quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Ramon aprova formação do Fla com dois cabeças de área

O time do Flamengo entra em campo, logo mais, diante da Portuguesa, no Canindé, pensando em três resultados: vitória, vitória ou vitória. O discurso do treinador Dorival Júnior e dos jogadores rubro-negros é vencer as próximas partidas para afastar de vez a possibilidade de rebaixamento e, assim, não ter que jogar com a corda no pescoço e a obrigação de vencer os últimos confrontos. Para o lateral-esquerdo Ramon, a situação que o time enfrenta atualmente pede muito empenho e tranquilidade.

"Toda a falta de vitória em uma equipe como o Flamengo gera um pouco de intranquilidade, até pelo momento. Vamos procurar vencer o mais rápido possível para poder fazer aqueles pontos que tiram matematicamente o risco de queda. A obrigação de vencer tem que haver sempre. Quem joga no Flamengo tem que ter essa obrigação", determinou o camisa 6, que considera a Portuguesa uma equipe bastante perigosa.

Ramon acredita que o Flamengo deve evitar os espaços entre os setore e que a compactação do time será fator preponderante para conseguir um bom resultado.

"A Portuguesa é um adversário difícil e vem tirando pontos de muitas equipes lá no Canindé. Acho que nos últimos jogos, por mais que a gente tenha criado chances, tenha corrido, tenha buscado a vitória, o principal fator foi essa questão da compactação. Ainda mais se tratando da Portuguesa que é uma equipe muita rápida, tem uma transição da defesa para o ataque com velocidade. Não podemos deixar buracos no campo. Isso é tudo o que a Portuguesa quer. Essa nossa falta de compactação fez com que as outras equipes as vezes tivessem mais espaços em outros jogos para fazer gols", analisou Ramon.

O lateral-esquerdo ressaltou a máxima de que um bom ataque começa com uma boa defesa. A escalação de dois cabeças de área na partida contra a Portuguesa, na opinião de Ramon, acarretará em um Flamengo mais forte no setor defensivo, com condições de ter uma melhor saída de bola.

"Essa escalação ajuda e libera um pouco mais eu e o Luiz Antônio. A gente pode sair e ser uma vávula de escape. E eles (Airton e Amaral) são dois marcadores que fazem muito bem essa função e dá mais tranquilidade para que nós, ali atrás, possamos ter mais facilidade na saída de bola", concluiu.

O Mengão enfrenta a Portuguesa nesta quarta-feira (17.10), no Canindé, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Mais Querido ocupa a 15ª posição na tabela da competição, com 36 pontos somados.

Fonte: flamengo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão