quinta-feira, 14 de junho de 2012

Marllon comemora bom momento no Flamengo e diz: "Vou honrar o Manto"

Marllon Gonçalves Jerônimo Borges é carioca de Bangu, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, tem 20 anos e conseguiu realizar um sonho que milhões de meninos brasileiros querem conquistar: se tornar jogador do Flamengo.
 
Humilde e sorridente, o jovem Marllon faz no domingo (17.06), contra o Santos, a sua 8ª partida como jogador profissional do Mais Querido do Brasil. O atleta, que recentemente conquistou a condição de titular da zaga do Mengão, diz que sempre confiou no seu potencial e fala da sensação de vestir o Manto Sagrado diante da torcida.
 
"Sempre acreditei que eu conseguiria ser jogador de futebol, mas nunca imaginei que jogaria num clube com a grandeza do Flamengo. As vezes paro para pensar e demoro a entender o significado de tudo isso. Mas quando vejo a Nação no estádio, eu compreendo o tamanho e o significado do clube. É emocionante. As vezes parece que estou sonhando. Vivo entre o sonho e a realidade.", conta o camisa 26 em entrevista no centro de treinamento do clube.
 
Marllon afirma que a vaga no time não está estabelecida. Ele agora quer mostrar mais serviço para se firmar na equipe. O defensor diz que pretende trabalhar por etapas, mas não esconde seus objetivos futuros.
 
"Ainda não me sinto titular. Vejo essa chance no time como uma oportunidade e vou trabalhar para me firmar na equipe. Hoje só planejo ser titular do Flamengo, mas confesso que penso chegar à seleção brasileira um dia", conta o jogador, que diz ser fã do zagueiro Juan, revelado pelo Flamengo no fim dos anos 90 e atualmente atleta da Roma, da Itália.
O defensor começou no futebol como lateral-direito. Ele conta que disputava a Taça das Favelas, tradicional torneio que reúne times formados em comunidades do Rio de Janeiro, quando, em uma partida da competição, um jogador foi expulso e seu treinador o deslocou para a defesa. A partir daí a equipe de Marllon não sofreu mais gols e ele não saiu mais da zaga.
 
O jogador chegou ao Flamengo em 2009 e fez parte do brilhante time que venceu a Copa São Paulo de Futebol Junior em 2011. Na campanha vencedora da Copinha, ele foi titular da zaga ao lado de Frauches, outra promessa da base rubro-negra que, hoje, também figura o plantel profissional do clube. Uma coincidência interessante é que Marllon estreou pelo profissional, em 21 de janeiro de 2012, ao lado de Frauches. Na partida, o Flamengo venceu o Bonsucesso por 4 a 0, pelo Campeonato Carioca.
 
"Fiquei com frio na barriga. Quando fizemos o primeiro e o segundo gol, fiquei mais tranqüilo, mas o alivio só veio mesmo no fim do jogo. Lembro que jogamos com uma equipe mista e formei a dupla de zaga com o Frauches, que é como um irmão para mim. Jogamos juntos desde a base e hoje estou muito contente com a reintegração dele ao time profissional", lembra.
 
Feliz no Flamengo, Marllon agora só pensa em trabalhar com empenho e seriedade. Ele terá neste domingo, diante do Santos, mais uma oportunidade para mostrar o porquê merece vestir a camisa do Mengão.
 
"A torcida pode ter certeza que vou honrar o Manto Sagrado. Não estou aqui para brincar. Ninguém joga no Flamengo por jogar", completa o jogador.
 
O time que enfrenta o Santos deve ser formado por Paulo Victor, Leo Moura, Marllon, González e Magal; Airton, Luiz Antonio, Renato e Ibson; Vagner Love e Diego Mauricio.
 
Fonte: flamengo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão