terça-feira, 2 de outubro de 2012

Com gol do “artilheiro do ano” Lúcio Maranhão, ASA vence o Avaí

A torcida compareceu e foi um décimo 12º jogador em Arapiraca na noite desta terça-feira (2). O ASA jogou de forma inteligente e com um gol solitário mas importante do atacante Lúcio Maranhão, que chegou aos 38 na temporada e se tornou o artilheiro do ano, bateu o Avaí no Municipal por 1 a 0.
Com o resultado, o ASA chegou aos 34 pontos e ocupa a 13ª colocação na tabela de classificação, enquanto o Avaí permanece em 7º com 43 pontos.
 
O JOGO – 1º TEMPO
Mais um jogo com pro moção no “Fumeirão” e a torcida compareceu para apoiar o ASA contra a forte equipe do Avaí, que vinha numa crescente numa competição e empolgado com a vitória sobre o líder do campeonato.
 
Diante da importância da partida, as duas equipes começaram se estudando, tocando a bola, em arriscar nos primeiros minutos de jogo. Mas, quando o ASA conseguiu a primeira jogada de bola parada, a rede visitante balançou no municipal.
 
GOOOOLLLL DO ASA! Aos 6 minutos, Chiquinho Baiano levantou na área, a bola passou por toda a defesa do Avaí e sobrou na frente de Lúcio Maranhão, que se jogou na bola para abrir o placar. ASA 1 x 0 Avaí.
 
Com mais este gol, o atacante Lúcio Maranhão se igualou ao também avante Neto Baiano, ex-Vitória, que e transferiu para o futebol japonês. Agora, os dois atletas tem 38 gols. Porém, o atleta da equipe arapiraquense pode, muito em breve, assumir a liderança isolada da artilharia nacional.
 
O gol parecia que iria incendiar a partida, uma vez que no lance seguinte o Avaí chegou com muito perigo e por muito pouco não empate. Pirão recebeu na intermediária, carregou e com espaço, encheu o pé, para grande defesa do goleiro Gilson, que mandou para escanteio.
 
Depois de quase sofrer o gol de empate, o ASA se resguardou na partida e passou a tocar mais a bola, esperando o Avaí sair para o jogo, tentando assim, surpreender e buscar a ampliação do marcador.
 
A partida seguiu dessa forma até o final do primeiro tempo. O Avaí ainda tentou assustar o goleiro Gilson, que esteve seguro na baliza alvinegra. Primeira etapa encerrada, com uma vitória por 1 a 0 do AA sobre o Avaí, gol do artilheiro Lúcio Maranhão.
 
2º - TEMPO
Na volta para a segunda etapa, o ASA voltou diferente em sua formação e na sua postura dentro de campo. Jogando para frente, a equipe catarinense assustou. Após cruzamento na área, o atacante Diogo Acosta surgiu entre os defensores do ASA e testou forte, mas a bola ganhou em altura e raspou o travessão do goleiro Gilson.
 
Mesmo com a equipe visitante mais agressiva, o ASA era o dono da casa e buscava e impor dentro de campo e por muito pouco não empatou com uma pintura de Didira. O meia alvinegro deu uma “caneta” no defensor rival, mas pecou no momento da finalização, a bola ainda sobrou para David Ceará, que mandou em cima do goleiro Moretto.
 
Depois de chances perdidas, as duas equipes continuaram promovendo mudanças e o jogo caiu de produção, circulando a maioria do tempo no meio de campo, com as faltas aumentando e o cartões amarelos surgindo.
 
Entendo a dificuldade do jogo, o ASA, apesar de realizar mudanças ofensivas, administrava a partida em seu campo de defesa e tentava explorar o contra-ataques, uma vez que o Avaí continuava buscando o gol de empate.
 
Na reta final do segundo tempo, o Avaí e lançou ao ataque e impôs uma pressão sobre o time alagoano. Mas, na base da segurança e da raça, o ASA segurou o resultado, ainda mandou uma bola na trave com Valdívia e garantiu a importante vitória por 1 a 0 obre o Vitória.
 
FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro 2012 – Série B – 28ª Rodada
Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca – Arapiraca, Alagoas
ASA 1 x 0 Avaí
Árbitro: Márcio Chagas da Silva-RS
Auxiliares: José Javel Silveira-RS e Marco Mello Moreira-RS
ASA: Gilson, Audálio, Fabiano e Edson Veneno; Osmar, Jorginho, Lucas(Geovane), Didira(Valdívia) e Chiquinho Baiano; Alexsandro(David Ceará) e Lúcio Maranhão.
Técnico: Nedo Xavier
Avaí: Moretto, Arlan, Cássio, Rafael(Fred) e Julinho(Felipe Alves); Bruno Silva, Pirão, Mika e Camilo(Nenê Bonilha); Diogo Acosta e Ricardo de Jesus.
Técnico: Argel Fucks
Cartões Amarelos: Lucas, David Ceará e Edson Veneno(ASA) – Rafael e Mika(Avaí)
Gols: Lúcio Maranhão 6min 1ºT (ASA)
 
Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão