segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Ponte Preta 1 x 1 Flamengo – O calvário parece não ter fim!

A diretoria fez promoção e a torcida compareceu em bom número (mais de 10 mil pagantes), mas a Ponte Preta não fez a parte dela. Com um gol levado de André Santos aos 42 minutos do segundo tempo, a Macaca apenas empatou com o "desfigurado" Flamengo, por 1 a 1, no Estádio Moisés Lucarelli, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter acabado com a sequência de sete derrotas seguidas, o time campineiro continua em situação delicadíssima.
 
Após a sequência negativa, a Ponte voltou a pontuar, mas continua em situação bastante delicada. Com apenas 16 pontos, o time campineiro está na penúltima colocação e vê o rebaixamento para a Série B cada vez mais próximo. Já o Flamengo, que não consegue emplacar uma sequência de resultados, está na 11ª colocação, com 26 pontos.

E ainda não foi dessa vez que o Flamengo encerrou um jejum que já dura 15 anos. A última vitória rubronegra no Moisés Lucarelli foi no Campeonato Brasileiro de 1998, quando bateu a Ponte Preta, por 1 a 0. O gol marcado foi de Rodrigo Fabri.
 
Mengo começa melhor e Ponte iguala Mesmo com vários desfalques, o Flamengo começou a partida tendo mais posse de bola, enquanto a Ponte Preta encontrava muitas dificuldades para passar pelo sistema defensivo adversário, que era protegido por três voltantes. Na base do contra-ataque, o Mengo assustou aos nove. Paulinho desceu em velocidadee tocou para Carlos Eduardo. O meia tocou na saída de Roberto, mas o chute saiu torto. A resposta veio na sequência.
 
Fellipe Bastos soltou a bomba em cobrança de falta e a bola passou raspando a trave de Paulo Victor. Sem tempo de bola, os jogadores pontepretanos chegavam atrasados no lance e cometiam muitas faltas perto da área, preocupando Roberto. Aos 19, Adrianinho arriscou de longe e o goleiro rubronegro espalmou para escanteio. O Flamengo parecia estar jogando em casa, tendo muito mais posse de bola e colocando o adversário na roda.
 
A Macaca insistia nas jogadas pelas laterais. Aos 29, Chiquinho recebeu livre e cruzou rasteiro, mas Samir apareceu antes de William e desviou pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Baraka tocou de cabeça e a bola passou raspando a trave de Paulo Victor. Aos 34, Uendel dominou na entrada da área e bateu para fora. Depois, Carlos Eduardo sofreu falta muito perto da área e João Paulo cobrou por cima.
 
Quando parecia que a vitória ia vim...
A Ponte Preta duas boas chances de abrir o placar aos sete minutos. Artur arriscou de longe e Paulo Victor soltou nos pés de Chiquinho. Sem ângulo, o atacante foi abafado pelo goleiro, que se recuperou e fez outra defesa. Na sequência, Uendel cruzou e Rildo desviou mal de cabeça. A resposta rubronegra veio aos 11. Hernane tabelou com João Paulo, dominou dentro da área e soltou a bomba, com muito perigo.
 
Aos 15, William dominou e ajeitou para Chiquinho, que chegou batendo de primeira. A bola passou raspando a trave de Paulo Victor, já batido no lance. O segundo tempo era bastante movimentado, com os dois times buscando o gol, pois só a vitória interessava para ambos. Aos 20, Samir cometeu falta em Rildo e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando o Flamengo com um a menos.
 
Em vantagem, a Ponte Preta abriu o placar aos 23. Chiquinho inverteu a bola para Artur, que dominou e, mesmo sem ângulo, soltou a bomba no ângulo de Paulo Victor. Atrás do marcador, o Flamengo passou a pressionar a Macaca, mesmo com um homem a menos. E o merecido empate saiu aos 42. André Santos recebeu cruzamento de dentro da área e bateu. A bola ia nas mãos de Roberto, mas desviou em Chiquinho e Ferron, indo morrer no fundo das redes.
 
Próximos jogos
A Ponte Preta volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Corinthians, às 21h50, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 22ª rodada. Na quinta, o Flamengo recebe o Atlético-PR, às 19h30, no Maracanã, no Rio de Janeiro.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão