sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ASA vence o Ceará e está virtualmente mantido na Série B

No duelo de alvinegros da noite desta sexta-feira (19), levou a melhor o representante alagoano. O ASA fez um jogo estratégico contra o Ceará no estádio Municipal, e com gols de Didira, Lúcio Maranhão, um contra de Leandro Chaves , somada a grande atuação do goleiro Gilson, venceu por 3 a 0 equipe cearense que ainda sonha com a Série A e fica muito próximo da manutenção na Série B.
 
Com o resultado o ASA chega aos 40 pontos e sobe para 11ª posição, enquanto o Ceará permanece na 8ª colocação com 45 pontos ganhos. Na próxima rodada, o ASA vai até Goiânia enfrentar o Goiás. Já o Ceará vai até o interior paulista enfrentar o Guaratinguetá.
 
O JOGO – 1º TEMPO
Apesar de estarem em posições e com objetivos distintos na competição, ASA e Ceará se mostravam durante a competição, equipes que buscavam sempre o ataque. Por isso, o começo do jogo foi movimentado em toques de bola, com as duas equipes procurando os espaços por onde iriam atacar.
 
Dono da casa, o ASA tinha um melhor volume de jogo, tocava melhor a bola e buscava as jogadas pelas laterais, com Osmar e Chiquinho Baiano para pressionar a equipe cearense. E não demorou para sair a primeira chance de gol. O artilheiro Lúcio Maranhão, que também faz as vezes de “garçom”, fez grande jogada na linha de fundo e cruzou na cabeça de Didira, que testou para grande defesa do arqueiro Dionatan.
 
Depois do primeiro susto, o Ceará se resguardou, diminuiu as saídas para o ataque, prevendo possíveis contra-golpes. Com um ataque forte, a equipe visitante apostava nas jogadas de longa distância e a apesar de não chegar com perigo, rondava a área alvinegra.
 
Com o passar da primeira etapa, a partida caiu de produção e de forma contrária, voltou a ser de muito estudo entre os dois times, que passavam a maior parte do tempo no meio de campo e cometiam muitas faltas, sendo preciso a intervenção do árbitro Luiz Flávio Oliveira para conter os ânimos.
 
A partida já se encaminhava para o fina na primeira etapa, com as equipes prometendo um segundo tempo de maior movimentação após analisarem as falhas rivais. O árbitro já assinalava dois minutos de acréscimo, quando uma troca de passes entre os principais jogadores do “Fantasma” resultou na abertura do marcador.
 
GOOOOLLLL DO ASA! Aos 47 minutos, Lúcio Maranhão, que é artilheiro mas também dá assistências, deu belo passe para Didira, que entrou na área, driblou o goleiro rival e tocou para o fundo da rede. ASA 1 x 0 Ceará.
 
Após o gol, o árbitro encerrou o primeiro tempo, com vitória parcial do ASA por 1 a 0 sobre o Ceará, para festa da torcida presente no Municipal.
 
2º - TEMPO
Volta para o segundo tempo, o Ceará mudou, com o técnico PC Gusmão colocando o meia Leandro Chaves no lugar do volante Juca. Apesar de não criar jogadas, o Ceará conseguiu uma falta próxima da área que por muito pouco não empatou o jogo.
 
Leandro Chaves levantou para área e ao tentar cortar, o zagueiro Fabiano do ASA testou contra o próprio gol, mas, o goleiro Gilson, sempre atento, praticou defesa espetacular, para depois afastar o perigo que rondava a área alvinegra.
 
O equilíbrio da primeira etapa continuava no segundo tempo. Sendo assim, as jogadas individuais e possíveis falhas poderiam definir para qualquer dos lados. Empurrado pela torcida, o ASA foi para cima e após o veloz Alexsandro invadir a área e ser derrubado pelo zagueiro Daniel Marques, o árbitro assinalou a penalidade.
 
GOOOOLLLL DO ASA! Com 11 minutos da segunda etapa o ASA amplia. Lúcio Maranhão foi para a cobrança, bateu com estilo no canto esquerdo do goleiro, que não saiu na foto. ASA 2 x 0 Ceará.
 
A noite parecia mesmo ser do ASA. Se no ataque as coisas funcionavam, na defesa o goleiro Gilson fechava o gol. Após cruzamento da esquerda, Itamar cabeceou para defesa com as pernas do arqueiro alvinegro, que no rebote, ainda pegou um chute a queima-roupa de o avante Mota, para delírio da torcida.
 
Apesar do susto, o ASA ainda era melhor, estava em vantagem e ficou muito perto de chegar ao terceiro gol. Após tiro de meta cobrado pelo goleiro Gilson, a bola quicou no meio de campo e o artilheiro Lúcio maranhão aproveitou, correu em direção a área e mesmo marcado, tocou na saída do goleiro, com a bola raspando a baliza do Ceará.
 
Em desvantagem no placar e vendo se complicar o seu sonho de chegar à Série A, o Ceará mostrava nervosismo. A prova disso foi o atacante Itamar, que queria a reposição rápida de bola, discutiu e empurrou o goleiro Gilson, recebendo o cartão amarelo.
 
Entrando na reta final de jogo, o Ceará tentava mas não conseguia, enquanto o ASA, apesar de administrar o jogo, ousava. O técnico Nedo Xavier aproveitou a saída de Edson Veneno sentindo dores e promoveu a entrada de Valdívia.
 
Apesar do respeito com o adversário, o ASA tinha domínio total do jogo e por muito pouco não aconteceu um gol de placa. Lúcio Maranhão passou para Didira, que matou com estilo e com a bola no ar, bateu forte de fora da área e viu a bola passar rente a trave de Dionatan.
 
O placar com dois gols de vantagem já satisfazia o time e a torcida do ASA. Mas, a equipe alvinegra continuava atacando e como “presente” pela boa atuação, ganhou um gol-contra do rival cearense.
 
GOOOOLLLL DO ASA! Após confusão na área, Osmar pressionou e a defesa cearense fez lambança, com Luizão chutando em cima de Leandro Chaves e a bola cobrindo o goleiro Dionatan. ASA 3 x Ceará.
 
A torcida do ASA fazia muita festa, afinal, a equipe vencia um grande jogo no “Fumeirão”. O árbitro assinalou quatro minutos de acréscimos. A partir daí, foi esperar o apito final e comemorar o resultado.
 
FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro 2012 – SÉRIE B 2012 – 31ª Rodada
Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca – Arapiraca, Alagoas
ASA 3 x 0 Ceará
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Adson Marcio Lopes Leal (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
ASA: Gilson, Audálio, Fabiano e Edson Veneno(Valdívia); Osmar, Cal, Lucas(Jorginho), Didira e Chiquinho Baiano; Alexsandro e Lúcio Maranhão.
Técnico: Nedo Xavier
Ceará: Dionatan, Apodi, Luizão, Daniel Marques e Márcio Careca; Juca(Leandro Chaves), Euzébio, João Marcos e Magno Cruz(Magno Alves); Mota e Itamar(Misael).
Técnico: Paulo César Gusmão
Cartões Amarelos: Chiquinho Baiano e Lúcio Maranhão(ASA) – Mota, Itamar e Daniel Marques(Ceará)
Gols: Didira 47min 1ºT e Lúcio Maranhão 11min 2ºT(pen) e Leandro Chaves(contra)(ASA)
 
Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão