domingo, 6 de outubro de 2013

Flamengo 1 x 1 Vasco da Gama - Caiu bem, mas Vasco continua na zona de degola

Os cariocas voltaram à Arena Mané Garrinha, em Brasília, em grande estilo. Flamengo e Vasco da Gama empataram, por 1 a 1, num duelo equilibrado e com resultado justo. O rubro-negro foi ligeiramente melhor no primeiro tempo, quando marcou seu gol, mas o Vasco melhorou bastante na parte final e mereceu chegar ao empate.
 
O resultado, porém, neste momento é mais favorável ao Flamengo, que vem em alta, com vitórias em cima de Criciúma e Coritiba e sem perder há cinco jogos. Agora aparece com 34 pontos, em 11.º lugar. O Vasco da Gama, sem perder há três jogos, continua ao lado da “turma da degola”, com 29 pontos, em 17.º lugar. Isso porque no sábado o São Paulo venceu o Vitória, por 3 a 2, no Morumbi.
 
O lado bom deste clássico no “Manezão” foi que as duas torcidas foram divididas e o policiamento reforço. No total foram 1500 policiais, mil deles dentro do estádio. Além disso, a pausa de jogo em Brasília deu tempo para a recuperação do gramado, que estava castigado desde mesmo o término da Copa das Confederações.

TUDO QUASE IGUAL
O jogo começou equilibrado e muito concentrado no setor de meio-campo. Mas com ingredientes de rivalidade, embora o clássico fosse disputado bem longe do Rio de Janeiro. O árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro tentou serenar os ânimos na base da conversa e das advertências verbais. No final aplicou um cartão amarelo para cada lado. Num deles, para Juninho Pernambucano, meia vascaíno, que deu uma entrada perigosa num flamenguista e merecia ser expulso.
 
Os dois goleiros poucos foram acionados. Só o vascaíno Diogo Silva fez uma defesa firme, num chute de longe de Hernane, aos 29 minutos. O gol saiu, como se esperava, numa falha individual. Um lançamento da linha do meio-campo pegou a defesa do Vasco desatenta. Para piorar, o experiente zagueiro Cris tentou cortar a bola com a perna direita, quando deveria ter tentado com a perna esquerda. Paulinho pegou a bola na frente, entrou na grande área pelo lado direito e tocou na medida para Hernane, na pequena área, só completar de chapa para as redes.
 
Este é o décimo gol de Hernane no Brasileirão. Ele é o artilheiro do Mengão na temporada, com 25 gols. Ele foi contratado ano passado junto ao Mogi Mirim, do interior paulista.
 
MUDANÇAS NO INTERVALO
O técnico Dorival Júnior voltou com duas modificações para o segundo tempo. O meia Juninho, com 38 anos, deu sua vaga para Willie, mesmo porque já vem de 12 jogos consecutivos pelo Vasco e não suporta o desgaste físico. No ataque, o goleador André entrou na vaga de Edmilson, que teve uma atuação discreta, embora tenha sido pouco acionado.
 
Mas o Flamengo ameaçou primeiro, aos seis minutos. Numa falta cobrada por Chicão, a bola passou sob a barreira e tirou tinta da trave direita de Diogo Silva. Que susto!
 
Na primeira descida ao ataque, o Vasco empatou aos oito minutos. O rápido Willie foi lançado em diagonal, invadiu a grande área e tocou rasteiro, por baixo do goleiro Paulo Victor que saia no desespero.
 
DOIS ERROS DO JUIZ
Aos 16 minutos, Wallace, do Flamengo, que já tinha cartão amarelo, segurou uma bola com a mão. E deveria ser expulso o que gerou muita reclamação de Dorival Junior. Sabe o que aconteceu: o juiz expulsou o técnico. Errou duas vezes.
 
Mas o Vasco ganhou mais velocidade e também força no meio-campo. E soube explorar bem as jogadas pelas laterais, passando a dominar as ações dentro de campo. O técnico Jayme de Almeida, ex-zagueiro do Guarani na década de 80, tentou se reforçar na marcação com a saída de André Santos para a entrada de Gabriel.
 
Aos 30 minutos, Dorival Junior também colocou o pé no freio. Tirou o esperto atacante Jhon Cley para a entrada de Wendel, que marca mais. O empate parecia melhor mesmo para os dois.

PRÓXIMOS JOGOS
Pela 27.ª rodada, o Vasco da Gama vai enfrentar o Fluminense, em outro clássico carioca. Só que este jogo será disputado na cidade de Florianópolis, no Estádio da Ressacada, do Avaí, quarta-feira, às 21 horas. O Vasco não terá Juninho Pernambucano, suspenso com três cartões amarelos.
 
Na quinta-feira, no Rio de Janeiro, o Flamengo vai receber o Internacional, a partir das 21 horas, no fechamento da rodada. Sem o zagueiro Wallace, suspenso com três cartões amarelos.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão