domingo, 14 de outubro de 2012

CRB é derrotado pelo Avaí e segue ameaçado na Série B

A situação parece se complicar cada vez mais para o CRB na Série B. Jogando na noite deste sábado (13) no estádio da Ressacada em Florianópolis, o time alagoano foi duramente pressionado pelo Avaí, pouco criou e acabou derrotado por um gol solitário do zagueiro Fred.
 
Final, vitória do Avaí por 1 a 0, que mantém o CRB à beira da zona do rebaixamento, em 16º, com 29 pontos. Já o Avaí segue na 7ª colocação, agora com 46 pontos conquistados.
 
O JOGO – 1º TEMPO
Como na Série B não tem jogo fácil, o CRB tinha mais uma difícil tarefa. Vencer fora de casa e justamente a forte equipe do Avaí, que briga pela parte de cima da tabela de classificação da competição nacional.
 
Os primeiros minutos foram de muito estudo entre as equipes, que não se arriscavam ainda com jogadas ofensivas. Mas, aos poucos o Avaí foi ganhando espaço em campo e não demorou para assustar.
 
Primeiro com Erick Flores, que recebeu em velocidade e bateu em cima do goleiro Anderson, que espalmou para escanteio. Na continuação da jogada, a bola sobrou para o meia Camilo, que bateu forte e contou com um desvio da defesa para mandar a bola na trave regatiana.
 
E a pressão do “Leão” continuava. Se na primeira vez para no goleiro, o atacante Erick Flores dessa vez mandou na trave, assustando o goleiro Anderson. Diante do “sufoco” que o CRB passava, foi difícil conter o ímpeto rival e o gol acabou saindo na bola parada.
 
GOOOOLLLL DO AVAÍ! Aos 22 minutos, numa falta frontal à área do CRB, o zagueiro Fred bateu forte, superando a barreira e vendo a bola balançar as redes, sem chances para o arqueiro alvirrubro. Avaí 1 x 0 CRB.
 
Como se não bastasse o gol, o time do Avaó continuou em cima, assustando o CRB, que acuado, não conseguia sair para o jogo, senão na base do “chutão”. E foi justamente numa dessas jogadas, que o time alagoano conseguiu a sua primeira chance de perigo através do meia Ronaldo, que em velocidade, limpou o defensor rival e bateu forte, com a bola passando rente a baliza do goleiro Moretto.
 
Depois da primeira chance, o CRB tentou jogar com inteligência, marcando de forma atrasada a saída de bola do Avaí, impedindo que o time da casa continuasse pressionando. Assim, o jogo seguiu até o final, aos 46 minutos, com vitória do Avaí por 1 a 0 sobre o CRB.
Equipe e comissão técnica do CRB deixaram o campo reclamando da arbitragem, que deixou de marcar algumas faltas em favor do CRB, bem como mostrou uma rigorosidade excessiva com atletas regatianos.
 
2º - TEMPO
Veio a segunda etapa e antes mesmo dos dez minutos, a partida já mostrava diferenças. Primeiro o Avaí realizou uma mudança, com Erick Flores saindo por lesão, dando lugar a Cléverson. Por outro lado, o CRB viu a sua situação ficar ainda pior no jogo. Depois de mais uma marcação duvidosa do árbitro Emerson de Almeida Ferreura, o zagueiro Ednei reclamou de forma acintosa e foi expulso de jogo.
 
Assim como na primeira etapa, o Avaí demorava alguns minutos até entrar no jogo, mas quando chegava ao ataque, assustava. Em mais uma bola parada perigosa, o zagueiro Cásseio desviou cruzamento e a bola passou raspando a trave do goleiro Anderson.
 
Sufocado em campo, o CRB tentava repetir o que fez no primeiro tempo para chegar ao gol rival: Lançamentos. Assim o time chegou e assustou com uma testada de Rogério, mas o árbitro já havia apontado a irregularidade.
 
Porém, o Avaí era melhor e por muito pouco não ampliou o placar. Bola lançada na área, o lateral-esquerdo Jeferson Maranhão entrou sem marcação na área e de frente para o gol, tocou sem jeito para fora.
 
O CRB não conseguia se encontrar em campo, não marcava, não atacava e o resultado era uma pressão forte da equipe da casa. A sorte do time regatiano era o goleiro Anderson, que fazia um “paredão” na baliza regatiana.
 
O “galo praiano” ainda teve mais uma baixa na partida. Ronaldo sentiu uma lesão no pulso direito e deixou o campo para a entrada de Ângelo. Como estratégia do jogo, o CRB que era pressionado tentava aproveitar as oportunidades que tinha e pro muito pouco não empatou o jogo com Denilson, que da entrada da área deixou um defensor no chão e bateu forte, com a bola explodindo em cima do goleiro Moretto e saindo pela linha de fundo.
 
Ao poucos a partida mostrava outros contornos. O Avaí parecia cansado de atacar e após as substituições diminuiu as investidas. Com isso, o CRB que continuava com dificuldades, conseguia respirar e buscar jogadas de ataque. Novamente com Denilson, o representante alagoano quase assusta, após o avante chutar cruzado, mas sem perigo para o goleiro “avaiano”.
 
Minutos finais do segundo tempo, as duas equipes pouco arriscaram e o jogo seguiu apertado até o final, quando o árbitro encerrou o jogo aos 48 minutos, com vitória do Avaí por 1 a 0 sobre o CRB.
 
FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro 2012 – SÉRIE B – 30ª Rodada
Estádio da Ressacada – Florianópolis, Santa Catarina
Avaí 1 x 0 CRB
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Marconi Helbert Vieira (MG) e Jackson Massara dos Santos (RJ)
Avaí: Moretto, Alan, Fred, Cássioe Julinho(Jeferson Maranhão); Rodrigo Thiesen, Pirão, Mika e Camilo(Evando); Diogo Acosta e Erick Flores(Cléverson).
Técnico: Argel Fucks
CRB: Anderson, Edneu, Rogélio e Filipe; Jucemar Gaúcho, Marcinho Guerreiro, Roberto Lopes, Geovani(Jadilson) e Gleidson; Ronaldo(Ângelo) e Denilson(Aloísio Chulapa).
Técnico: Roberval Davino
Cartões Amarelos: Pirão, Mika e Julinho(Avaí) - Filipe, Roberto Lopes e Marcinho Guerreiro(CRB)
Cartões Vermelhos: Ednei (CRB)
Gols: Fred 22min 1ºT(Avaí)
 
Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão