quarta-feira, 18 de julho de 2012

Goleiro do CRB aparece na seleção da rodada

Seleção FI - da 11.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro chega ousada e com técnico que abusa da ofensividade para conquistar as vitórias. Jorginho, que está realizando mais um bom trabalho na carreira, chegou à terceira vitória seguida com o Atlético-PR e mostra que atuar com três atacantes pode ser a solução para muitos times na competição.
Assim como pensa o treinador, a Seleção também vem com três homens de frente. O Destaque fica por conta do atacante Lima, que em noite inspirada, anotou três gols na goleada de 6 a 0 do Joinville sobre o Ipatinga. Um deles, foi um golaço. Esta foi a maior goleada da Série B, mesmo porque os jogadores do Ipatinga não se esofrçaram em nada, com dois meses de salários atrsados e sem perspectiva de receber.

Confira os melhores da 11.ª rodada:

Goleiro: Cristiano (CRB)
O CRB foi à Varginha e trouxe um ponto na bagagem, mas isso só foi possível com a atuação de gala do goleiro Cristiano. Além de salvar o time em diversas oportunidades, defendeu um pênalti e foi o nome do jogo.

Lateral-direito: Boiadeiro (América-MG)
Jogou muita bola. Boiadeiro atuou como um verdadeiro ala. Foi o responsável pelo passe magistral no gol de Alessandro. Ele apareceu várias vezes no ataque e deu trabalho aos defensores do Guaratinguetá.

Zagueiro: Alex Alves (Paraná)
A vitória era necessária para o time do Paraná voltar a sonhar com o G4 e assim foi feito na noite desta terça-feira. Mais que fazer o gol, o time paranaense mostrou um forte poder defensivo e o zagueiro Alex Alves estava em mais uma noite feliz, consistente e eficaz na marcação, não deu chance aos atacantes do América-RN.

Zagueiro: Cleberson (Atlético-PR)
Se não fosse a falha de Manoel, o Furacão deixaria a Ressacada sem sofrer nenhum gol. Além de fazer sua parte lá atrás, Cleberson foi o responsável por iniciar a jogada que deu a vitória ao time paranaense. Roubou uma bola no meio-campo e tocou para Tiago Adan, que cruzou para a conclusão de Manoel.

Lateral-esquerdo: Egídio (Goiás)
O Goiás está subindo de produção nesta Série B. Um dos principais jogadores é o lateral Egídio. Muito bem no sistema defensivo, ele está sendo diferente no campo de ataque. Na vitória contra o Guarani, em Campinas, ele cobrou o escanteio que resultou no primeiro gol esmeraldino.

Volante: Eder (São Caetano)
Além de ter sido importante taticamente no empate com o Ceara, o volante foi o autor dos dois gols do time paulista, em duas excelentes cobranças de falta.

Meia: Ramon (Goiás)
Arrebentou com o jogo em Campinas - 2 a 1 de virada sobre o Guarani. Todas as jogadas do Goiás passavam por seus pés. Organizava as jogadas de ataque e segurava a bola quando era necessário deixar o time mais lento. Já tinha sido escalado na última seleção, quando marcou dois gols. Jogou bem, mereceu, está escalado.

Meia: Ricardinho (Joinville)
Completou 100 jogos com a camisa tricolor e foi homenageado pela diretoria, mas cansou de dar presente para seus companheiros. Cobrou as faltas que originaram os dois primeiros gols do Joinville, tocou para Alex sofrer pênalti no quarto gol e ainda deu bonito lançamento para Lima marcar seu terceiro e o quinto dos donos da casa.

Atacante: Lima (Joinville)
Mostrou o faro de artilheiro na noite desta terça-feira, com um hat-trick. No primeiro, aproveitou cruzamento para desviar de cabeça. Depois cobrou pênalti com categoria, sem chances para o goleiro. E finalizou com um verdadeiro golaço. Recebeu lançamento de Ricardinho e pegou um sem pulo, mandando no ângulo de Bruno. Como já era de se esperar, deixou o campo aplaudido pelos torcedores.

Atacante: Marcelo (Atlético-PR)
Assim como Ricardinho, é muito importante taticamente, tanto que ajuda bastante no sistema defensivo. No entanto, nesta terça-feira desequilibrou fazendo o que sabe. Aproveitou falha de Leandro Silva para tocar na saída de Diego e depois garantiu a vitória do Furacão concluindo cruzamento de Tiago Adán. Deixou o campo no final do jogo aplaudido pelos poucos torcedores paranaenses que foram até a Ressacada.

Atacante: Marquinhos (Vitória)
Rápido e habilidoso, Marquinhos fez um carnaval na defesa do ASA. O gol - podem acreditar - foi apenas um detalhe. Marquinhos correu muito, deixou os companheiros na cara do gol, driblou e infernizou os defensores alagoanos.

Técnico: Jorginho (Atlético-PR)
Não teve um começo muito bom, mas bastou algumas semanas de trabalho para mudar a cara do Atlético-PR, tanto que nesta terça-feira bateu o Avaí em plena Ressacada e chegou a terceira vitória seguida. Vem atuando com três atacantes, mas sem se descuidar da marcação, tanto que Marcelo e Ricardinho são vistos constantemente no setor defensivo.

Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão