domingo, 2 de setembro de 2012

Internacional 4 x 1 Flamengo - Forlán comanda reabilitação colorada

Depois da pressão da semana, o técnico Fernandão usou todas suas armas: Leandro Damião, Rafael Moura, Dagoberto, D'alessandro e Diego Forlán. Tudo isso contra um inofensivo time do Flamengo. Resultado: goleada colorada por 4 a 1, no Estádio Beira-Rio, pela 21ª rodada do Brasileirão, com dois gols do Uruguaio Forlán, que marcou seus primeiros gols com a camisa do Inter.
 
No reencontro de Dorival com seu ex-chefe e clube, o Internacional espantou as desconfianças sob os trabalhos de Fernandão e encostou no G4, com 34 pontos na sexta colocação. Já o Flamengo, prejudicado pela ausência do camisa 10, continua patinando com seus 27 pontos na 10ª colocação.

Era para ser mais complicado
Antes que o Flamengo pudesse trocar passes, o Internacional manteve a posse da bola e animou os Colorados,logo nos primeiros minutos. Fred recebeu passe de Nei, dentro da área, chutou forte, mas foi travado por Welington, que precisou concertar a saída errada do goleiro Felipe. Trabalhando a bola com calma, o Inter encurtava os espaços do Flamengo, mas perdia a bola cada vez que tentava ligar os atacante com longos lançamentos.
 
Sendo assim, aos poucos o Flamengo começou a dificultar aos coisas ao pressionado técnico Fernandão. Depois de uma boa jogada de Negueba, aos 10, Vagner Love recebeu e bateu por cima do travessão. O atacante pediu desculpas para o lateral Ramon, que aparecia livre na área, e parece ter caiu nas graças dos zagueiros do Inter. Aos 14, o zagueiro recuou para Muriel. Saindo da área, o goleiro furou a bola e perdeu na corrida para Vagner Love, que balançou as redes.
 
Apesar do gol, o Internacional manteve a superioridade e chegava com perigo, principalmente com chutes de Diego Forlán de fora da área, forçando até o goleiro Felipe a fazer uma lambança corrigida em dois lances. Mas aos 28, o Flamengo simplesmente retribui a falha, que resultou no gol de empate. Depois de cruzamento na área, Ramón se atrapalhou ao dominar e deixou a bola com Forlán. O uruguaio bateu forte e marcou seu primeiro gol com a camisa do Inter.
 
Mais uma vez, a ausência de um camisa 10 prejudicou o Flamengo. Em dois lances seguidos, a presença dele seria decisiva. Primeiro com Thomás, que partiu pela direita, mas sem criatividade perdeu a bola para o Nei. Na sequência, o Flamengo contra-atacou com Cacerés. Mas na hora do lançamento o volante errou feio. Na resposta, o Inter não desperdiçou. Josimar aproveitou a falha de Cáceres, dentro da área, pegou a sobra e bateu forte para o gol.
 
Mas ficou fácil para os colorados
Tentando resolver a falta de criação no meio, Dorival promoveu as entradas de Botinelli e Mattheus nos lugares de Luiz Antônio e Negueba. Nos primeiros minutos as substituições fizeram efeito e o Flamengo aumentou o volume de jogo no campo defensivo do Inter, que encontrava dificuldades na marcação. Em lance individual, Vagner Love ganhou do zagueiro e mandou uma pancada no travessão, aos 12. Mattheus fez boa atuação, enquanto o Flamengo era superior, e também arriscou um belo chute, que passou raspando o ângulo.
 
Apesar da boa movimentação que a entrada de Mattheus deu ao meio-campo do Flamengo, o time ainda tinha dificuldade para finalizar. Tanto que, aos 26 da segunda etapa, foram 23 finalizações do Inter e apenas seis do Flamengo. Sendo assim, o Inter tratou de fazer valer esses números. Aos 19, D'alessandro driblou o zagueiro e mandou uma pancada na trave. Forlán pegou o rebote, dominou e acertou o canto esquerdo do goleiro Felipe.
 
Virou goleada
Sem poder de reação, o Flamengo não conseguia atacar nem se defender. Depois de chances desperdiçadas, Leandro Damião recebeu cruzamento de Fabrício, antecipou o zagueiro e cabeceou para fechar a goleada para cima do inofensivo time do Flamengo. Para complicar a situações do adversário, o técnico Fernandão colocou Rafael Moura e Dagoberto, que infernizaram os zagueiros do Flamengo com boas movimentações e tabela na entrada da área. Mas antes que mais bolas balanssecem as redes do Flamengo, o árbitro Wilson Seneme encerrou a partida.
Próximos jogos

 Em mais uma batalha pela aproximação do G4, o Flamengo recebe a Ponte Preta, em Volta Redonda, na próxima quarta-feira, às 20h30. Para tentando acalmar de vez a pressão, o Internacional encara o São Paulo, também na quarta-feira, às 22h, no Morumbi.

Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão