sábado, 10 de novembro de 2012

ASA reage no 2º tempo, mas acaba derrotado pelo Atlético-PR

Em um jogo de tempos distintos, o ASA bem que tentou, mas não conseguiu segurar o Atlético Paranaense que busca o acesso à Série A do Brasileiro. Noite de sexta-feira (9) em Arapiraca, o time visitante abriu três gols de vantagem na primeira etapa, o ASA reagiu na segunda, marcando duas vezes, com Rogério e Lúcio Maranhão, mas não conseguiu empatar o jogo que terminou com vitória rival por 3 a 2.
 
Na próxima rodada, sexta-feira, o ASA joga contra o Paraná em Curitiba. Já o Atlético Paranaense joga no dia seguinte contra o Criciúma no Heriberto Hulse.
 
O JOGO – 1º TEMPO
O ASA, garantido na Série B em 2013, buscava o resultado positivo para alcança uma melhor posição na competição em disputa. Já o Atlético-PR, desde os primeiros minutos mostrava vontade de buscar a vitória para se firmar no G4.
 
O time visitante tocava melhor a bola e a todo momento buscava o ataque, enquanto o ASA apenas se defendia e tentava sem sucesso atacar na base dos contra-golpes. De tanto insistir, o “Furacão” abriu o placar.
 
GOOOOLLLL DO CAP! Pedro Botelho fez belo passe para Marcelo Cirino, que ganhou na velocidade da defesa, dididiu com o goleiro Gilson que ficou para trás e tocou para o gol vazio. ASA 0 x 1 CAP.
 
A pequena torcida do Atlético Paranaense presente no Municipal ainda comemorava e o ASA ainda não tinha se recuperado, quando em outro descuido da defesa, o time rival ampliou o marcador.
 
GOOOOLLLL DO CAP! Após a saída de bola, o Atlético conseguiu recuperar a bola e numa jogada rápida, cruzamento da esquerda e o avante Marcão desviou para o fundo das redes. ASA 0 x 2 CAP.
 
Após o segundo gol, o ASA se organizou em campo e mostrava mais cautela, diante do “arrasador” Atlético Paranaense. E assim o time alvinegro tentou conduzir a primeira etapa, esperando mudanças na etapa complementar. Porém, em mais um ataque, nos minutos finais do primeiro tempo, o “Furacão” chegou ao terceiro gol.
 
GOOOOLLLL DO CAP! Bola lançada na área, a defesa do ASA não afastou e a bola sobrou o lateral-direito Maranhão, que encheu o pé e marcou o terceiro dos visitantes. ASA 0 x 3 CAP.
 
E com o placar de 3 a 0 que surpreendeu a torcida do ASA, o árbitro Dewson Fernando Freitas do Pará encerrou a primeira etapa aos 47 minutos.
 
2º - TEMPO
Na volta para a segunda etapa, o ASA que já tinha mudado com Valdívia entrando no lugar do zagueiro-lateral Walysson, também mandou para campo Rogério Maranhão, para a vaga de Alexsandro.
 
Por conta das mudanças ou não, o ASA melhorou o rendimento em campo e passou a chegar mais ao ataque e não demorou para chegar ao primeiro gol, que lhe daria esperanças na partida.
 
GOOOOLLLL DO ASA! Falta sofrida por Lúcio Maranhão na ponta-direita e cobrada por Didira, que mandou na cabeça de Rogério Maranhão, que testou, cobrindo o goleiro Weverton. ASA 1 x 3 CAP.
 
O ASA continuou em cima. Primeiro Lúcio Maranhão entrou na área e num choque com o goleiro rival pediu pênalti, mas o árbitro mandou seguir o jogo. Depois, Rogério Maranhão que entrou inspirado, mandou uma bicicleta que passou muito perto da baliza atleticana.
 
Por conta de algumas faltas não marcadas, o técnico Nedo Xavier exagerou nas reclamações e acabou expulso. Os ânimos estavam exaltados e o auxiliar técnico do Atlético também foi colocado para fora.
O tempo ia passando, a pressão inicial do ASA já não era a mesma e o Atlético do Paraná passava a administrar o resultado, enquanto o ASA tentava, mas esbarrava nos erros de finalização e no último passe.
 
Além de diminuir os espaços do ASA, o time visitante voltava a atacar e criar chances. Primeiro com Henrique e depois com Taiberson, ambos desperdiçando grandes oportunidades de decretar o resultado do jogo.
 
O alvinegro por sua vez, tentava as últimas investidas. O meia David Ceará era uma aposta ofensiva, entrando no lugar do zagueiro Audálio, que já se mostrava cansado em campo, uma vez que teve muito trabalho na noite desta sexta-feira.
 
Apesar da postura de crescimento da equipe paranaense na segunda etapa, o ASA que estava em desvantagem, jogava em casa e tinha o apoio da torcida, chegou ao gol que iria incendiar o jogo em Arapiraca.
 
GOOOOLLLL O ASA! Bola levantada na área por David Ceará, muita gente impedida e quem surgiu foi Lúcio Maranhão, para desviar de leve de cabeça para diminuir o marcador. ASA 2 x 3 CAP.
 
Nos minutos finais, o ASA impôs uma pressão na base do abafa. Os meias alvinegris, David Ceará e principalmente Valdívia, atacavam e faziam boas jogadas, mas esbarravam na defesa do Atlético, que neste momento estava todo recuado.
Aos 49 minutos. o árbitrou encerrou o jogo com vitória do Atlético Paranaense por 3 a 2 sobre o ASA no Municipal de Arapiraca;
 
FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro 2012 – SÉRIE B – 36ª Rodada
Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca – Arapiraca, Alagoas
ASA 2 x 3 Atlético-PR
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA)
Assistentes: Marco Aurélio dos Santos Pessanha (RJ) e Márcio Gleidson Correia Dias (PA)
ASA: Gilson. Audálio(David Ceará), Fabiano e Edson Veneno; Osmar, Cal, Lucas, Didira e Walysson(Valdívia); Alexsandro e Lúcio Maranhão.
Técnico: Nedo Xavier
Atlético-PR: Weverton, Maranhão, Luiz Aberto, Cléberson e Pedro Botelho; Derley, João Paulo, Elias(Pauo Baier) e Felipe(Henrique); Marcelo Cirino(Taiberson) e Marcão.
Técnico: Ricardo Drubscky
Cartões Amarelos: Lúcio Maranhão(ASA) – Cléberson, Elias, Taiberson, Paulo Baier, Derley e Weverton(CAP)
Cartões Vermelhos: Derley(CAP)
Gols: Rogério Maranhão 12min e David Ceará 37min 2ºT(ASA) - Marcelo Cirino 22min, Marcão 23min e Maranhão 42min 1ºT (CAP)
Fonte: cadaminuto.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão