sábado, 23 de junho de 2012

Prefeitura de Viçosa dá ordem de serviço para criação do Centro de Artesanato municipal

Com o objetivo de proporcionar aos artesãos viçosenses um espaço adequado para fabricação e comercialização de seus produtos, o prefeito Flaubert Filho autorizou a abertura de licitação e a ordem de serviço para o início das obras de reforma do antigo prédio da estação ferroviária, na Avenida Firmino Maia. O local será transformado em um centro público de exposição permanente da arte local.
O Centro do Artesanato terá também espaço para gastronomia, oficinas, cursos, reuniões, arena de apresentações artísticas e culturais, e servirá para divulgar as maravilhas de Viçosa, não só no âmbito artesanal como também na gastronomia e na literatura. Os estandes serão bolados de forma que todos tenham espaço para fazer, expor e vender suas mercadorias com tranquilidade.

Segundo a secretária de Cultura e Turismo de Viçosa, Karina Padilha, a criação do Centro incentivará o potencial artístico, cultural e turístico de Viçosa e a criação de associações de artesãos da terra. “Vamos revitalizar o espaço da antiga estação ferroviária e resgatar o seu grande valor histórico. A escolha foi muito minuciosa; procuramos um local que tenha funcionalidade, que valorize o artesanato e preserve a nossa história, e a antiga estação foi uma escolha perfeita, pois respondeu positivamente, em todos os aspectos”.
 
Para as artesãs da Associação Fazendo Fazeres, a criação do Centro de Artesanato irá fortalecer as vendas, que atualmente são realizadas apenas no ‘boca a boca’, em eventos culturais como a Feira dos Municípios Alagoanos e durante as festividades de emancipação política de Viçosa.
 
“As vendas irão melhorar bastante, porque nossos produtos estarão expostos adequadamente. Quando um visitante chegar à cidade vai poder ver, comprar, mostrar aos amigos e divulgar ainda mais nosso trabalho. Quem quiser comprar peças artesanais de Viçosa irá diretamente ao Centro de Artesanato e encontrará o que precisa. Muitas de nós já temos peças em Natal (RN), Recife (PE) e São Paulo (SP), mas os compradores têm certa dificuldade em encontrá-las, porque não estão expostas. O Centro de Artesanato irá aproximar os compradores e turistas dos artesãos, facilitando muito a nossa venda”, disse a artesã Maria Célia Lucas da Silva.
 
A Prefeitura de Viçosa já desenvolve um trabalho para promover a produção do artesanato local desde 2009, com cursos de aprimoramento de fuxico, bordado, sinhaninha, entre outros. Além disso, alguns artesãos do município trabalham para a Secretaria de Assistência Social dando aula no projeto Cras Gerando Emprego e Renda.
 
Segundo as artesãs da Associação Fazendo Fazeres, que conta com dez associados, o tempo delas é dedicado especialmente à produção de peças em fuxico, rococó, sianinha, trançado em fita, patchwork, sol e sereno, crochê, capitonê, ponto cruz, vagonite, ponto singeleza, entre outros.
 
A construção do Centro de Artesanato de Viçosa é financiada pelo Ministério da Cultura, com contrapartida da Prefeitura de Viçosa.
 
Por Sidinéia Tavares
Fonte: vicosa.al.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão