domingo, 22 de setembro de 2013

Náutico 0 x 0 Flamengo - E a crise continua...

Complicou! O Flamengo entrou no estado de alerta na tarde deste domingo. Diante do lanterna do Brasileirão, o Náutico, o Mengão fez mais uma partida apática e não saiu de um 0 a 0, pela 23ª rodada, perdendo uma grande oportunidade de se afastar da zona de rebaixamento. O clube carioca foi comandado pelo interino Jayme, mas deve anunciar um novo treinador nos próximos dias.
 
O resultado não foi nada bom para o Flamengo. Na 16ª colocação com 27 pontos, o Mengão pode terminar a rodada na zona de rebaixamento, porém, para isso Criciúma ou o rival Vasco precisa vencer, em partida que acontecerá ainda neste domingo. A crise está instalada, e o clube carioca não pensa em outra coisa, sem ser fugir do descenso.
 
Por sua vez, o rebaixamento do Náutico parece ser questão de tempo. O Timbu já não vence há 13 jogos e precisa começar a pensar no planejamento de 2014. O clube pernambucano, que será comandado agora por Marcelo Martelotte, é o lanterna com apenas dez pontos, a 17 do próprio Flamengo.
 
Tudo igual!
Em crise, o Flamengo não quer fazer companhia diante do próprio rival deste domingo, o Náutico, no fundo do poço. Com isso, saiu para a pressão logo nos minutos iniciais do embate. Aos três, Hernane fez fila na zaga do Timbu e arriscou o chute. A bola acabou indo para fora. Depois foi a vez de Samir perder boa oportunidade. O defensor testou firme, mas Gideão, atento, fez a defesa. Já pelo clube pernambucano, Rogério tentou, mas parou em Paulo Victor.
 
Aos 14 minutos, Samir apareceu, outra vez, como elemento surpresa na área do Náutico. Carlos Eduardo cruzou, o zagueiro desviou e Gideão fez a defesa. Em seguida, o defensor salvou uma bola em cima linha, em um chute de Tiago Real, que já havia deixado Paulo Victor para trás.
 
Com a necessidade de ambas as equipes em vencer, o jogo ficou aberto, o que fez com que, tanto Náutico, quanto o Flamengo perdessem várias chances. Pelo lado do Mengão, Wallace tentou de cabeça, mas mandou para fora. Enquanto que, Paulinho obrigou Gideão a fazer mais uma grande defesa. Já o Timbu chegou com Martinez. O volante aproveitou a sobra para soltar o pé. Paulo Victor defendeu.
 
Elias teve a chance de ouro, mas perdeu!
No intervalo, o interino Jayme tentou motivar o time do Flamengo, que entrou com tudo para o segundo tempo. Logo aos quatro minutos, Elias arriscou o chute. A bola passou por Gideão, mas o pé salvador de Leandro Amaro não deixou o Mengão abrir o placar. O Náutico não demorou a responder. Hugo tentou cruzar, a bola pegou efeito e por pouco não surpreendeu Paulo Victor, que fez a defesa.
 
Aos 16 minutos, o Flamengo desperdiçou mais uma chance. Gabriel cruzou, a bola passou por toda a área e ninguém chegou para empurrar para o fundo das redes. Já o Náutico tentou chegar com Rogério, mas o atacante mandou a bola para fora.
 
Nos minutos finais, cada equipe teve uma chance de vencer o embate. Pelo Náutico, Maikon Leite recebeu belo passe, ficou cara a cara com Paulo Victor, que pulou nos pés do atacante para fazer a defesa. Já o Flamengo perdeu um gol incrível. Marcelo Moreno cabeceou, Gideão defendeu, na sobra, Elias, sem goleiro, errou o alvo.
 
Próximos jogos
Na próxima rodada, o Náutico visita a Ponte Preta nesta terça-feira, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Flamengo mede forças contra o Coritiba na quarta-feira, às 21h50, no Couto Pereira, em Curitiba-PR.
 
Fonte: futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão