quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Goiás 1 x 2 Flamengo - Mengão dá o primeiro passo rumo à final: Com o resultado, Falmengo poerá perder até por 1 a 0 no jogo de volta que estará na final

O sonho do Goiás de ir a sua primeira final de Copa do Brasil se complicou na noite desta quarta-feira. Jogando no Serra Dourada, em Goiânia, diante de sua torcida, o Goiás perdeu por 2 a 1 para o Flamengo e se complicou para o jogo de volta. A partida foi válida pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil. A Rádio Jornal (Goiânia), parceira do Futebol Interior, transmitiu o jogo.
 
Com o resultado, o Flamengo larga na frente nas semifinais. Na próxima quarta, quando os dois times voltarem a se enfrentar no jogo de volta, no Maracanã, no Rio de Janeiro, o Mengão poderá até perder por 1 a 0 que estará classificado para a final. Para passar, o Goiás precisará vencer por dois gols de diferença ou vencer por um gol de diferença marcando três gols ou mais. Vencendo por 2 a 1, o Goiás levará a partida para a decisão nas cobranças de pênaltis.
 
O jogo
Em campo, o jogo começou truncado por causa do campo molhado com a forte chuva que atingiu Goiânia no início da noite desta quarta. As marcações prevaleciam e os goleiros só assistiam ao jogo. Isso só até os 25 minutos, quando o Flamengo conseguiu uma boa jogada pela esquerda e abriu o placar. Após tabela com André Santos, Paulinho recebeu na entrada da área, driblou o zagueiro Rodrigo e tocou por baixo na saída de Renan para as redes.
 
Com a vantagem, o time carioca tentou se postar para explorar mais os contra-ataques, mas um erro na saída de bola rápida provocou o gol de empate do Goiás. Aos 38 minutos, Elias perdeu a bola para Júnior Viçosa, que viu Vitor livre na direita e rolou a bola para dentro da área. O lateral-direito chutou forte e rasteiro no canto direito de Paulo Victor.
 
Em jogo decisivo, uma bola parada pode decidir. E foi isso que aconteceu apenas três minutos depois do empate goiano. Em uma falta pelo meio, na entrada da área, o zagueiro Chicão mostrou sua habilidade neste tipo de jogada e acertou o canto direito baixo de Renan, que foi atrapalhado por um leve escorregão na hora de ir para a bola.
 
Aposta no contra-ataque
No segundo tempo, o Flamengo resolveu adotar novamente a tática do contra-ataque. Não fosse a ineficiência de Carlos Eduardo, o terceiro gol até poderia sair. E como não "matou" o jogo, sofreu pressão do Goiás, que apostava nos cruzamentos e não teve competência. A ausência do centroavante Walter, machucado, foi muito sentido no time goiano, que no final reclamou muito de um pênalti não marcado em Welinton Júnior e agora terá de reverter a desvantagem no Maracanã.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão