e irá até o dia 30 de junho. E para que todos possam acompanhar o Torneio, iremos divulgar aqui a Tabela Completa da Copa das Confederações 2013.
Clique na imagem e acompanhe os resultados
Clique na imagem e acompanhe os resultados
Antes de iniciarmos a agenda de jogos, é importante lembrar que a 1ª Fase da Competição está dividida em 2 grupos. No Grupo A estão: Brasil, Japão, Itália e México. Já no Grupo B estão: Espanha, Taiti, Nigéria e Uruguai.
Vamos agora aos jogos do torneio:
Dia 15 de Junho (Sábado):
  • Brasil x Japão: O jogo de abertura da competição acontecerá às 16:00, no estádio Mané Garricha, em Brasília (DF).
Dia 16 de Junho (Domingo): 
  • México x Itália: A partida acontecerá às 16:00, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).
  • Espanha x Uruguai: O jogo será realizado às 19:00, no estádio da Arena Pernambuco, em Recife (PE).
Dia 17 de Junho (Segunda):
  • Taiti x Nigéria: A partida acontecerá às 16:00, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).
Dia 19 de Junho (Quarta):
  • Brasil x México: O jogo acontecerá às 16:00, no estádio do Castelão, em Fortaleza (CE).
  • Itália x Japão: A partida acontecerá às 19:00, no estádio da Arena Pernambuco, em Recife (PE).
Dia 20 de Junho (Quinta):
  • Espanha x Taiti: O jogo será realizado às 16:00, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).
  • Nigéria x Uruguai: A partida acontecerá às 19:00, no estádio Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Dia 22 de Junho (Sábado):
  • Japão x México: O jogo será disputado às 16:00, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).
  • Itália x Brasil: A partida acontecerá às 16:00, no Estádio da Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Dia 23 de Junho (Domingo):
  • Nigéria x Espanha: O jogo será realizado às 16:00, no Estádio do Castelão, em Fortaleza (CE).
  • Uruguai x Taiti: A partida acontecerá às 16:00, na Arena Pernambuco, em Recife (PE).
Dia 26 de Junho (Quarta) – SEMIFINAIS 1:
  • 1º do Grupo A x 2º do Grupo B: O jogo será realizado às 16:00, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).
Dia 27 de Junho (Quinta) – SEMIFINAL 2 :
  • 1º do Grupo B x 2º do Grupo A: A partida acontecerá às 16:00, no Estádio do Castelão, em Fortaleza (CE).
Dia 30 de Junho (DOMINGO) – Disputa pelo 3º Lugar:
  • Perdedor da Semifinal 1 x Perdedor da Semifinal 2: O jogo será realizado às 13:00, no Estádio da Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Dia 30 de Junho (DOMINGO) – FINAL:
  • Vencedor da Semifinal 1 x Vencedor da Semifinal 2: A partida acontecerá às 19:00, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).
Fonte: agencianoticias.com.br

sábado, 8 de junho de 2013

Gabriel faz gol olímpico e Flamengo vence Criciúma por 3 a 0 fora de casa

Jogar contra o Criciúma dentro do Estádio Heriberto Hulse é um dos maiores temores de qualquer time que participa do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado (8.06), o Flamengo teve que encarar esse desafio e passou pelo adversário com autoridade. Com direito a gol olímpico de Gabriel, o Rubro-Negro venceu a partida por 3 a 0.
O Flamengo foi a campo com uma formação titular inédita. O jovem zagueiro Samir e o recém contratado Diego Silva começaram jogando pela primeira vez. Wallace iniciou a partida no lugar que vinha sendo de Renato Santos. Já Gabriel e Carlos Eduardo voltaram a ser titulares, e, na lateral esquerda, João Paulo continuou substituindo o lesionado Ramon.

O jogo ficou bom para o Flamengo logo aos 15 minutos, quando o Criciúma teve um homem expulso. A partir desse momento, o time de Jaime de Almeida passou a dominar a partida. Chances começaram a ser criadas até que, aos 37, uma delas se transformou em gol. Elias deixou Hernane na cara do gol e o Brocador mandou a bola para o fundo da rede.

O Flamengo ainda criou boas oportunidades após o gol, mas os dois times foram para o intervalo com o placar de 1 a 0 favorável ao Rubro-Negro. "A gente precisava sair na frente. Graças a Deus, esse gol foi um passo muito importante para que a gente consiga a vitória", disse Hernane durante o intervalo da partida.

No segundo tempo, a vantagem de jogar com um jogador a mais continuou dando tranquilidade ao Rubro-negro, e o domínio da partida acabou resultando em mais dois gols. Primeiro, Léo Moura fez boa jogada pela direita, cruzou para a área, o goleiro adversário espalmou a bola e ela sobrou para Gabriel, que só empurrou para o fundo da baliza.

Depois, veio o gol mais impressionante da tarde. Gabriel cobrou escanteio com muito efeito e a bola entrou direto na baliza. Como o goleiro do Criciúma espalmou a redonda assim que ela cruzou a linha, os jogadores do time da casa reclamaram com o árbitro, mas o bandeirinha confirmou: a bola tinha entrado. O gol fechou o placar do jogo: Criciúma 0 x 3 Flamengo.

"Foi gol. Eu bati o escanteio e o goleiro pegou a bola depois da linha já. Foi consciente o chute", disse Gabriel, que nunca havia feito um gol olímpico. O jogador e todo o grupo do Flamengo voltam ao Rio de Janeiro ainda na noite deste sábado.
Fonte: flamengo.com.br

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Ministério Público recebe relatório do prefeito Flaubert Filho sobre auditoria em Viçosa

A equipe responsável pela auditoria do município de Viçosa foi triplicada. Na semana passada eram 3 técnicos para averiguar as contas de 2012 e 2013. A nova equipe é composta por 9 integrantes responsáveis por analisar 2009, 2011, 2012 e 2013. O fato chegou ao Ministério Público Estadual, por meio de relatório entregue pelo prefeito Flaubert Filho ao procurador-geral de Justiça de Alagoas, Sérgio Jucá.  A reunião com o procurador aconteceu na tarde desta terça-feira, 04.
 
Durante a reunião o prefeito Flaubert Filho esclareceu os fatos que estão acontecendo no município e enalteceu que não vem criando obstáculos para a execução da auditoria, apenas externou o modo como a ação está sendo conduzida. “Não reste qualquer espaço de dúvidas de que as manifestações públicas por mim realizadas nunca, nem por hipótese alguma, se deram por receio ou ímpeto de obstaculizar o acesso do Tribunal de Contas a documentos orçamentário, fiscal e licitatório. Nunca interferi em qualquer processo fiscalizatório, inclusive já recebemos o Tribunal de Contas para realizar auditoria de 2010. A CGU auditou as contas da Secretaria de Educação e recebemos elogios pela forma como utilizamos os recursos públicos”, esclareceu Flaubert Filho.
 
O procurador Sérgio Jucá informou que estava acompanhando a situação pela imprensa. “Estranhei a iniciativa do Tribunal de Contas de enfatizar tanto uma auditoria. O fato de auditar é louvável, não temos o que questionar, mas a maneira como vem sendo feita é estranha. Uma quantidade extraordinária de funcionários concentrados apenas em uma prefeitura, isso é incomum. É a primeira vez que tenho ciência de uma ação como esta”, evidenciou o procurador-geral de Justiça de Alagoas.
 
Para acomodar os 9 técnicos enviados pelo Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, o prefeito disponibilizou o seu gabinete, que é a sala mais ampla da prefeitura. A auditoria segue normalmente e os diferentes trabalhos da prefeitura também.
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

Ufal abre inscrições para seleção em 600 vagas de cursos à distância

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) publicou edital de abertura de inscrições para o processo seletivo para preenchimento de 600 vagas para os cursos de especialização lato sensu em Gestão Pública, Gestão em Saúde e Gestão Pública Municipal. As vagas são ofertadas para três demandas: servidores públicos (municipais, estaduais e federais), servidores da própria Ufal e para a população em geral.
 
Para participar do processo seletivo o candidato deverá se inscrever, até o dia 24 de junho, exclusivamente pela internet, através do site da Copeve (Comissão Permanente do Vestibular). O valor da taxa de inscrição é R$ 30,00.
 
Os cursos tem prazos máximos de um ano para integralização dos créditos e de três meses para elaboração e defesa do Trabalho de Conclusão de Curso. Os candidatos aprovados, independentemente do pólo que escolherem, poderão optar no ato da matrícula, por um dos seguintes locais para encontros presenciais: Maceió, Arapiraca, Santana do Ipanema, Olho D'Água das Flores e Maragogi.
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Prefeitura recebe máquinas para incentivar a pesca em Viçosa

O município de Viçosa foi selecionado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura para receber uma escavadeira hidráulica e um trator de esteiras. A conquista foi publicada nesta quarta-feira, 05, na Portaria nº 77/2013 e está disponível no site do Ministério.    
 
De acordo com o prefeito Flaubert Filho as máquinas chegam pela Secretaria de Agricultura e são de grande utilidade. “Com estes equipamentos vamos fomentar a pesca em Viçosa. Estaremos incentivando o programa municipal de aqüicultura familiar, onde os pequenos agricultores terão incentivos para investir na pesca. A seleção é rigorosa e fomos aprovados. Estou feliz por mais esta conquista para o município”.
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

Viçosa realiza torneio início da Copa Viçosa de Futebol Amador

Um grande encontro esportivo marcou o torneio início da Copa Viçosa de Futebol Amador, no último domingo, 02, no Estádio Senador Teotônio Vilela. O evento atraiu um grande público que assistiu a exibição das 12 equipes do primeiro quadro que disputarão o título de campeão municipal. Houve, ainda, apresentação da Banda Afro Gurugumba e do Guerreiro Riacho do Meio.
 
Além da disputa entre os times, a Copa Viçosa tem mais uma novidade este ano: o concurso que elegerá a musa do campeonato. As candidatas foram apresentadas juntamente com suas respectivas equipes na manhã do último domingo.
 
De acordo com o secretário de Esportes, Juventude e Lazer de Viçosa, Audálio Honorato, o concurso da musa pretende valorizar a beleza da mulher viçosense apaixonada por esportes. “Queremos valorizar a beleza da mulher viçosense, amante de futebol, haverá premiação para o concurso Musa do Campeonato”. A eleição para escolha da musa da Copa Viçosa será através do voto da organização do campeonato e do voto dos internautas.
 
Com vinte e quatro equipes inscritas, a disputa da Copa Viçosa é dividida em 1° e 2° quadro, estando 12 times em cada quadro. De acordo com o prefeito Flaubert Filho, “a copa incentiva práticas esportivas, promove a integração dos atletas com o público, movimenta o comércio local e é uma grande oportunidade para os jogadores do município mostrarem potencial. Esta é a nossa quarta Copa Viçosa, ela é uma forma de peneirão para descobrir jogadores que poderão atuar no time do Comercial como atletas profissionais”.
 
O prefeito destacou ainda que Viçosa foi contemplada com diversas obras na área esportiva. “Conseguimos três milhões para reformar o estádio Senador Teotônio Vilela, estamos construindo várias quadras, como a da Escola São José e já colocamos no sistema do Ministério do Esporte a coberta das quadras do Povoado Santa Luzia e Frei Damião”, evidenciou Flaubert Filho.
 
No torneio início da Copa, houve as disputas dos 12 times que jogarão no primeiro quadro da Copa, nesta disputa quem levou a melhor foi o time Municipal, com o gol de Nel. O time venceu o Internacional por 1 a 0. As partidas de exibição, com dois tempos de 15 minutos, tiveram início às 9h e premiaram os times Municipal (1°), Internacional (2°) e CSA (3°) com os troféus prefeito Flaubert Filho 2013, Flaubert Torres 2013, e Ismael Brandão 2013, respectivamente.
 
As partidas do campeonato municipal de Futebol Amador começarão no próximo domingo, 09, com 24 equipes participantes divididas em duas chaves. Ao término da Copa Viçosa, no fim do mês de julho, serão premiados 1º, 2º e 3º lugar, melhor goleiro, melhor técnico, artilheiro, melhor árbitro, craque do campeonato, equipe mais disciplinada e jogador revelação.
 
Fonte: vicosa.al.gov.br

domingo, 2 de junho de 2013

Jorginho elogia poder de reação do Flamengo contra o Atletico.PR

O Flamengo não saiu vencedor contra o Atlético-PR, mas Jorginho viu com bons olhos o que sua equipe apresentou no segundo tempo. Em cinco minutos, o Mais Querido empatou um jogo que parecia perdido. Raça e bom futebol, por parte dos flamenguistas, não faltaram na parte final da partida, que terminou com o placar de 2 a 2.
 
 
"Tivemos muitos pontos positivos, principalmente no segundo tempo. Poder de reação grande, típico do Flamengo. Temos que jogar desta forma, com alegria, se ajudando, com raça e organização. Foi bom. As substituições feitas deram o resultado que nós queríamos. Foi um resultado extremamente positivo para nós, principalmente por causa da reação", disse o técnico Jorginho.

Quem também saiu satisfeito com o desempenho da equipe na etapa final foi Elias. "Nosso time foi bem melhor do que o deles no segundo tempo. Criamos muito, mas o goleiro fechou o gol, pegou tudo. Acabou que o resultado foi ruim, pois fomos melhores. Temos de fazer os gols", disse o volante.
 
Fonte: flamengo.com.br

Marcelo Moreno faz primeiro gol pelo Flamengo em empate com o Atlético.PR

O jogo parecia perdido, mas o Flamengo demonstrou raça e foi buscar o empate. Em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o Mais Querido chegou a estar perdendo por 2 a 0 para o Atlético-PR, mas brigou muito e conseguiu empatar em 2 a 2 no placar, que acabou sendo o resultado final. A partida foi na Arena Joinville, em Santa Catarina.

O time entrou em campo com duas mudanças em relação às escalações anteriores. Paulinho e Carlos Eduardo começaram a partida nos lugares que eram de Rafinha e Renato Abreu, respectivamente. Apesar da boa movimentação dos dois, o Flamengo não atuou bem no primeiro tempo e foi para o intervalo perdendo por 1 a 0. Gol de Ederson.

"Tivemos dificuldades, não encaixamos as jogadas e pagamos por isso. Precisamos melhorar. Vamos ver o que o Jorginho vai falar para que a gente volte melhor e faça gols", disse o meia Gabriel após o fim da primeira etapa.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com duas alterações. Rafinha entrou no lugar de Léo Moura, e Renato Abreu substituiu Carlos Eduardo. Com as mudanças, Paulinho foi deslocado para a lateral direita.

"Na realidade, não mantínhamos a posse de bola. Estávamos definindo tudo muito rápido. Joguei o Paulinho para a lateral porque ele já jogou nessa posição várias vezes e o Léo Moura cansou, o que é normal porque ele tem 34 anos", explicou Jorginho.

As mudanças de Jorginho surtiram efeito rapidamente. O Flamengo foi outro time no segundo tempo; muito mais incisivo e perigoso. Aos 32, o Mais Querido conseguiu fazer o primeiro com Marcelo Moreno, que cabeceou bem após cobrança de escanteio. Só três minutos depois, Renato Abreu balançou a rede e deixou tudo igual no placar: 2 a 2. A equipe rubro-negra carioca ainda pressionou na parte final do jogo, mas a partida terminou empatada.
Fonte: flamengo.com.br

Atlético-PR 2 x 2 Flamengo - Furacão abre vantagem, mas cochila no final

No duelo de clubes rubro-negros, o Atlético Paranaense voltou a mostrar as mesmas dificuldades do empate contra o Cruzeiro e apenas ficou na igualdade por 2 a 2 contra o Flamengo, neste sábado, na Arena Joinville, em Joinville (SC), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, depois de abrir dois gols de vantagem. Os dois times seguem sem vencer - ambos com dois pontos até o momento.
 
Os gols atleticanos foram marcados pelo atacante Ederson, aos 32 minutos do primeiro tempo e aos 26 da etapa final. O time rubro-negro carioca empatou na sequência com os gols do centroavante boliviano Marcelo Moreno, aos 33, e do meia Renato Abreu, aos 35.


Furacão sai na frente, mas cochila
O Atlético iniciou a partida melhor e dominou as ações no meio de campo com Felipe. A pressão exercida sobre o time do Rio de Janeiro deu resultado aos 32 minutos com o gol de Ederson, que chutou na saída do goleiro Felipe. A equipe da casa continuou pressionando e dois minutos depois o mesmo Ederson desperdiçou uma grande chance, após chutar fraco.
 
Na segunda etapa, porém, o Flamengo mudou sua postura em campo. A troca do meia Felipe pelo atacante Douglas Coutinho mostrou-se ineficaz no Atlético e abriu espaços para os cariocas. Apesar disso, aos 26 minutos Ederson voltou a marcar com um voleio que surpreendeu o goleiro Felipe.
 
Aos 33 minutos, o Flamengo descontou com Marcelo Moreno após uma falha da zaga atleticana que deixou o atacante livre para marcar. O gol deixou o Atlético desorganizado e, aos 35, Renato Abreu empatou o jogo após uma cobrança de escanteio, em que completou uma cabeçada de Hernane para o fundo das redes.
 
O Flamengo ainda teve chance de virar o resultado, aos 46 minutos, novamente com Renato Abreu, que cobrou uma falta que explodiu no travessão.
 
Próximos jogos
Na terceira rodada do Brasileirão, o Atlético vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta, na próxima quarta-feira, às 21 horas. Já o Flamengo, manda o jogo contra o Náutico no Orlando Scarpeli, em Florianópolis, às 22 horas.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

sábado, 1 de junho de 2013

Há 30 anos, Flamengo conquistava o tricampeonato brasileiro

Maracanã recebeu mais de 150 mil pessoas no dia 29 de maio de 1983. Público presente teve a honra de ver a primeira despedida de Zico do Flamengo.
 
No dia 29 de maio de 1983, o Flamengo foi ao gramado do Maracanã com o objetivo de ser campeão brasileiro pela terceira vez. A missão, porém, não era fácil, já que o Santos havia vencido a primeira partida, em São Paulo, por 2 a 1. Mas o Rubro-Negro não jogava sozinho; 155.253 pessoas pagaram para entrar no Maior do Mundo naquela tarde. A sinergia entre jogadores e torcedores foi incrível, a equipe liderada por Zico venceu por 3 a 0 e o Mais Querido ampliou sua hegemonia no Brasil.

"Aquele jogo foi muito especial pelo torcedor. Ao chegar no Maracanã, você já via na rua o pessoal com as bandeiras. Nós gostávamos de ver, antes da partida começar, como tava a geral. Do vestiário, já sentia aquela energia toda e pensávamos: "esse é o dia". Sabíamos que precisávamos fazer o resultado logo no início e entramos com tudo para definir o confronto", contou Adílio, que foi titular do Flamengo naquela final.

Aquele 29 de maio foi realmente "o dia". Com apenas 50 segundos de bola rolando, Zico abriu o placar. O que praticamente ninguém sabia, nem mesmo os jogadores do Flamengo, é que aquela partida era a despedida do Galinho. A diretoria rubro-negra já havia negociado o grande craque da equipe com a Udinese, da Itália, mas a negociação tinha que ser mantida em sigilo por questões contratuais.

"Demos a sorte porque, em poucos segundos, o Zico fez 1 a 0. E a gente tinha o sentimento que dava para fazer mais gols. Quando veio o 2 a 0, a torcida vibrou muito e foi incrível. O Santos era muito forte, mas o Carlos Alberto Torres (técnico do Flamengo na época) me deixou com mais liberdade e liberou o Zico também, botando o Helder na marcação. Isso foi fundamental para segurar nosso bom resultado", explicou Adílio.

O dois a zero veio com o lateral Leandro ainda no primeiro tempo. Adílio ainda não havia deixado sua marca, mas era um dos melhores em campo. Estava inspirado, tudo dava certo para ele e jogava com a raça característica de sempre. Tanta vontade merecia uma recompensa; e ela veio no finalzinho do segundo tempo. Foi ele quem fechou a vitória rubro-negra.

"Quando falo desse jogo, me emociono e fico arrepiado. No meu gol, o Robertinho pegou a bola e deu aquele tapa nela pro fundo. Aí pensei: "vou nessa". O Zico puxou dois zagueiros na primeira trave e eu entrei de peixinho. Agradeço até hoje ao Robertinho pelo cruzamento perfeito. Eu me joguei na bola e, depois que a bola entrou, não vi mais nada. Só queria comemorar, foi muita emoção. Primeiro coisa que fiz foi correr para a galera da geral".

A galera da geral, da cadeira e da arquibancada presenciou um dos momentos mais mágicos da história do Flamengo. O público presente é, até hoje, o recorde absoluto da história do Campeonato Brasileiro. Zico despediu-se com um título, o time fez uma das melhores apresentações da década de 80 e o Mais Querido, em quatro anos, conquistou seu quinto troféu de grande expressão.

Fonte: flamengo.com.br

Flamengo vence Uberlândia e é o novo campeão do NBB

Mais de 16 mil pessoas viram o Rubro-Negro conquistar o principal título do basquete brasileiro pela segunda vez.
 
A consagração de uma campanha perfeita veio na manhã deste sábado (01.06), na HSBC Arena. O Flamengo venceu o Uberlândia por 77 a 70 e conquistou o título do Novo Basquete Brasil pela segunda vez. O público de 16.634 viu a equipe que fez a melhor campanha na primeira fase levantar o troféu mais cobiçado do país.

Com uma enterrada espetacular do rubro-negro Marquinhos o jogo começou para o Flamengo. E não foi só o início que foi arrasador. O Mais Querido, que foi à quadra com Bruno Zanotti no lugar do lesionado Benite, fez um excelente primeiro quarto. A equipe chegou a abrir dez pontos de vantagem sobre o Uberlândia e terminou os primeiros dez minutos de jogo vencendo por 21 a 15.

Já o segundo quarto não foi tão bom para o Flamengo. O time não acertava chutes de três pontos e acabou deixando o adversário encostar no placar. A torcida fazia sua parte, cantando alto e incentivando, mas o jogo estava duro e nenhuma das equipes conseguia abrir uma boa vantagem no placar. Quando o cronômetro estourou, o Uberlândia vencia a partida por apenas um ponto de diferença: 34 a 33.

As primeiras bolas de três pontos do Flamengo só foram cair no terceiro quarto. Kojo, Olivinha, Bruno Zanotti e Duda Machado acertaram um arremesso de longa distância cada um. Esses chutes certeiros foram fundamentais para que o Rubro-Negro voltasse a ficar na frente no placar.

Como o Flamengo acabou o terceiro quarto na frente, 58 a 49, a equipe só administrou a vantagem no último período do jogo. Isso não significa, porém, que a parte final da partida tenha sido tranquila. O Uberlândia não se entregou em nenhum momento e valorizou muito a vitória rubro-negra. Aos gritos de "É campeão" da Nação, o cronômetro estourou e o Rubro-Negro conquistou o bicampeonato do NBB.

Após o fim do jogo contra o Uberlândia, os jogadores rubro-negros fizeram questão de exaltar a dedicação do grupo durante a disputa do Novo Basquete Brasil. Afinal, apenas talento não é necessário para que um grupo seja campeão. É preciso também muito trabalho, e isso não faltou ao time de basquete do Flamengo ao longo da última temporada.

"Sem dúvidas, este é um dos momentos mais marcantes da minha carreira. Trabalhamos muito ao longo da temporada. Ninguém trabalhou mais do que a gente. Estão todos de parabéns, principalmente a torcida, que nos apoiou sempre. Estou muito feliz e agora vou comemorar muito", disse Olivinha.

Benite foi um dos símbolos da disposição mostrada pelo grupo. Ele ficou de fora da decisão devido a uma lesão na coxa direita, mas se dedicou até o último momento para ter condições de jogo. Já com a medalha de ouro no peito, ele lembrou das dificuldades que o time teve que enfrentar.

"A determinação esteve presente desde o começo. Na pré-temporada e nos treinos, sempre resolvemos os problemas entre a gente. Toda essa determinação trouxe o título para coroar esse ano maravilhoso", falou o ala-armador.

Se Benite ficou de fora apenas da final, Marcelinho teve que acompanhar a temporada toda da arquibancada. O jogador se lesionou na primeira partida do campeonato e ainda não voltou a jogar.

"A emoção é diferente. É muito gratificante quando os companheiros me abraçam e dedicam o título a mim. Isso não tem preço. O time merecia muito. Todos têm a cara do Flamengo e se doaram muito. A gente merecia vencer", afirmou Marcelinho.
Fonte: flamengo.com.br
Carregando...
Brasileirão