segunda-feira, 4 de junho de 2012

Viçosa apresenta ações no 2° Fórum Comunitário do Selo Unicef

Diferentes segmentos da sociedade viçosense se reuniram quinta-feira (31) para avaliar quanto Viçosa avançou nas ações das políticas públicas em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, durante o 2° Fórum Comunitário do Selo Unicef - Edição 2009 -2012. A abertura do evento se deu com a execução dos hinos Nacional e de Viçosa pela Orquestra Nuno Pimentel, da Escola de Música e Folclore José Aprígio Vilela, apresentação da peça de guerreiro Ô Viçosa do Nosso Brasil da banda afro Gurungumba, da Escola Municipal São José.
O articulador do Selo Unicef em Viçosa, Claudioney Rodrigues, explicou que a integração entre os gestores municipais, comunidade escolar, sociedade em geral e demais representações envolvidas foi de fundamental importância para garantir o sucesso do projeto. “Para transformar a realidade e melhorar os indicadores sociais e a condição de vida de nossos crianças e adolescentes é preciso que todos os segmentos estejam juntos, como ocorre aqui em Viçosa. O trabalho apresentado em audiência pública na Câmara de Vereadores e agora neste fórum só aconteceu graças ao empenho de todos”, disse.
No Fórum foram apresentadas as ações dos eixos de participação social Educação para Convivência com o Semiárido, Comunicação para a Igualdade Étnico-Racial e Esporte e Cidadania, trabalhados nas escolas municipais Santa Luzia, Alegria Esperança, Frei Damião, Manoel Firmino, Pedro Carnaúba e São José.
Todas as escolas fizeram apresentações culturais relacionadas ao tema trabalhado em sala de aula, a exemplo da Escola Municipal Pedro Carnaúba, situada na zona urbana de Viçosa, com o projeto Te Vejo na Praça, que apresentou a Turma do Chaves para falar da importância de manter a escola e a comunidade limpas, e da Escola Municipal Santa Luzia, da zona rural, que apresentou o maracatu Baque no Canavial, grupo musical formado há dois meses na escola.
Para a secretária de Educação, Ana Paula Calazans, não há sentido em falar de trabalho sem a integração de todas as secretarias municipais e a comunidade. “A preocupação da atual gestão sempre foi construir o futuro das nossas crianças e adolescentes. As ações são executadas para as crianças; a gente está cuidando delas e preocupada com a educação, o crescimento e o futuro de cada uma, porque sabemos que devemos cuidar e proteger. E esse trabalho só é válido devido à integração de todos nós, gestores, do Conselho Tutelar, do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e da população viçosense. Temos que nos autoavaliar, para saber o que é importante para as crianças e adolescentes de nossa cidade, e saber cuidar delas”, enfatizou.
Em agradecimento ao trabalho realizado em defesa das crianças e adolescentes de Viçosa foram entregues placas à secretária de Educação, Ana Paula Calazans; à secretária de Assistência Social, Maria Lúcia de Carvalho; à secretária de Saúde, Sônia Moura; ao articulador do Selo Unicef em Viçosa, Claudioney Rodrigues, e ao prefeito Flaubert Torres Filho, representado na solenidade pela primeira dama Ana Paula Calazans.
No 2° Fórum Comunitário do Selo Unicef, as secretarias municipais de Assistência Social, de Saúde e de Educação apresentaram os trabalhos concretizados e resultados do Plano de Ação de Políticas Públicas definido no 1º Fórum.
Em sua explanação, a secretária de Saúde, Sônia Moura, comentou que a aprovação do Selo Unicef no município é resultado da responsabilidade do gestor em trabalhar pela valorização das crianças e adolescentes. “Nós temos várias políticas de prevenção e promoção da saúde, com investimentos em atenção básica, no tratamento e acompanhamento de gestantes, entrega de cestas básicas, palestras educativas sobre o HIV, como tratar e prevenir doenças infecciosas. O município também mantém um trabalho de redução dos índices de mortalidade infantil. Nós cuidamos da saúde de nossas crianças e adolescentes com muita alegria, investindo em ações de cidadania”, disse. A secretária demonstrou sua preocupação com o grande número de casos de gravidez na adolescência e, para reduzir estes índices, promove palestras educativas com as adolescentes sobre prevenção e o uso de contraceptivos.
Já na Secretaria Municipal de Educação os trabalhos são voltados para o incentivo ao aprendizado e a melhoria da qualidade do ensino, com educação inclusiva através do esporte e na formação de grupos folclóricos, artísticos e culturais.
Alguns dos grandes passos da secretaria foram a criação do Laboratório de Aprendizagem Central (LAC), que com apenas com um ano de funcionamento já conseguiu melhorar o aprendizado de diversas crianças e adolescentes com distorção idade-série ou dificuldade de aprendizagem; os programas de progressão parcial e de correção de fluxo; e o pioneirismo na implantação da alimentação saudável nas escolas da rede municipal e a compra de alimentos provenientes da agricultura familiar do próprio município.
A formação continuada dos professores da rede, que, segundo a coordenadora pedagógica Maria Isabel Borges, desde 2009 planeja atividades para serem desenvolvidas na pré-escola, creches e no ensino fundamental, também foi destacada no evento. Bem como a implantação da gestão democrática, com a criação do Conselho Escolar e a eleição direta para diretores-gerais e diretores-adjuntos, e o Programa Educação para a Promoção da Cultura da Paz, que realiza palestras educativas sobre combate ao uso de drogas e à violência.
Foram citados ainda o Plano Municipal de Educação (PME), que entrará em vigor ainda este ano, e a creche da Proinfância, que brevemente irá atender outro grande número de crianças. Viçosa conta hoje com sete creches e 21 escolas, das quais, 14 estão inseridas nos programas Mais Educação, do Ministério da Educação, e Proinfo, que trabalha a inclusão digital, através da implantação de laboratórios de informática nas escolas. A Secretaria Municipal de Educação realiza também o projeto Ficai, de combate à evasão escolar, e ainda trabalha a educação especial, com materiais didáticos diferenciados e profissionais preparados para trabalhar com as crianças especiais.
No âmbito da Assistência Social, em 2011, Viçosa aderiu ao Programa Aquisição de Alimentos (PAA), que está comprando alimentos provenientes da agricultura familiar e distribuindo entre os programas sociais e entidades de atendimento a crianças e adolescentes, e criou o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), para atender ao público do Conselho Tutelar e em situação de vulnerabilidade social. A secretaria mantém ainda a entrega regular de cestas básicas a gestantes, trabalho realizado em parceria com a Secretaria de Saúde, e distribui laranja e inhame para as comunidades carentes.
O projeto Gerando Emprego e Renda, coordenado pelo Centro de Referência em Assistência Social (Cras), garante a inclusão social de adolescentes e adultas através de cursos profissionalizantes como corte e costura e cabeleireiro. Além disso, a secretaria mantém também a banda Ritmos na Lata, que ensina a crianças e adolescentes carentes o batuque em instrumentos recicláveis, a Banda Afro Peti e o grupo de Escoteiros Mirins.
A mediadora do Selo Unicef em Alagoas, Maria Rosa da Silva, ficou impressionada com o trabalho em prol das crianças e adolescentes realizado em Viçosa, e disse esperar que da próxima vez que vier a cidade seja com a caravana do Unicef para a aprovação de mais uma edição do Selo Município Aprovado. “Viçosa é o primeiro município de Alagoas avaliado em 2012. Estou muito feliz com o trabalho desenvolvido aqui, e espero voltar em novembro com a caravana de aprovação de mais uma edição do Selo Unicef”.
Para finalizar o momento, a Escola Municipal São José apresentou o presidente da Matrizes Africanas, Marcos Antônio Argemiro da Silva, que explicou um pouco como é a religião candomblecista, que existe há 55 anos em Viçosa, e a força da cultura afro local.
Presentes também na solenidade, o secretário de Esporte Juventude Lazer, Anacleto Caetano; a representante do Conselho Tutelar, Rosimeire Teles; a presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente, Adriana Xavier; e o
pastor da Assembleia de Deus, Donizete Inácio. Todos responderam a formulários, que serão enviados ao Unicef como forma de avaliação do Fórum.

Por Sidinéia Tavares
Fonte: vicosa.al.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão