sábado, 15 de setembro de 2012

ASA reage no fim, mas acaba derrotado pelo Criciúma em SC

O ASA sabia que o jogo desta sexta-feira (14) não seria nada fácil, afinal, enfrentava o vice-líder da Série B, Criciúma em seu caldeirão, o estádio Heriberto Hulse. Numa partida disputada e truncada, de tempos distintos, o time da casa dominou a primeira etapa, conseguiu abrir dois gols de vantagem, mas viu um crescimento absurdo do ASA, que reagiu, dominou parte da segunda etapa, mas acabou derrotado pelo placar de 2 a 1.

O ASA volta a jogar no próximo dia 22, contra o América de Natal em Arapiraca. Já o Criciúma vai até o Vale do Aço em Minas Gerais, no mesmo dia, enfrentar o Ipatinga.

O JOGO - 1º TEMPO

Em campo, duas equipes, afastados na tabela de classificação, mas com pensamentos semelhantes, buscando a vitória. Porém, o início do jogo e boa parte da primeira etapa foi de muito estudo.

O ASA se defendia mais do que atacava, enquanto o Criciúma partia para cima como de costume, principalmente em casa. Mesmo assim, a equipe da casa era melhor e em algumas oportunidades conseguia impor contra-golpes perigosos.

Em apenas duas oportunidades, o “Trigre” assustou. Primeiro com o meia Kléber, que após troca de passes bateu forte e viu a bola explodir na trave do goleiro Gilson. Na sequencia do jogo, minutos depois, o lateral-direito Eric, que chegou a ser anunciado pelo alvinegro, mas acabou se transferindo para o rival catarinense, arriscou de longe e assustou o arqueiro do ASA.

A equipe alagoana entrava com o tradicional 4-4-2, que não era o principal esquema adotado e jogava com três volantes, Cal e Jorginho na marcação e Audálio como surpresa, enquanto Didira atuava sozinho na criação das jogadas. No entanto, o esquema não funcionava e o time de Arapiraca não funcionava.

Apesar do equilíbrio do jogo, com leva vantagem para o Criciúma, as redes não foram balançadas e o primeiro tempo foi encerrado com um empate sem gols, prometendo emoções para o segundo tempo.

2º - TEMPO

Na volta para a segunda etapa, o Criciúma voltou decidido a tomar o controle do jogo e não demorou muito para que isso acontecesse, com as redes alvinegras balançando no estádio Heriberto Hulse.

GOOOOLLLL DO CRICIÚMA! Aos 2 minutos de jogo, ex-ASA, Eric aproveitou cruzamento de Válber que a defesa alvinegra não cortou e bateu forte, sem chances para o goleiro Gilson. Criciúma 1 x ASA.

O gol serviu para deixar claro a situação do jogo. O time da casa, apesar de não pressionar o rival alagoano, conseguia dominar as ações de jogo e conseguia administrar a partida e assustando, podendo marcar a qualquer momento.

O técnico Nedo Xavier tentou mudar a equipe, dando um gás a mais, colocando Valdívia no lugar de Edson Veneno, trazendo Audálio para a zaga e sacando Didira e mandando à campo o também meia Davi Ceará, mas o alvinegro não conseguia reagir.

Pior que a falta de opções de ataque para o ASA, era a superioridade do Criciúma, que no momento em que demonstrava certa fraqueza, conseguiu chegar ao segundo gol no jogo, abrindo vantagem.

GOOOOLLLL DO CRICIÚMA! Na ausência do artilheiro Zé Carlos, o também atacante Lucca resolveu o problema. Aos 30 minutos, o meia recebeu fora da área, carregou e arriscou chute, surpreendendo o goleiro Gilson. Criciúma 2 x 0 ASA.

Com dois gols de desvantagem no marcador, restava ao ASA arriscar, uma vez que um gol a mais, outro a menos, não faria diferença. Apesar das dificuldades, o time alvinegro partiu para cima e num lance confuso, conseguiu descontar.

GOOOOLLLL DO ASA! Lúcio Maranhão aproveitou vacilo da defesa do “Trigre”, arrancou e trocou de posição com André Nunes, jovem zagueiro que recebeu dentro da área e não titubeou para empurrar para as redes rivais. Criciúma 2 x 1 ASA.

Conseguindo reagir no final do jogo, os minutos finais foram decisivos para o ASA, que dava o “sprint final” para tentar surpreender o time da casa e buscar o empate. Na base do abafa, o ASA se colocou no campo de ataque e pressionava o vice-líder da competição.

A pressão aumentou após o árbitro assinalar cinco minutos de acréscimo. O time arapiraquense ainda teve uma última chance com Valdívia, que parou no goleiro Michel Alves. O Criciúma ainda buscou “queimar” o tempo com substituições e conseguiu garantir a vitória apertada por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Vrasileiro 2012 - SÉRIE B - 25ª Rodada

Estádio Heriberto Hulse – Criciúma, Santa Catarina

Criciúma 2 x 1 ASA

Árbitro: Marcos André Gomes da Penha-ES

Assistentes: Luiz Souza Santos Renesto-PR e Luciano Roggenbaum-PR

Criciúma: Michel Alves, Eric(Itaqui), Matheus Ferraz, Ozéia e Marlon; Diego Oliveira, Válber(André Gava), Fransérgio(Diego Felipe) e Kléber; Douglas e Lucas.

Técnico: Paulo Comelli

ASA: Gilson, Osmar, Fabiano(André Nunes, Edson Veneno(Valdívia) e Chiquinho Baiano; Cal, Jorginho, Audálio e Didira(Davi Ceará); Rogério Maranhão e Lúcio Maranhão.

Técnico: Nedo Xavier

Cartões Amarelos: Kléber e Douglas (Criciúma) – Jorginho e Lúcio Maranhão (ASA)

Gols: Eric 2min e Lucca 30min 2ºT(Criciúma) - Andre Nunes 40min 2ºT(ASA)
Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão