quinta-feira, 15 de novembro de 2012

‘Pelada de luxo’ é atração na festa dos 117 anos do Flamengo

Um encontro de gerações marcou as comemorações dos 117 anos do Flamengo. Craques do passado abrilhantaram a festa na sede do clube. Ex-jogadores disputaram uma partida festiva pela Flamaster, equipe formada por ex-atletas do Mengão. O grupo se dividiu em duas equipes para a exibição no sagrado gramado da Gávea. O jogo contou com a participação de ex-atletas como Zinho, Adílio, Jorginho, Claudio Adão, Piá, Marquinho, Julio Cesar Uri Gueler, Nélio, Jaime de Almeida, Leandro Ávila, entre outros.
 
Quem não estava para brincadeira mesmo era Zinho. O ex-meia e atual diretor de Futebol do clube foi o grande destaque do jogo, marcando 4 dos 6 gols da vitória do time de camisas rubro-negras. A equipe de camisas brancas balançou as redes quatro vezes.
 
"A gente até brinca antes do jogo, mas quando rola a bola é diferente, todo mundo quer ganhar (risos). Essa data é sensacional. Fico muito feliz de estar aqui comemorando os 117 anos do Flamengo. E é ótimo rever os amigos, alguns que você quase não encontra", diz Zinho, que pretende participar da pelada nos próximos anos.
 
"Os cabelos vão estar mais brancos e barriguinha deve estar maior (risos), mas vai ser uma honrar (participar dos jogos festivos). Independentemente de eu estar trabalhando no clube ou não, quero participar, afinal de contas, nós fazemos parte da história. E jogar uma pelada é sempre bom. Sempre que eu puder, vou estar aqui", completa.
 
Adílio, outro ídolo rubro-negro, mostrou que, mesmo aposentado, ainda bate um bolão. O ex-jogador esbanjou técnica e saudou os amigos no fim do duelo.
"É uma emoção. São 117 anos. E estar aqui com Claudio Adão, Nélio, Zinho, Piá e tantos outros amigos, é muito legal. Então é muito importante participar dessa festa aqui. Se deixar a gente com a bola aqui, a gente fica brincando até e manhã", disse Adílio.
 
Nélio, que brilhou no Mengão, na geração posterior a de Adílio, também fez a alegria do público presente. O ex-jogador ressaltou que gostaria de jogar peladas como a de hoje por mais vezes. Ele diz que é bom para reencontrar amigos e matar a saudade do manto sagrado.
 
"É sempre bom estar aqui, no lugar onde eu começei. Quase 18 anos jogando aqui dentro, das categorias de base ao profissional. A gente fica sempre feliz de poder retornar. Queríamos nós que pudesse ter esse encontro não só de ano em ano, mas sempre. É bom poder rever amigos. Campeões, jogadores que eu era fã quando eu jogava. Então essa festa é muito legal no aniversário do Flamengo", disse o Nélio, que se diz rubro-negro de pele, alma e coração.
 
Além do jogo de masters, o gramado da Gávea recebeu mais duas partidas comemorativas: funcionários do clube enfrentaram um time formado por jornalistas e artistas duelaram entre si.
 
Fonte: flamengo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão