domingo, 15 de julho de 2012

Bahia 1 x 2 Flamengo - Vitória com um a menos e pênalti contestado

Tricolor continua na zona do rebaixamento e Flamengo aliviado.
Salvador, BA, 15 (AFI) – No duelo de técnicos ameaçados, o “papai” Joel Santana levou a melhor sobre Paulo Roberto Falcão. O Flamengo, mesmo jogando o segundo tempo com um jogador a menos, venceu o Bahia, por 2 a 1. Mas teve a seu favor um pênalti muito contestado assinalado no segundo tempo e que significou o gol da vitória importante. O time carioca, agora, soma 15 pontos, em posição intermediária. O Bahia continua com sete pontos, na zona do rebaixamento.

"Não vamos falar em cargo. Quem trabalha em time grande é assim mesmo. O importante foi a vitória", comentou Joel Santana, que não aceitou o termo "mais aliviado" imposto pela Imprensa.

Quase 30 mil torcedores vieram este jogo, nesta tarde, no Estádio de Pituaçu, na capital baiana. O jogo foi bastante disputado e ficou no empate, por 1 a 1, no primeiro tempo. O visitante abriu o placar, aos 30 minutos, com Hernane. Substituindo a Vagner Love, suspenso, ele não decepcionou. O zagueiro Tite aliviou de cabeça, mas errado, nos pés do atacante. Ele ajeitou e bateu forte no canto esquerdo de Marcelo Lomba.

Raça e empate
Mas o Bahia foi buscar o resultado. Gabriel foi lançado em velocidade pelo lado esquerdo da área e cruzou para a pequena área. O volante pentacampeão Kleberson apareceu, esticou o pé e mandou a bola para as redes, aos 37 minutos. Este foi seu primeiro gol com a camisa do tricolor baiano.

“Estou feliz, mas temos ainda mais meio tempo para buscar a vitória”, explicou o “goleador” da tarde.

Antes, porém, do término do primeiro tempo, o Flamengo perdeu Luis Antônio que fez uma falta em cima de Gabriel, que disparava em velocidade. O flamenguista já tinha o cartão amarelo e foi expulso.

Mais na frente
O Bahia voltou com a proposta de atacar mais no segundo tempo, inclusive com uma orientação especial do técnico Falcão.

“Temos que explorar também o nosso lado direito. Estamos bem do outro lado, mas precisamos abrir pelas laterais para chegar aos gols”, ensinou.

O time até fez uma pressão inicial, criando três boas chances, todas defendidas pelo goleiro Paulo Vitor. A melhor defesa aconteceu aos 21 minutos, quando Souza chutou forte e o goleiro mandou para escanteio.

Aos 24 minutos aconteceu o “pênalti” discutível. Ibson entrou na área e se jogou ao ser pressionado por Fabinho. O árbitro marcou o pênalti e foi cercado por quase todos os jogadores baianos, inconformados com a marcação. Dois minutos depois, Renato Abreu bateu forte no canto esquerdo de Lomba, que caiu certo mas não alcançou a bola.

O gol deixou o time baiano nervoso. E facilitou o trabalho do Flamengo que, então, priorizou a marcação e nem se preocupou em puxar os contra-ataques.

Próximos jogos
A 10.ª rodada será realizada no meio de semana. Na quarta-feira, o Flamengo recebe o Corinthians, no Engenhão, a partir das 21h50. No mesmo local, mas na quinta-feira, o Bahia vai medir forças contra o Fluminense.

Fonte: Futebolinterior.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão