sábado, 30 de novembro de 2019

Posicionamento acerca da decisão por torcida única no Palmeiras x Flamengo

O Clube de Regatas do Flamengo vem a público lamentar a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de acatar a recomendação do Ministério Público de Estado de São Paulo (MP-SP). O órgão indicou à Federação Paulista de Futebol (FPF) que realizasse a partida entre Flamengo e Palmeiras, no Allianz Parque, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, com torcida única, proibindo venda de ingressos para a torcida rubro-negra.

O acate desta decisão representa uma desobediência das regras e princípios da competição, além de um benefício ao infrator - que jogará na presença única da torcida alviverde, podendo assim obter vantagem esportiva - e a criação de precedentes catastróficos para a organização do futebol brasileiro. A não permissão da convivência de rubro-negros e alviverdes decreta a falência da segurança pública e a morte da cultura de arquibancada do futebol brasileiro.

O Clube de Regatas do Flamengo traz à tona os seguintes argumentos:

- O artigo 86 do Regimento Geral das Competições de 2019 prevê ao clube visitante direito de adquirir a quantidade máxima de 10% da capacidade permitida ao estádio. A não permissão deste direito seria uma grave violação dos direitos dos torcedores e clubes, indo contra a natureza do espetáculo e da competição;


- Não foi respeitado o princípio da reciprocidade: no primeiro turno, o Flamengo garantiu à Sociedade Esportiva Palmeiras a carga de 10% dos ingressos para o jogo no estádio do Maracanã, tendo a Polícia Militar garantido completamente a segurança e integridade física de todas as pessoas envolvidas no evento;


- O MP-SP ou qualquer outro Ministério Público não tem legitimidade para fazer recomendações a entidades privadas. O mesmo deveria ter pleiteado tal cenário junto ao Poder Judiciário.

Considerando os fatos supracitados, o Clube irá encaminhar o pedido do MP para a Procuradoria do STJD, para que o órgão adote as medidas cabíveis.  Se a Polícia Militar não se sente em condições de dar segurança a todos os envolvidos na partida, esta deveria ser realizada em outro local ou com portões fechados.

O Clube de Regatas do Flamengo reitera seu total repúdio à violência e rechaça qualquer tipo de manifestação contrária à cultura do futebol.

Fonte: flamengo.com.br

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

CRB renova contrato do treinador Marcelo Cabo até o final de 2020

O CRB renovou com o técnico Marcelo Cabo, na tarde desta quinta-feira (28) para a temporada de 2020. O time regatiano também acertou a renovação do goleiro Edson Mardden e do volante Claudinei.  

Marcelo Cabo comandou o “Galo” em 9 jogos no Brasileirão, com 4 vitórias, 4 empates e uma derrota. Ainda falta o jogo contra o Bragantino, para encerrar a participação na competição. 

Na atual temporada, o comandante regatiano também comandou o CSA e o Vila Nova na Série B. 

O volante Claudinei estar indo para a sua segunda temporada com a camisa regatiana. O atleta disputou 53 jogos no ano e é um dos atletas mais regulares da equipe. 

A expectativa é que o CRB anuncie mais jogadores nesta sexta-feira.

Fonte: cadaminuto.com.br

Cruzeiro 0 x 1 CSA - Rebaixamento inédito cada vez mais próximo!

A  Raposa é um dos únicos clubes que não foram rebaixados para a Série B do Brasileirão

Belo Horizonte, MG, 28 (AFI) - O inferno astral do Cruzeiro parece não ter fim. Com direito a pênalti perdido por Thiago Neves e confusão nas arquibancadas, o time mineiro perdeu o confronto direto para o CSA, por 1 a 0, no Mineirão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O sexto jogo sem vitória manteve o Cruzeiro na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 36 pontos, um a menos que o Ceará. Já o CSA voltou a ganhar depois de cinco derrotas seguidas e vem logo atrás, na 18ª colocação, com 32.

PRESSÃO CELESTE
Como era de se esperar, o Cruzeiro começou a partida em cima do CSA buscando logo o primeiro gol. Aos 11, Fred fez boa jogada na linha de fundo e, mesmo sem ângulo, arriscou rasteiro. A bola foi em cima de Jordi. Na sequência, Thiago Neves bateu fraco de fora da área e facilitou a vida do goleiro adversário.

Aos 29, Fred ajeitou de cabeça e Pedro Rocha bateu de primeira. A bola desviou na zaga e saiu por cima do travessão. Na sequência, Jori recebeu o cartão amarelo pela demora na reposição da bola. A melhor oportunidade do jogo veio aos 36.

CLIMA PIOROU
Pedro Rocha tabelou com Fred e saiu na cara de Jori. A bola passou raspando a trave. O pesadelo celeste aumentou aos 42 minutos. Rafinha cobrou escanteio e Ricardo Bueno cabeceou para grande defesa de Fábio. O rebote, porém, caiu nos pés do zagueiro Alan Costa, que só completou.

O nervosismo bateu de vez nos jogadores cruzeirenses e também nos torcedores, que não economizaram nas vaias. Nos acréscimos, Ricardo Bueno arriscou de fora da área e mandou nas mãos de Fábio.

COMO ASSIM?
Na volta do intervalo, Abel Braga tirou Éderson e Fred para colocar Robinho e Joel, respectivamente. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Ezequiel desviou e Jordi espalmou para escanteio. O Cruzeiro abusava das bolas alçadas na área do CSA.

Aos 11, Thiago Neves cobrou falta e Jordi fez grande defesa, espalmando para escanteio. Cinco minutos depois, Pedro Rocha caiu dentro da área após dividida com Alan Costa. O árbitro mandou o lance seguir, mas voltou atrás depois de consultar o VAR.

Thiago Neves deslocou Jordi, só que mandou para fora, aumentando ainda mais o desespero cruzeirense. A partida ficou aberta. Aos 23, Robinho arriscou de fora da área e o goleiro espalmou.

CLIMA TENSO

O camisa 10 subiu depois de perder o pênalti e a cada toque na bola era vaiado pelos torcedores. Após cruzamento rasteiro, Sassá bateu de virada e Jordi fez boa defesa. Aos 31, Robinho cobrou falta, a bola desviou no meio do caminho e parou mais uma vez no camisa 1 alagoano.
O nervosismo tomou conta de todo Mineirão. Nas arquibancadas, torcedores entraram em conflito com policiais. A partida ficou paralisada por alguns minutos devido aos sinalizados acendidos.

Apesar de ter a posse da bola, o Cruzeiro não conseguia passar pela marcação do CSA, que se defendia com quase todos os jogadores dentro da área. Aos 43, Egídio cruzou e Sassá cabeceou para grande defesa de Jordi.

Nos acréscimos, o time mineiro levantou pelo menos cinco bolas para a área do CSA, mas não conseguiu sequer o gol de empate. Os zagueiros alagoanos ganharam todos os lances.

PRÓXIMOS JOGOS
O Cruzeiro volta a campo só na próxima segunda-feira, contra o Vasco da Gama, às 20 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro. No domingo, o CSA recebe o Bahia, às 18 horas, no Rei Pelé, em Maceió. Os jogos são válidos pela 36ª rodada.

Fonte: m.futebolinterior.com.br

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Tudo ou nada: CSA joga partida decisiva contra Cruzeiro no Mineirão

CSA e Cruzeiro se enfrentam nesta quinta-feira (28), às 21h30, no Estádio Mineirão, vivendo momentos muito semelhantes. Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, o time alagoano entra em campo com 99,53% de rebaixamento e o clube mineiro aumentou sua porcentagem para os 48,8%. A Gazetaweb transmite essa partida em Tempo Real.

Na história do confrontos entre as duas equipes, o Cruzeiro leva vantagem: foram seis vitórias, um empate e uma derrota. Na partida válida pela 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, os dois times empataram por 1×1, com gols de Fred e Apodi.

O Azulão é o 18º colocado da competição, com 29 pontos, enquanto a Raposa ocupa a 17ª posição, com 36 pontos.

CSA

Argel Fucks poderá fazer mudanças no time que disputou último jogo

O Azulão está desde a 24ª rodada sem sair da zona de rebaixamento e se vê muito perto de cair para a Segunda Divisão do Brasileirão. O retrospecto do time fora de casa não ajuda: nos últimos dez jogos, foram nove derrotas e um empate. A última vitória longe dos gramados do Rei Pelé foi no dia 18 de agosto, contra o Fluminense.

O técnico Argel Fucks não poderá contar com Alecsandro, que realizou cirurgia na tíbia distal da perna direita e só deve voltar aos gramados em janeiro. Uma possível modificação no time pode ser a entrada de Rafinha na lateral esquerda e a de Euller no ataque.

A provável escalação do CSA deve ser: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán, Euller [Rafinha]; João Vitor, Jean Kléber, Jonatan Gómez; Apodi, Bruno Alves [Warley ou Euller] e Ricardo Bueno.

Cruzeiro

O ambiente do time mineiro não está nada bom. Esta semana, os torcedores visitaram a sede administrativa do clube e picharam os muros em protesto à má fase da equipe. O retrospecto em casa também não é dos melhores: nos últimos dez jogos, a Raposa ganhou apenas duas vezes, foi derrotada em outras duas oportunidades e empatou seis vezes.

Abel terá que escolher quem joga na lateral esquerda do time: Egídio ou Dodô

O técnico Abel continua sem poder contar com o zagueiro Dedé, que se recupera de cirurgia no joelho, e com o meia Rodriguinho, que passou por procedimento cirúrgico na região lombar e só deve voltar a jogar em 2020. A boa notícia é o retorno do lateral Dodô, que foi desfalque na última partida por conta de um desconforto no pé.

Sendo assim, a possível formação do Cruzeiro é: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Dodô [Egídio]; Henrique e Éderson; Robinho [Marquinhos Gabriel], Thiago Neves e David; Sassá [Fred].

Arbitragem

Vinícius Gonçalves (CBF-SP) será o árbitro da partida

O árbitro da partida será o paulista Vinícius Gonçalves Dias Araújo (CBF), auxiliado por Miguel Ribeiro da Costa (CBF-SP) e Bruno Salgado Rizo (CBF-SP). Marco Aurélio Augusto Ferreira (CBF-MG) será o quarto árbitro. Como analista de campo, Renato Cardoso da Conceição (CBF-MG).

No VAR estão Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (CBF-SP), Edina Alves Batista (CBF-SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (CBF-SP). O goiano Antônio Pereira da Silva será o observador do VAR.

Fonte: valeagoraweb.com.br

Grêmio-RS chega a Alagoas com promessa de lançar talentos para o futebol do País

Tricolor Gaúcho formalizou parceria com o Guarani-AL, no último fim de semana, e deve construir CT em Paripueira, no próximo ano

Alagoas comemora a chegada de um clube que promete revelar talentos para o futebol brasileiro: o Grêmio-RS. Tricampeão da Copa Libertadores, o Tricolor Gaúcho oficializou parceria para captar atletas no Estado. E a expectativa é de que o time construa um Centro de Treinamento, em Paripueira, Litoral Norte alagoano, já no próximo ano.

No último fim de semana, jogadores da escolinha do Guarani-AL, associação desportiva local que já treina 130 jovens de várias cidades alagoanas, foram avaliados pela comitiva gaúcha. O Guarani é considerado a melhor equipe de futebol amadora do Litoral Norte e se torna o núcleo oficial do Grêmio na Terra dos Marechais.

A observação foi feita pelo supervisor geral de captação do Grêmio em Porto Alegre, Paulo Araújo. “O alagoano tem um futebol diferente. É um futebol raiz difícil de encontrar em grandes times brasileiros. Esse talento, se lapidado, pode revelar grandes atletas”, explicou Araújo, que tem recrutado talentos para o futebol brasileiro há quase 20 anos, e, em 2018, esteve em Alagoas para conhecer melhor o trabalho do Guarani.

A assinatura do contrato se deu mais precisamente no sábado (23), em Ipioca. Além de Paulo Araújo, estiveram presentes Flávio Henrique e Everton Machado, observadores do clube, em Alagoas; Alexandre Mendonça, vice-prefeito de Paripueira; do empresário Vanderlei Turatti, entre outros.

Garotos que compõem o Guarani e que agora serão observados por representantes do Grêmio-RS, após realização da parceria

FOTO: DIVULGAÇÃO

Com a formalização da parceria, a cidade de Paripueira torna-se um dos olhos do Grêmio no Nordeste. “A região ainda é pouco explorada. Então, este apoio será muito importante. O esporte é fundamental para o desenvolvimento da sociedade. Ele tira os jovens da ociosidade e oferece uma nova vida àqueles que estão em situação de vulnerabilidade social”, destacou Paulo Araújo.

Inteligência emocional

Além das preparações física e técnica para o aprimoramento das habilidades, os jovens recebem ajuda de custo, com a distribuição de cestas básicas, bem como apoio psicológico.

Rosinaldo Gomes é educador físico e responsável técnico do clube. Com vasta experiência na área esportiva, ele já atuou como observador técnico do Athletico-PR e reforça a importância de trabalhar, não apenas o condicionamento físico do atleta, mas também o emocional. “O rendimento do jogador depende de uma série de fatores e o sucesso não depende apenas do futebol. Temos que trabalhar o talento de maneira holística. Esses jovens precisam estar aptos para lidar com alegrias e frustrações”, observou.

Sonha com a Seleção
Emanuel Vitor, 14, conhecido como “Acerola”, é da categoria Sub-15, e falou que sempre sonhou em ser jogador de futebol profissional

FOTO: DIVULGAÇÃO

Emanuel Vitor, 14, conhecido como “Acerola”, é da categoria Sub-15. Ele sempre sonhou em ser jogador de futebol profissional. É incentivado pela família e o irmão mais velho, Washington, é a sua maior inspiração. “Ele é meu exemplo. Assim como eu, também ama futebol e hoje joga no Sete de Setembro”, revela, todo orgulhoso.

O adolescente treina, pelo menos, três vezes na semana e divide a rotina entre o esporte e os estudos. “O meu maior sonho é jogar pela Seleção Brasileira. O importante é nunca desistir”, afirma.
Kauã Esdras, 16 anos, integra o Sub-17 e disse que estava com “as expectativas a mil”, antes de ser avaliado pelos representantes do Grêmio

FOTO: DIVULGAÇÃO

Minutos antes de entrar em campo para ser avaliado, Kauã Esdras, 16, estava com “as expectativas a mil”. Ele integra o Sub-17. “O meu coração está acelerado porque me preparei muito para este momento. Espero ter um bom desempenho”, declarou.

Visivelmente emocionado, o meio-campista José Cleberson, 16, da categoria Sub-20, é enfático ao ser questionado sobre o seu futuro daqui para frente. “Quero dar uma vida mais digna para a minha família. Eu tenho certeza que a chegada do Grêmio a Alagoas vai dar mais visibilidade para a gente. É uma motivação a mais”, acredita.
Meio-campista José Cleberson, 16, é da categoria Sub-20 do Guarani de Paripueira

FOTO: DIVULGAÇÃO

José Cleberson começou logo cedo e já jogou em quase todas as categorias do Guarani. “Esporte é paixão e tem me ensinado que nada na vida vem fácil”, concluiu o jovem atleta.

Fonte: valeagoraweb.com.br

Municípios receberão R$ 60 milhões em repasse do FPM

Os 102 municípios alagoanos devem receber R$ 60 milhões de repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) nesta sexta-feira (28). Maceió deve ficar com a maior parte dos recursos. Serão R$ 11,30 milhões para a capital alagoana.

Parte dos municípios do estado deve receber R$ 241.805,02 Serão 29 cidades que receberão esse valor. Os dados são da Confederação Nacional de Municípios (CNM), com base nos relatórios da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

Em todo o País, pouco mais R$ 2,1 bilhões serão divididos entre os 5.568 governos municipais, referentes ao terceiro e último decêndio do mês. O valor já considera o desconto constitucional destinado ao financiamento da educação.

Em comparação com novembro do ano passado, o fundo cresceu 11,70%, sem considerar os efeitos da inflação. Quando aplicada a inflação do período, o saldo positivo reduz para 8,82%. Neste período, no ano passado, foram repassados pouco mais de R$ 51 mi.

De janeiro até agora, também em relação a 2018, o fundo apresenta crescimento de 8,96%, mas, quando se considera a comportamento da inflação, o avanço foi 5,12%. Como a maioria das transferências federais, o fundo não apresenta uma distribuição uniforme ao longo do ano.

Além da retenção de 20% destinada ao Fundeb, dos repasses aos Entes municipais também, os gestores devem aplicar 15% em saúde de 1% deve ser destinado ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

O montante é dividido entre as prefeituras, a partir de fatores pré-definidos, dos quais a quantidade populacional se sobressai. Pelos critérios atuais, localidade com coeficiente 0,6 dividem R$ 525,9 mil. São 2.459 Municípios neste grupo, e entre eles os valores também não são igualitários.

Como por exemplo, prefeituras de coeficiente 0,6 do Amapá devem receber R$ 114.962,25, enquanto de São Paulo ficam com R$ 216.242,00 sem os descontos constitucionais. No entanto, proporcionalmente, a maior parte do fundo fica com as localidades com maior população. Desse terceiro decêndio, R$ 340.459.230,31 serão destinados aos Municípios de coeficientes 4,0 recebem, ou seja, a 166 localidades.

Fonte: valeagoraweb.com.br

Flamengo goleia o Ceará por 4 a 1 e levanta a taça de Heptacampeão Brasileiro

Bruno Henrique, três vezes, e Vitinho marcaram os gols do Mais Querido

O Mengão já entrou em campo na noite desta quarta-feira, contra o Ceará, no Maracanã, com o heptacampeonato brasileiro garantido. Mas quis fazer bonito em campo para comemorar o título com a Nação, e fez. Com três gols de Bruno Henrique, vice-artilheiro da competição, e um de Vitinho, o Mais Querido venceu por 4 a 1, de virada.

O jogo

O Mengão criou as principais chances de gol no primeiro tempo. Colocou duas bolas na trave: Uma com De Arrascaeta e outra com Bruno Henrique. Mas foi para o intervalo perdendo por 1 a 0. Na única chance que criou no primeiro tempo, o Ceará abriu o placar com Thiago Galhardo. 

No segundo tempo, a história foi diferente. A entrada de Vitinho fez o time crescer. E logo pintou a virada com três gols de Bruno Henrique. Todos eles com uma presença de área incrível do atacante. O quarto gol foi de Vitinho, que, antes de bater para o gol, deu uma pedalada linda: Final de jogo e 4 a 1 Flamengo.

Após a partida, os jogadores, incluindo Gabigol e Pablo Marí, que não estiveram em campo, ergueram a taça do Hepta e fizeram a festa com a Nação.

E agora?

O Mengão volta a campo no domingo para enfrentar o Palmeiras, pela 36ª rodada do Brasileirão.

Fonte: flamengo.com.br

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Governo de Alagoas inicia obra de implantação e pavimentação do acesso de Pindoba

Com investimento de R$ 18,5 milhões, o trecho de onze quilômetros de extensão integrará o município à malha viária alagoana pela primeira vez

O Governo do Estado deu início às obras de implantação, drenagem e pavimentação asfáltica do acesso à cidade de Pindoba, rodovia AL-445, entroncamento com a AL-110, em Viçosa, localizada na região do Vale do Paraíba.

O trecho de 11 quilômetros costuma ser um desafio diário para população, que leva cerca de trinta minutos para chegar ou sair da cidade – ou mais, em períodos de chuva -, uma vez que todo o trajeto é feito em estrada de barro.

A obra de implantação e pavimentação asfáltica do acesso de Pindoba, realizada pelo programa Pró-Estrada, vai reduzir em aproximadamente 20 minutos o tempo de deslocamento no trecho que liga a cidade a Viçosa, oferecendo mais mobilidade aos cerca de 3 mil pindobenses. Além disso, o acesso contará com os serviços de implantação das sinalizações horizontal e vertical, assegurando à população mais segurança viária em todo o percurso.

De acordo com o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, o acesso de Pindoba representa um marco na história da malha viária alagoana e do Nordeste.

“Dos 102 municípios alagoanos, faltavam apenas dois terem seus acessos implantados, pavimentados e integrados à malha viária estadual, o de Belo Monte, que já está na etapa final, com conclusão estimada para mais ou menos 90 dias, e o de Pindoba. A implantação do acesso de Pindoba significa que agora Alagoas tem a totalidade de seus municípios com acessos implantados. Esse é um grande marco para Alagoas que, na região Nordeste, é o único estado a ter 100% de seus acessos asfaltados, ampliando de forma significante as possibilidades de desenvolvimento econômico e social de Alagoas”, salientou.

A obra está sendo executada pela Secretaria de Estado de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), conta com um investimento na ordem de R$ 18,5 milhões, oriundos do governo estadual, e deverá ser entregue ainda no primeiro semestre de 2020.

“Esse é um momento de satisfação muito grande para nós que fazemos parte do Governo de Alagoas. Há muitos anos o acesso de Pindoba era reivindicado. E não é à toa que Alagoas hoje lidera o ranking de melhores rodovias do Brasil, de acordo com a pesquisa da Confederação Nacional do Transporte. A proposta do Pró-Estrada é levar dignidade, qualidade de vida e segurança aos alagoanos por meio de obras de infraestrutura viária”, concluiu Mosart Amaral.

Fonte: valeagoraweb.com.br

Há 36 anos, o Brasil perdia Teotonio Vilela, o Menestrel das Alagoas

Teotonio Vilela. (Google).
Hoje completa 36 anos da morte do Menestrel das Alagoas, Teotonio Brandão Vilela. Teotonio Vilela foi um empresário, industrial e político alagoano. Dentro de duas décadas foi deputado estadual, vice – governador e senador, reeleito para este último no pleito seguinte. Pai de Teotônio Vilela Filho, ex-governador de Alagoas e avô Pedro Vilela, ex-deputado federal.
TRAJETÓRIA
A trajetória política de Teotônio Brandão Vilela começou em 1948 quando ele se filiou à UDN, sendo um dos fundadores do partido em Alagoas, o qual foi criado em 1952. Nas eleições de 1954 foi eleito deputado estadual com 1.387 votos, ficando em 18º lugar das trinta e cinco vagas em disputa. No seu mandato de deputado estadual foi o relator do pedido de impeachment do então governador Muniz Falcão.
Nas eleições de 1958 Teotônio Vilela (UDN) foi o primeiro suplente de Arnon de Mello (UDN) para o Senado da República. Aquela eleição para o senado foi uma das mais acirradas até hoje na História de Alagoas. O vitorioso foi Silvestre Péricles (PST), com 51.816 votos (46,72%). Arnon (UDN) não obteve êxito, vindo a ficar em segundo lugar com 50.164 votos (45,23%).
Teotônio Vilela (UDN) nas eleições de 1960 foi candidato a vice-governador na chapa de Luiz Cavalcante (UDN). Luiz foi eleito com 38.915 votos (33,81%) e o segundo colocado foi Abraão Moura (PSP) com 37.213 votos (32,34%). Depois daquela eleição, por vinte e dois anos, os governadores que sucederam a Luiz Cavalcante foram nomeados em virtude do período da ditadura militar.
Nas eleições de 1962, Teotônio Vilela (UDN) foi candidato ao Senado da República, não obtendo êxito naquele pleito, ficando em terceiro lugar, com 39.843 votos (16,56%). Os dois vitoriosos para o senado, naquela eleição, foram Arnon de Mello (PDC) com 66.260 votos (27,53%) e Rui Palmeira (UDN) com 50.303 votos (20,90%).
Teotônio Vilela (Arena) nas eleições de 1966 foi candidato pela segunda vez ao senado da República. Vilela foi eleito com 73.737 votos (55,71%), concorrendo à única vaga em disputa. Silvestre Péricles (MDB) foi o segundo colocado com 58.624 votos (44,29%).
Nas eleições de 1974 Teotônio Vilela (Arena) foi reeleito senador com 140.989 votos (59,69%), concorrendo mais uma vez à única vaga em disputa. Pedro Muniz Falcão (MDB) foi o segundo colocado com 95.213 votos (40,31%).
No seu segundo mandato de senador, Teotônio Vilela começou a   distanciar-se do seu partido (Arena), o qual representava a base de apoio do governo militar. Vilela desfraldou a bandeira da redemocratização, colocando-se como porta-voz do processo de distensão e assumindo a posição “oposicionista da Arena”. Teotônio passou a usar a tribuna do Senado com discursos contundentes em favor da redemocratização do país. Em maio de 1978 aderiu à Frente Nacional pela Redemocratização. A Frente lançou a candidatura do general Euler Bentes Monteiro à presidência e do emedebista Paulo Brossard para a vice-presidência da República, buscando agrupar, além do MDB, militares descontentes e políticos dissidentes da Arena. Esta eleição foi em 1978 através do processo indireto via colégio eleitoral. João Figueiredo (Arena) foi eleito com 355 votos (61,10%), tendo como seu vice Aureliano Chaves. O segundo colocado foi Euler Bentes com 226 votos (39,9%) tendo como vice Paulo Brossard.
Teotônio Vilela filiou-se ao MDB no dia 25 de abril de 1979 e em meados de junho, durante seu primeiro discurso como oposicionista, fez duras críticas ao governo militar provocando a retirada geral dos parlamentares da Arena no plenário do Senado.
Nas eleições de 1982, o PMDB era o maior partido de oposição em Alagoas. Em convenção, o partido escolheu o advogado José Moura Rocha para candidato ao governo e Teotônio Vilela candidato ao senado. No decorrer do processo eleitoral, o senador Teotônio desistiu de sua candidatura por motivos de saúde. José Moura Rocha passou a ser o candidato ao senado e o deputado federal José Costa o candidato ao governo do Estado. A oposição teve uma vitória consagradora na capital, porém perdeu de forma fragorosa no interior do Estado. Apesar de todas as situações desfavoráveis que a oposição enfrentou nas eleições de 1982, a diferença a favor do governo foi de apenas 11%.
Menestrel das Alagoas (Foto Senado).
Em setembro de 1983, os compositores Milton Nascimento e Fernando Brant lançaram em homenagem a Teotônio, a música “o Menestrel das Alagoas”, cantada por Fafá de Belém, canção que se transformaria em hino da campanha das “Diretas Já”, movimento que tomou conta do Brasil, nos primeiros meses de 1984, exigindo que o Congresso Nacional aprovasse a Emenda Constitucional que instituía a eleição direta para o sucessor do Presidente João Figueiredo.
Teotônio Vilela foi um “viajante” que espalhou a esperança, falando a língua do povo, como ninguém fala mais. Todos nós alagoanos nos orgulhamos de Teotonio Vilela, um dos maiores vultos políticos do Brasil no século XX.
Fonte: valeagoraweb.com.br

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Mundial de Clubes 2019: veja a tabela de jogos do torneio já com o Flamengo

O Mundial de Clubes da Fifa de conheceu todos os clubes participantes da edição 2019. Flamengo, no sábado (23), e Al Hilal, no domingo (24) garantiram as duas últimas vagas. Com isso, todos os sete times já foram definidos. Ou seja, cada um deles já conhece o caminho até o tão sonhado título.

O principal favorito ao título é o Liverpool. O campeão europeu já está garantido na semifinal bem como o Flamengo, atual campeão da Libertadores. Os Reds aguardam a definição do vencedor da partida entre Monterrey, do México, contra o vencedor do confronto Al Sadd (Qatar) x Hienghène Sport (Nova Caledônia).

Veja a tabela de jogos do Mundial de Clubes 2019:
Play-off – Al-Sadd x Hienghène Sport – 11 de dezembro (15h30)

Quartas de final 1 – Monterrey x Vencedor do Play-off – 14 de dezembro (15h30)

Quartas de final 2 – Espérance de Tunis x Al Hilal – 14 de dezembro (12h)

Disputa do 5º lugar – Perdedor das Quartas 1 x Perdedor das Quartas 2 – 17 de dezembro (12h30)

Semifinal 1 – Liverpool x Vencedor Quartas 1 – 18 de dezembro (15h30)

Semifinal 2 – Flamengo x Vencedor Quartas 2 – 17 de dezembro (15h30)

Disputa do 3º lugar – Perdedor da Semi 1 x Perdedor da Semi 2 – 21 de dezembro (12h30)

Final  do Mundial de Clubes – Vencedor da Semi 1 x Vencedor da Semi 2 – 21 de dezembro (15h30)

Veja quem são os sete clubes participantes do torneio:
Liverpool (Inglaterra) – Campeão da Liga dos Campeões da Europa

Flamengo (Brasil) – Campeão da Copa Libertadores

Monterrey (México) – Campeão da Liga dos Campeões da CONCACAF

Al Hilal (Arábia Saudita) – Campeão da Liga dos Campeões da Ásia

Espérance de Tunis (Tunísia) – Campeão da Liga dos Campeões da África

Hienghène Sport (Nova Caledônia) – Campeão da Liga dos Campeões da Oceânia

Al Sadd (Qatar) – Campeão da Qatar Stars League

Veja o Caminho das Equipes



Fonte: torcedores.com

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Jorge Jesus é homenageado e ganha título de cidadão carioca

Em cerimônia realizada no Plenário do Palácio Pedro Ernesto, Mister se emociona e agradece ao Flamengo

Na manhã desta segunda-feira (25), Jorge Jesus, treinador bicampeão da Conmebol Libertadores e heptacampeão do Campeonato Brasileiro, foi homenageado na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. O Mister ganhou o título oficial de Cidadão Honorário carioca das mãos do vereador Felipe Michel. O presidente, Rodolfo Landim, o vice-presidente Geral, Rodrigo Dunshee, o vice-presidente de Relações Externas, Luiz Eduardo Baptista, o CEO, Reinaldo Belotti, o diretor de Futebol, Bruno Spindel e o diretor de Relações Governamentais, Aleksander Santos, estiveram presentes 

Sob a presença de muitos torcedores rubro-negros, seus familiares e convidados, Jesus fez um discurso muito emocionado, onde citou a felicidade por receber a homenagem, falou da ligação entre os países e exaltou o Flamengo.

"Como português e hoje cidadão carioca, até porque antes eu já era cidadão brasileiro por conta da ligação entre Brasil e Portugal, me sinto orgulhoso. Na minha infância, meus professores me ensinaram que o Brasil era um país irmão. Foi assim que fui educado. Se estou aqui é graças ao Clube de Regatas do Flamengo, que me proporcionou essa oportunidade. Posso dizer pra todos que trabalho no maior clube do mundo. O futebol é um meio de união e de cultura. Então, Portugal está orgulhoso de mim", declarou. 

"O Mister está fazendo um trabalho maravilhoso e tem inúmeras características que me chamaram atenção desde o primeiro dia que conversamos. Queria agradecer ao Felipe Michel por prestar essa homenagem a um português que é muito carioca. Além de um reconhecimento pela profissão, é também por todas as atitudes dele. O meu desejo e de toda Nação é que o Mister fique muito tempo conosco", disse Rodolfo Landim.

Fonte: flamengo.com.br

Flamengo é campeão brasileiro e se torna primeiro time desde 1963 a ganhar Nacional e Libertadores no mesmo ano

Depois de ter sido campeão da Libertadores no último sábado, o Flamengo conquistou também o título do Campeonato Brasileiro neste domingo, com a derrota do Palmeiras para o Grêmio por 2 a 1. Com o feito, o Rubro-Negro se tornou o primeiro time desde 1963 a ganhar o Brasileiro e a Libertadores no mesmo ano.

A única equipe que obtivera tal feito havia sido o Santos, ao conquistar as edições de 1962 e 1963 da Taça Brasil - que ganhou status de Brasileiro após resolução da CBF em 2010 - e da Libertadores. Comandado por Pelé, o Peixe dominou o futebol do país naquela década e conquistou o status de um dos melhores times de todos os tempos.

Desde então, nenhum time do país conseguiu ganhar o maior título nacional e a Libertadores na mesma temporada.

Como o jogo da 34ª rodada contra o Vasco havia sido antecipado para o dia 13, o Flamengo conquistou o Brasileirão sem nem entrar em campo. Faltando quatro jogos para cada equipe, o Rubro-Negro soma 13 pontos a mais do que Santos e Palmeiras.

Em 34 partidas até agora, o Flamengo venceu 25, empatou seis e perdeu três. A equipe tem os dois principais artilheiros da competição: Gabigol, com 22 gols, e Bruno Henrique, com 18. O Rubro-Negro não perde desde a 13ª rodada, quando foi derrotado pelo Bahia por 3 a 0. De lá para cá, foram 18 vitórias e três empates.

Após conquistar a Libertadores, o Flamengo deixou Lima na madrugada deste domingo e chegou ao Rio pouco antes das 11h. Do aeroporto, o time seguiu para o Centro, onde desfilou em trio elétrico por quase quatro horas. Logo após o início do jogo entre Palmeiras e Grêmio, o trio deixou a Avenida Presidente Vargas.

No momento do apito final na Arena Palmeiras, os jogadores do Flamengo estavam no ônibus do clube no bairro do Recreio dos Bandeirantes, a caminho do Ninho do Urubu. Em festa, os atletas gritaram "É campeão" e "Volta pro trio".

Fonte: cadaminuto.com.br

Palmeiras 1 x 2 Grêmio - Tricolor vence e 'dá' o título ao Flamengo

Com 81 pontos ganhos, o Flamengo não pode ser mais alcançado por nenhuma equipe nas quatro rodadas restantes do Brasileirão

Dois títulos expressivos em menos de 24 horas. Este é o Flamengo de Jorge Jesus, Gabigol, Bruno Henrique e cia. Sem entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro neste fim de semana por conta da disputa da decisão da Conmebol Libertadores, o Mais Querido conquistou hoje o Heptacampeonato. O Rubro-Negro se beneficiou da derrota do Palmeiras por 2 a 1 para o Grêmio, na Arena Palmeiras. O clube paulista não pode mais nos alcançar.

1980, 1982, 1983, 1987, 1992, 2009 e agora 2019... Pode gritar, Nação! É Heptaaaaaaaaaaaaaa! Mengoooooooooooooo!

São Paulo, SP, 24 (AFI) - O Flamengo é campeão brasileiro. Mesmo sem entrar em campo, o rubro-negro garantiu seu sexto título nacional neste domingo após o Palmeiras perder em casa para o Grêmio por 2 a 1, neste domingo, em duelo válido pela 34ª rodada. Foi o segundo título seguido do time carioca em apenas 24 horas. No sábado, o Fla faturou a Copa Libertadores, no Peru.

No Allianz Parque, o Palmeiras precisava vencer o Grêmio para manter escassas chances de título e ao menos adiar a nova conquista do Flamengo. Mas a equipe gaúcha buscou a vitória, com gols de Everton Cebolinha e Pepê e garantiu matematicamente a vaga na próxima edição da Libertadores. Pelo time paulista, Bruno Henrique balançou as redes, de pênalti.

SOLTA O GRITO, RUBRO-NEGRO
Com 81 pontos ganhos, o Flamengo não pode ser mais alcançado por nenhuma equipe nas quatro rodadas restantes do Brasileirão. Com o resultado deste domingo, o Palmeiras estacionou nos 68 pontos, mesma pontuação do Santos, que assume a vice-liderança por ter uma vitória a mais: 20 a 19. Já o Grêmio chega aos 59 e se consolida na quarta posição.

VIDA BOA!
Campeão da Libertadores no sábado, ao derrotar o River Plate por 2 a 1, no estádio Monumental, em Lima, o Flamengo se tornou o primeiro time brasileiro a celebrar a conquista do Brasileirão pela televisão, sem estar em um jogo. Desde a adoção do formato dos pontos corridos, em 2003, o campeão sempre estava em campo quando o título foi definido.

PRIMEIRO TEMPO
Após dois empates consecutivos, com Corinthians e Bahia, o técnico Mano Menezes resolveu testar alterações no time do Palmeiras para tentar fazer o ataque voltar a funcionar. Lucas Lima e Borja entraram nos lugares de Gustavo Scarpa e Deyverson na equipe titular. Apesar das mudanças, os dois não conseguiram aproveitar a oportunidade dada pelo comandante.

Logo nos primeiros minutos, Geromel errou dentro da área e Borja acabou finalizando por cima do gol. Se não estivesse tão ansioso, até pela grande cobrança que sofre das arquibancadas, o colombiano poderia ter ajeitado para Zé Rafael, que estava livre na entrada da área.

Mesmo sem ser brilhante, o Palmeiras conseguiu encurralar o Grêmio nas primeiras ações do jogo. Dudu, o mais lúcido do setor ofensivo, conseguia levar vantagem em quase todas as jogadas sobre Cortez e levava perigo nos cruzamentos, seja pelo chão ou pelo alto.
Mesmo com força máxima, o Grêmio pouco ameaçou o gol de Weverton. Principal jogador da equipe gaúcha, Everton Cebolinha ficou isolado pela esquerda e nem de longe lembrou aquele jogador que brilhou nas quartas de final e tirou o Palmeiras da Libertadores deste ano.

Sem muito obrigação, os defensores do time alviverde se lançaram ao ataque. Thiago Santos e Vitor Hugo apareceram duas vezes na área rival e, por pouco, não abriram o placar.

ETAPA FINAL
Na volta para a segunda etapa, Mano Menezes tirou Borja e colocou em campo Luiz Adriano. O atacante só não começou a partida por estar voltando de lesão na coxa direita e não ter condições de atuar por 90 minutos.

A troca, no entanto, não surtiu muito efeito. O Palmeiras continuou tentando atacar, mas sem ser efetivo. Mais confortável em campo, o Grêmio começou a sair mais nos contra-ataques, tentando aproveitar a velocidade de seus atacantes. E foi em uma dessas escapadas que Everton invadiu a área e foi derrubado por Gustavo Gómez. Pênalti claro. Na batida, o gremista bateu no canto. Weverton ainda acertou o canto, mas não conseguiu pegar.

Mesmo sem brilho, o Palmeiras foi para o abafa e foi encurralando o Grêmio, que abriu mão de ficar com a bola. E foi em um lance despretensioso que o empate surgiu. Dudu se posicionou para dominar uma bola mal cortada pela defesa e foi derrubado por Cortez. Pênalti. Na batida, Bruno Henrique não deu chances para Paulo Victor.

O time alviverde até pressionou no fim, mas não conseguiu o gol que adiaria a conquista do Flamengo e ainda ouviu muitas vaias das arquibancadas no apito final. Para piorar, em contra-ataque, o atacante Pepê encobriu Weverton e garantiu a vitória gremista dando o título ao Flamengo.

SEQUÊNCIA
As duas equipes voltam a campo no meio de semana, pela 35ª rodada. Às 21h30 de quarta-feira (27), o Grêmio visita o Athletico, em Curitiba (PR), na Arena da Baixada. No dia seguinte, às 19h30, o Palmeiras encara o Fluminense, no Rio de Janeiro (RJ), no Maracanã.

Fonte: m.futebolinterior.com.br

CSA e CEO abrem Campeonato Alagoano 2020; confira demais jogos!

FAF divulgou, nesta sexta-feira (22), a tabela da primeira fase da competição; 'Clássico das Multidões' acontecerá apenas na última rodada

A federação Alagoana de Futebol (FAF) divulgou nesta sexta-feira (22) a tabela da primeira fase do Campeonato Alagoano 2020. A primeira partida, marcada para o dia 22 de janeiro, será entre CSA, atual campeão da competição, e CEO, em Olho D?água das Flores.
No dia 26, CRB x Murici, Coruripe x CSE e Jaciobá x ASA enceram a primeira rodada. Dia 29 de janeiro, o CSA enfrenta o Jaciobá. ASA X CEO, Murici X Coruripe e CSE X CRB encerram a segunda rodada.
A terceira rodada se inicia no dia 5 de fevereiro, com Jaciobá x Murici. No dia 9, Coruripe x CEO. Três dias depois, CRB x ASA fazem um dos clássicos da competição. E, no dia 16, CSA x CSE encerram.
As datas da 4ª, 5ª, 6ª e 7ª rodadas serão divulgadas posteriormente pela FAF, já que alguns times que disputam o Alagoano também jogam a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil.
CSA é o atual campeão da competição
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
O famoso ?Clássico das Multidões?, partida entre CSA x CRB, sacontecerá apenas na última rodada da primeira fase.
Lembrando que o campeonato desse ano será realizado no mesmo formato do ano passado: na primeira fase, todas em equipes jogam entre si em partida única. Os quatro melhores colocados avançam para as semifinais. Os dois times que vencerem seus jogos farão a finalíssima, marcada para o dia 26 de abril.
Confira os jogos da primeira fase
1ª rodada
22/01/2020
CEO x CSA
26/01/2020
Coruripe x CSE
Jaciobá x ASA
CRB x Murici
2ª rodada
29/01/2020
CSA x Jaciobá
02/02/2020
ASA x CEO
Murici x Coruripe
CSE x CRB
3ª rodada
05/02/2020
Jaciobá x Murici
09/02/2020
Coruripe x CEO
12/02/2020
CRB x ASA
16/02/2020
CSA x CSE
4ª rodada
CEO x CSE
Coruripe x ASA
Murici x CSA
Jaciobá x CRB
5ª rodada
CSA x Coruripe
ASA x Murici
CRB x CEO
CSE x Jaciobá
6ª rodada
Murici x CSE
Jaciobá x CEO
CRB x Coruripe
ASA x CSA
7ª rodada
CSA x CRB
CSE x ASA
Coruripe x Jaciobá
CEO x Murici
Fonte: valeagoraweb.com.br

CRB empata com o Figueirense e não tem mais chances de chegar à Série A

Galo tentou, beijou o travessão duas vezes, mas não saiu do 0x0 com o Figueira, no Trapichão; equipe apenas cumprirá tabela contra o Bragantino

O cântico da torcida regatiana: “o nosso sonho não acabou”, deixou de fazer sentido nesta edição de Campeonato Brasileiro da Série B. O empate sem gols com o Figueirense, nesta sexta-feira (22), deixou o CRB sem chances matemáticas de entrar no G4 e, consequentemente, chegar à Série A em 2020.

Jogando no Estádio Rei Pelé, Galo carimbou a trave duas vezes, pressionou, mas não tirou o 0x0 do marcador. Com o resultado, o Regatas chegou aos 55 pontos, na 6ª colocação, a quatro do Coritiba (4º) e como existe apenas mais três pontos em disputa, não alcançará o Coxa.

O Figueira, por sua vez, assegurou a permanência na Série B da próxima temporada e rebaixou de uma só vez Vila Nova, Criciúma, São Bento e Londrina. Os quatro últimos colocados da Segundona disputarão a difícil Série C em 2020.

Jogadores do CRB buscaram o resultado, sobretudo no segundo tempo, mas não tiveram êxito no ataque

Na última rodada, o CRB vai encarar o campeão Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP. O Figueirense vai a campo contra o Operário-PR, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC. Todos os jogos da rodada acontecerão no sábado (30), às 16h30.

CRB: Edson Mardden (Fernando Henrique); Daniel Borges, Wellington Carvalho, Ewerton Páscoa e Bryan; Claudinei, Lucas Siqueira e Élton (Edson Cariús); Alisson Farias, Willie (Daniel) e Léo Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca.

Figueirense: Pegorari, Luis Ricardo, Alemão, Pereira e Conrado; Patrick, Tony e Fellipe Mateus; Victor Guilherme (Robertinho), Breno (Héliton) e Rafael Marques (Andrigo). Técnico: Pintado.

Fonte: valeagoraweb.com.br

domingo, 24 de novembro de 2019

Virada espetacular! Mengão vence o River Plate por 2 a 1 e é bicampeão da Conmebol Libertadores

Com dois gols do artilheiro Gabigol, Mais Querido pinta a América de vermelho e preto

Sonho realizado! Na grande final da Conmebol Libertadores, realizada na tarde deste sábado (23), no Estádio Monumental de Lima, no Peru, o Flamengo escreveu mais um lindo capítulo em sua história ao conquistar o bicampeonato. O Mengão, numa virada espetacular, venceu o River Plate por 2 a 1, com dois gols de Gabigol, que fez o sonho da imensa Nação Rubro-negra virar realidade.

Após uma campanha irretocável a partir das quartas de finais da competição, onde o time rubro-negro apresentou um belo futebol que encantou a todos, o Mais Querido chegou à final e, na base da raça e da técnica, conseguiu o triunfo diante do atual campeão River Plate e, mais uma vez, alcançou o topo da América e fez a alegria de milhões de rubro-negros espalhados pelo mundo inteiro.

O jogo
A partida começou com o Flamengo dominando as ações, tentando encontrar espaços para penetrar na defesa do River, mas a pressão inicial não surtiu efeito. Aos 14 minutos, Nacho Fernández chegou à linha de fundo e cruzou para a entrada da área. Borré bateu rasteiro para abrir o placar: 1 a 0. Apesar das tentativas de ataque do Rubro-Negro, os argentinos conseguiram neutralizar e terminaram a primeira etapa em vantagem no placar.

O Mais Querido iniciou a segunda etapa tentando exercer uma pressão, mas o time argentino conseguia bloquear as tentativas ofensivas do Flamengo. Aos 43 minutos, o Mengão chegou ao gol de empate. Lucas Pratto perdeu a bola e Bruno Henrique achou Arrascaeta dentro da área. O uruguaio cruzou rasteiro e achou Gabigol livre, que só teve o trabalho de empurrar para a rede: 1 a 1. Com o empate, o Rubro-Negro foi pra cima buscar a virada. Aos 46, veio o gol para explodir a Nação Rubro-negra de felicidade. Após lançamento, Gabigol ganhou de Pinola e soltou a bomba de pé esquerdo para virar o jogo e decretar o título rubro-negro. Mais uma vez, a América é vermelha e preta!

Escalação do Flamengo
Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio, Filipe Luís; W. Arão (Vitinho), Gerson (Diego), De Arrascaeta (Piris da Motta), Everton Ribeiro, Bruno Henrique; Gabriel Barbosa.

Fonte: flamengo.com.br

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Rodrigo Caio projeta grande final em Lima

Zagueiro diz que está muito animado para participar de sua primeira final de Libertadores

Falta pouco para a grande final da Conmebol Libertadores, contra o River Plate, em Lima, no Peru. Essencial na campanha do Flamengo na competição internacional, o zagueiro Rodrigo Caio concedeu entrevista coletiva antes do treino da tarde desta terça-feira (19), no Ninho do Urubu. Em conversa com os jornalistas, o atleta falou sobre a felicidade de disputar um título desse porte.

- Sinto o prazer de jogar uma final muito grande. Se tem medo de perder nunca vai conquistar, penso dessa forma. É caminhar com pensamento positivo, sabendo que você se dedica. Não tenho medo de nada, tenho uma grande satisfação de fazer parte desse grupo maravilhoso, de pessoas que querem marcar o nome no clube. Não tenho porque ter medo, estamos felizes pelo momento e queremos fazer história - destaca.

Rodrigo Caio falou sobre a preparação para a equipe e diz que o apoio da família é muito importante antes de um jogo decisivo como esse fora do país.

- Primeiro objetivo é descansar junto com os familiares, que são as pessoas que nos fortalecem, dão suporte nos momentos bons e ruins. E também para treinar no nosso CT, com as pessoas que estão juntas conosco em todos os momentos. Treinar hoje, amanhã, quarta à tarde a gente viaja. Esses dias vão ser importantes para afiar os detalhes para chegar em Lima preparado - ressalta.

Antes da viagem para Lima, o elenco rubro-negro realiza a última atividade no Ninho do Urubu na manhã desta quarta-feira (20).

Fonte: flamengo.com.br

domingo, 17 de novembro de 2019

Herói do título no Mundial Sub-17, Lázaro comemora: 'Tenho sorte em decisões'

Atacante do Flamengo já conta com uma multa de aproximadamente R$ 370 milhões e tem status de futura joia do clube carioca

Gama, DF, 17 - Herói na semifinal do Mundial Sub-17 com a seleção brasileira, Lázaro voltou a brilhar na grande decisão do torneio contra o México neste domingo, marcando o gol que deu ao País o seu quarto título da categoria na vitória por 2 a 1, neste domingo, no estádio Bezerrão, na cidade-satélite do Gama (DF).

Se diante da França, na fase anterior, ele foi o responsável pelo gol da vitória por 3 a 2, era natural que o público de mais de 14 mil pessoas que lotou o pequeno estádio gritasse por seu nome após o gol inaugural da partida, marcado pelo mexicano González, aos 20 minutos do segundo tempo.

Em campo logo depois, o atacante do Flamengo, que já conta com uma multa de aproximadamente R$ 370 milhões e tem status de futura joia do clube carioca, motivou os gritos de "eu acredito" advindos das arquibancadas. Para ele, tal confiança já estava entronizada. "Quando entrei, estava confiante que ia fazer o gol do título. E Deus me abençoou", contou o jogador, ainda no campo de jogo, após a premiação.

DESTINO
A felicidade de Lázaro neste domingo por pouco não se concretizou, pois o jogador não estava na lista inicial do técnico Guilherme Dalla Déa. Só acabou entrando depois do corte de Juan, do São Paulo, por lesão.
"Tenho tido a sorte de em decisões estar sempre presente para ajudar a equipe. E ser campeão do mundo, ainda mais dentro de casa, quando saímos perdendo, e poder fazer o gol do título, foi muito importante", comentou o flamenguista, que é artilheiro do Campeonato Brasileiro da categoria, com 15 gols.

DIFICULDADES
Capitão da equipe e responsável por erguer o troféu do Mundial no protocolo da Fifa, o zagueiro Henri lembrou das dificuldades enfrentadas antes do torneio e exaltou o poder de recuperação da equipe, eliminada no qualificatório e presente na competição apenas por ser país-sede. "A gente bateu na trave duas vezes, no Sul-Americano Sub-15 e Sub-17, mas acabamos tendo nova chance e, no fim, terminamos campeões dentro de casa", lembrou o jogador do Palmeiras.

Fonte: m.futebolinterior.com.br

Flamengo vence o Grêmio por 1 a 0 e conquista mais um triunfo no Brasileirão

Gabigol fez mais um e garantiu mais três pontos para o Mengão

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo (17) e venceu o Grêmio, fora de casa, por 1 a 0, em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol rubro-negro foi marcado por Gabigol, de pênalti.

O jogo
A partida começou bastante equilibrada, com as duas equipes buscando as jogadas ofensivas. Aos 19 minutos, o Flamengo chegou com perigo. Gabigol tabelou com Arrascaeta, recebeu dentro da área e chutou rasteiro. Paulo Victor salvou com as pernas. Aos 33’, o juiz marcou pênalti para o Rubro-Negro. Gabigol foi para cobrança e fez 1 a 0 para o Mengão, que terminou o primeiro tempo em vantagem no placar.

Na segunda etapa, o jogo continuou bem disputado, com muito perde e ganha no meio-campo. O Mais Querido tentava construir as jogadas ofensivas pelos pés de Arrascaeta, muito bem na partida. O Grêmio também buscava o gol alçando bolas na área, mas a defesa rubro-negra estava firme e cortava tudo. E assim terminou o duelo com mais vitória do Mengão por 1 a 0.

E agora?
No próximo sábado (23), o Mengão encara o River Plate (ARG) na final da Conmebol Libertadores 2019. O jogo será disputado no Estádio Monumental de Lima, no Peru, às 17h (horário de Brasília).

Escalação do Flamengo
Diego Alves; Rodinei, Thuler (Rodrigo Caio), Rhodolfo, Renê; Piris da Motta, Diego (Vinícius Souza), De Arrascaeta, Lucas Silva (Everton Ribeiro), Reinier; Gabriel Barbosa.

Fonte: flamengo.com.br

CRB 2 x 0 Ponte Preta - Um continua sonhando com acesso e outro decepcionando

CRB segue em sexto lugar e com chance de subir, enquanto a Macaca acumula a nona rodada sem vencer

Maceió, AL, 16 (AFI) - O CRB manteve vivo o sonho de acesso ao derrotar a Ponte Preta pelo placar de 2 a 0, neste sábado, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 36.ª e antepenúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, as chances de entrar no G-4 são mínimas. O time alagoano tem 54 pontos, seis a menos do que o Atlético Goianiense, o quarto colocado.

Com isso, apenas uma combinação de resultados faria com que o CRB conquistasse o acesso. Já a Ponte Preta, que conheceu o seu nono tropeço consecutivo, seguiu estacionado nos 44 pontos. A sua última vitória foi 3 a 1 sobre o londrina, na 27ª rodada.

ATRÁS DO GOL
O jogo começou com ambas as equipes buscando o gol. O CRB, no entanto, foi mais efetivo e abriu o placar logo aos nove minutos. Guilherme Guedes derrubou Daniel Borges dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Léo Ceará foi para cobrança e deslocou Ygor Vinhas para fazer 1 a 0.

A Ponte Preta sentiu o gol e deu ainda mais espaço para o CRB contragolpear. O time alagoano chegou a marcar, aos 27 minutos, com Willie, mas o assistente Vinícius Melo levantou a bandeira, pegando impedimento.

BOA RESPOSTA
O time de Campinas respondeu na sequência. Vico arriscou e parou em Edson Mardden. Na sobra, Roger tentou, porém o atacante cometeu falta no goleiro adversário.

Antes do apito final, o CRB voltou a acelerar o jogo e pressionou a Ponte Preta até que aos 44 minutos fez 2 a 0. Willie recebeu cruzamento rasteiro de Daniel Borges e tocou de calcanhar para Lucas Siqueira. Com o gol vazio, o volante só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

RITMO LENTO
O segundo tempo começou em ritmo lento. O CRB foi criar a sua primeira oportunidade apenas aos 12 minutos. Alisson Farias recebeu livre dentro da área e rolou para Willie marcar. O volante, no entanto, estava em posição irregular, marcado pela arbitragem. A Ponte Preta, por sua vez, tentou responder, mas Edson Mardden evitou o cruzamento de Arnaldo.

Em vantagem, o time alagoano passou a administrar o resultado e fez a bola rolar. Sem correr riscos, o CRB acabou confirmando uma vitória importante para deixar o clube vivo na briga pelo acesso. Já a Ponte Preta esboçou uma pressão, porém não conseguiu superar o rival.

ÚLTIMOS JOGOS
Os próximos compromissos do CRB são contra Figueirense, na sexta-feira, novamente em Maceió, e Bragantino, no próximo dia 30, em Bragança Paulista (SP). Já a Ponte Preta pega o Sport nesta quarta, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, e encerra a sua participação frente ao Brasil-RS, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Fonte: m.futebolinterior.com.br

domingo, 10 de novembro de 2019

Flamengo 3 x 1 Bahia - A questão agora é: quando o título vai ser confirmado?

Com o resultado, os donos da casa foram para 77 pontos, dez à frente do Palmeiras e treze a mais do que o Santos

Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) - O Flamengo deu mais um grande passo para conquistar o título do Campeonato Brasileiro. No começo da noite deste domingo, a equipe rubro-negra saiu atrás no marcador, mas teve forças para conseguir a virada por 3 a 1 para cima do Bahia, pela 32.ª rodada, em partida disputada no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Com o resultado, os donos da casa foram para 77 pontos, dez à frente do Palmeiras e treze a mais do que o Santos, as outras equipes que ainda têm alguma chance de ser campeão. Os visitantes, por outro lado, ficam em nono, com 43.

Cabe lembrar, porém, os tricolores foram os responsáveis pela única derrota do técnico Jorge Jesus à frente dos rubro-negros. No primeiro turno, na rodada 13, na Arena Fonte Nova, em Salvador, vitória nordestina pelo placar de 3 a 0. O treinador português estava suspenso e viu o auxiliar João de Deus ficar no banco de reservas.

PRIMEIRO TEMPO
Os primeiros 45 minutos foram intensos, mas com poucas oportunidades. O Flamengo ameaçou com Gabigol, se aproveitando de posição de impedimento, logo aos cinco minutos. O atacante, porém, parou em boa defesa do goleiro Douglas Friedrich. O Bahia, por outro lado, apostava em contra-ataque, mas falhava demais.

Em um lance casual, aos 39, Pablo Marí tentou cortar um lançamento e mandou a bola em Filipe Luís. Nino Paraíba ficou tranquilo, foi à linha de fundo e colocou na cabeça de Élber, que obrigou Diego Alves a trabalhar. O próprio atacante tricolor ficou com o rebote e mandou na área. Willian Arão foi tentar cruzar e acabou fazendo contra.

SEGUNDO TEMPO
Na metade final da partida, os donos da casa partiram para cima em busca da virada. Logo aos oito minutos, a ‘joia’ Reinier, que entrara no intervalo na vaga do atacante Vitinho, recebeu cruzamento de Gabigol e cabeceou com estilo para deixar tudo igual.

Mais à frente, Gabigol mostrou que, se não faz gol, dá assistência. Aos 26, Filipe Luís enfiou para o centroavante, que cruzou na medida para Bruno Henrique. O atacante até pegou estranho, mas foi o suficiente para vencer o arqueiro tricolor e consolidar a virada.

á aos 42, Willian Arão se arriscou em bater falta na entrada da área. Com categoria, mandou no travessão. No rebote, Gabigol mostrou faro de gol para, sem qualquer marcação, só rolar para dentro e confirmar o triunfo.

PRÓXIMOS JOGOS
O Flamengo volta a campo na quarta-feira, quando encara o arquirrival Vasco da Gama, em partida válida pela 34.ª rodada, a qual foi adiantada por conta da participação rubro-negra na decisão da Libertadores. No domingo, às 16h, pela 33.ª rodada, o Mengo visita o Grêmio, em Porto Alegre (RS), na Arena do Grêmio, enquanto o Bahia recebe o Palmeiras, em Salvador (BA), na Arena Fonte Nova.

Fonte: m.futebolinterior.com.br

CRB leva susto, mas vence o Atlético-GO e mantém vivo o sonho do acesso

O CRB está vivo na luta pelo acesso. Na noite deste sábado (09), o time regatiano recebeu um adversário direto, o Atlético Goianiense, abriu boa vantagem com gols de Léo Ceará, tomou um susto no final do jogo, mas acabo vencendo por 2 a 1 no Estádio Rei Pelé.

A vitória levou a equipe alagoano aos 50 pontos, ocupando a 7ª posição, quatro atrás do adversário desta noite, que está em 4º com 54. Na próxima rodada, que acontece na terça-feira, o CRB vaia até Salvador enfrentar o Vitória, enquanto o Atlético-GO joga novamente fora de casa, diante do Oeste em São Paulo.

O JOGO

Ainda sonhando com o acesso, o CRB sabia que a tarefa não seria fácil, de superar um adversário briga entre os primeiros, além de superar a pressão de vencer dentro do Estádio Rei Pelé.

O time regatiano tinha uma dificuldade grande de propor o jogo. Assim, as equipes pouco criaram, mas o CRB conseguiu um fôlego extra no final do primeiro tempo. Aos 44 minutos, bola venenosa, o goleiro do Atlético espalmou, mas depois do bate e rebate, Léo Ceará mandou para o fundo do gol. 1 a 0.

A vitória empolgou o CRB que foi para o intervalo comemorando e voltou empolgado para a etapa complementar. Logo aos 5 minutos, numa espécie de repetição do primeiro gol, Léo Ceará aproveitou sobra de bola na área e marcou o segundo dele e do CRB.

Depois do gol o CRB se retraiu, passou a administrar a posse de bola e deixar o tempo passar, com todas as paradas possíveis. A vantagem era interessante, mas não poderia acomodar o time, justamente contra um rival que precisava do resultado.

Aos 41 minutos, o fantasma dos tropeços em casa voltou a assustar o time alagoano. Mike diminuiu o placar e colocou o Atlético Goianiense de volta na partida, intensificando a pressão para tentar o empate.

Apesar do susto, o CRB se manteve firme e segurou o resultado no “Trapichão”. 2 a 1

Fonte: cadaminuto.com.br

Invicto há 3 meses no Brasileirão, Flamengo reencontra o Bahia, seu último algoz

No primeiro turno, o time de Jorge Jesus foi derrotado por 3 a 0 pelo Bahia, na Fonte Nova

Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) - No dia 10 de agosto deste ano, o Flamengo venceu o Grêmio por 3 a 1, no Rio, e iniciou naquele confronto, válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, uma incrível sequência de 18 jogos de invencibilidade na competição. Exatos três meses depois, o time carioca enfrenta o Bahia neste domingo, às 18 horas, no Maracanã, onde reencontrará justamente o seu último algoz no torneio.

Pela 13ª jornada do Brasileirão, a equipe rubro-negra foi surpreendentemente atropelada pelo rival baiano por 3 a 0, na Arena Fonte Nova, com o atacante Gilberto marcando os três gols do jogo já no primeiro tempo. Naquele mesmo dia, o Santos arrasou o Goiás por 6 a 1, na Vila Belmiro, e então abriu oito pontos de vantagem sobre os flamenguistas como líder do Brasileirão.

Aquele duro revés em Salvador, porém, funcionou como um despertador para acordar os comandados do técnico Jorge Jesus de um breve pesadelo. A partir dali, o time engatou uma sequência de oito vitórias consecutivas, interrompidas com um 0 a 0 com o São Paulo, no fim de setembro, no Maracanã. Depois disso, vieram mais seis triunfos seguidos, em um embalo freado com um surpreendente 2 a 2 com o Goiás, ocorrido antes de uma goleada por 4 a 1 sobre o Corinthians e finalmente o suado 1 a 0 conquistado sobre o Botafogo, na última quinta-feira, no Engenhão.

Neste longo período sem ser derrotado, o Flamengo deixou claro que é o grande favorito ao título ao vencer 16 jogos e empatar outros dois. E nesta série assombrosa de 18 partidas, marcou nada menos do que 40 gols e sofreu apenas nove. Ao total em 31 confrontos de sua campanha, o clube ostenta 23 vitórias, cinco empates e três derrotas, com 65 bolas na rede (média de 2,09 por partida), sendo que contabiliza um saldo de 40 ao ser vazado por 25 vezes (média de 0,8 por duelo).

Com 74 pontos e todos estes números incríveis, o time rubro-negro entrará em campo repleto de credenciais para dar o troco no Bahia, de preferência com uma goleada para se vingar de forma plena do revés sofrido no distante dia 4 de agosto. Um triunfo também servirá para deixar o Flamengo ainda mais próximo da taça, cuja conquista parece ser apenas uma questão de tempo, tendo em vista o desempenho impressionante da equipe.

Nesta longa jornada de três meses em que passou pela maioria dos rivais com atuações convincentes, o Flamengo paralelamente também se garantiu na final da Copa Libertadores, na qual enfrentará o River Plate no próximo dia 23, em Lima, no Peru, depois de ter humilhado o Grêmio com uma goleada por 5 a 0 no confronto de volta da semifinal. A última derrota da equipe no torneio continental ocorreu no dia 24 de julho, quando foi batida por 2 a 0 pelo Emelec, no Equador, pelo jogo de ida das oitavas de final.

SEM JESUS, RAFINHA E ARRASCAETA
Neste reencontro com o Bahia no Maracanã, o Flamengo desta vez defenderá amplo favoritismo, mas não poderá contar com três importantes nomes. Um deles, grande trunfo nesta temporada, é Jorge Jesus, que levou o terceiro cartão amarelo no clássico com o Botafogo e terá de cumprir suspensão. Assim, quem dirigirá a equipe na beira do gramado será o auxiliar João de Deus.

Já dentro das quatro linhas, a equipe não terá o lateral-direito Rafinha, também suspenso pelo terceiro amarelo, que deverá dar lugar a Rodinei. Outra baixa praticamente certa é o meia Arrascaeta. O uruguaio luta para se recuperar de uma entorse no joelho esquerdo, sofrida na quarta-feira e que o deixou de fora do clássico com o Botafogo. Vitinho, escalado como substituto na quinta, tem boa chance de voltar a ser escalado entre os titulares, mas Reiner também briga pela vaga.

Outra provável novidade na escalação será o retorno do lateral-esquerdo Filipe Luís, recuperado de um problema físico que o deixou de fora dos dois últimos jogos. Assim, uma provável formação para o duelo deste domingo é a seguinte: Diego Alves; Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Vitinho (Reinier); Bruno Henrique e Gabriel.

Caso vença neste domingo, o Flamengo vai ampliar para 10 pontos a larga vantagem que já ostenta sobre o vice-líder Palmeiras, que passou a contabilizar 67 ao total ao empatar por 1 a 1 com o Corinthians, no clássico do último sábado, no Pacaembu, na abertura desta 32ª rodada do Brasileirão.

Fonte: m.futebolinterior.com.br
Carregando...
Brasileirão