sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Falhas decretam derrota do ASA para o Boa Esporte

O duelo desta sexta-feira, feriado de 7 de setembro, entre Boa Esporte e ASA, no estádio Melão em Varginha, tinha tudo para ser equilibrado. E até foi, mas com falhas no setor defensivo do ASA, a equipe da casa aproveitou e praticamente garantiu a vitória.
Na primeira etapa, depois de muito pressionar, o Boa abriu o placar com Marcelo Macedo aos 21 minutos. Aos 38, o ASA empatou com o zagueiro Walisson. Mas, duas falhas deixaram o ASA em grande desvantagem. Aos 38 com Petrus e 44 novamente com Macedo deixaram o time da casa em boas condições.
Na segunda etapa, o ASA voltou melhor, esboçou uma reação com Valdívia, que diminuiu o marcador e apesar da pressão exercida até o final, acabou derrotado por 3 a 2.
O JOGO – 1º TEMPO
Em terras mineiras, o ASA busca mais uma vitória fora de casa, dessa vez contra o Boa Esporte e com uma novidade. Apesar do retorno de Edson Veneno, o técnico Nedo Xavier optou pelo jovem Walisson, que estreou bem contra o Ipatinga.
Porém, mesmo com a zaga rejuvenescida, a equipe alvinegra começou o jogo sendo muito pressionada pelo Boa. Em duas oportunidades, o time da casa assustou o goleiro Gilson, que reclamou de seus companheiros. Mas, na terceira oportunidade, os mineiros não perdoaram.
GOOOOLLLL DO BOA! Jogada rápida do Boa Esporte que começou em um arremesso lateral, a bola chegou nos pés do artilheiro Marcelo Macedo, que mesmo sem dominar, bateu para o gol, sem chances para o goleiro Gilson. Boa 1 x ASA.
O gol serviu para acalmar o ímpeto do Boa Esporte e para deixar o ASA respirar. A equipe alvinegra, apesar de estar em desvantagem, passou a tocar a bola e explorar os contra-ataques. E foi justamente num contra-golpe que o alvinegro após falta em cima de Lúcio Maranhão.
GOOOOLLLL DO ASA! Falta ensaiada, Didira rolou para Chiquinho Baiano, que bateu a bola com efeito, com o goleiro Gabriel Leite “batendo roupa” e a bola sobrando para Walisson, bater bonita, por cima do goleiro, para empatar o duelo. Boa 1 x 1 ASA.
Após o gol de empate alagoano, a expectativa era de que o ASA fosse entrar no jogo de fato e equilibrar a partida. E até parecia que isso iria acontecer, mas em dois vacilos, na reta final da primeira etapa, o alvinegro foi duramente castigado.
GOOOOLLLL DO BOA! Aos 38 minutos,cruzamento na área do ASA, o goleiro Gilson cortou mal e a bola sobrou para Petrus, que testou para o gol, no contra-pé do arqueiro arapiraquense. Boa 2 x 1 ASA.
GOOOOLLLL DO BOA! Falta venenosa cobrada por Radamés, a bola engana o goleiro Gilson e bate na trave, a defesa não afasta e o artilheiro Marcelo Macedo balançou as redes, complicado a situação do ASA no jogo.
Aos 46 minutos, o árbitro paulista Vinicius Furlan encerrou a primeira etapa com vitória do Boa Esporte por 3 a 1 sobre o ASA.
2º - TEMPO
Na volta para a segunda etapa, o técnico Nedo Xavier logo mudou o ASA, buscando a recuperação no início da etapa. Roberto Jacaré deu lugar a Rogério Maranhão. Porém, a alteração não surtiu o efeito esperado, uma vez que o Boa “amarrava” a partida e o ASA ainda tinha dificuldades na ligação defesa, meia e ataque.
Cada minuto que o Boa Esporte conseguiu deixar passar, sem a bola rolando era interessante para os donos da casa. O técnico Sidney Soares apesar da postura defensiva, colocou o meia atacante Jajá no lugar do cansado Francismar.
O ASA aos poucos conseguia achar alguns espaços, tocava mais a bola e apesar das dificuldades, mostrava certa tranquilidade. No entanto, o técnico Nedo Xavier estava contente e colocou Valdívia no lugar de Gabriel. As estrelas do treinador e do meia brilharam logo.
GOOOOLLLL DO ASA! Em jogada trabalhada do time alvinegro, Didira entrou na área, fingiu arriscar para o gol e tocou para Valdívia, que entrou com tudo na área, nos seus primeiros toques, para dominar e bater colocado na saída do goleiro Gabriel Leite. Boa 3 x 2 ASA.
Se antes já estava retrancado, depois do segundo gol alvinegro, o técnico Sidney Moraes fechou ainda mais o time mineiro. O ASA pressionou até o final, mas não conseguiu furar o bloqueio rival e terminou derrotado.
FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro 2012 – SÉRIE B – 23ª Rodada
Estádio Melão – Varginha – Minas Gerais
Boa Esporte 3 x 2 ASA
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Alex Alexandrino (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Boa Esporte: Gabriel Leite, Robert, Gabriel, Cassiano e Neilson; Everton, Petrus, Radamés e Francismar(Jajá-Radar); Vanger(Alan) e Marcelo Macedo.
Técnico: Sidney Moraes
ASA: Gilson, Audálio, Fabiano e Walisson(Edson Veneno); Gabriel(Valdívia), Cal, Lucas, Didira e Chiquinho Baiano; Roberto Jacaré(Rogério Maranhão) e Lúcio Maranhão.
Técnico: Nedo Xavier
Cartões Amarelos: Francismar, Gabriel e Marcelo Macedo(Boa) – Audálio e Didira(ASA)
Cartões Vermelhos: Marcelo Macedo(Boa)
Gols: Marcelo Macedo 21 e 44min, Petrus 38min 1ºT(Boa) – Walisson 34min 1ºT e Valdívia 25min 2ºT(ASA)
Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão