quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Flamengo 2 x 1 Goiás - Mengão é finalista da Copa do Brasil! No jogo de ida, cariocas haviam vencidos pelo mesmo placar

O Flamengo é finalista da Copa do Brasil de 2013. Na noite desta quarta-feira, no Rio de Janeiro, no Maracanã, confirmou a classificação a final da competição, num estádio cheio e com uma boa vitória por 2 a 1, contra o Goiás, no jogo de volta da semifinal. Os goianos sairam na frente, com gol de Eduardo Sasha logo aos sete minutos, mas Hernane e Elias tratarão de virar o jogo para os cariocas.
 
Como já havia vencido o jogo de ida, por 2 x 1, em Goiânia, o time poderia até empatar, que estaria classificado, mas para não estragar a festa dos torcedores, garantiu a vitória. Agora, enfrenta o Atlético-PR, na casa do adversário, no dia 20. Enquanto, a grande final será dia 27, no Maracanã, no Rio de Janeiro, num jogo que promete uma grande festa para os torcedores.
 
O jogo Cada bola era disputada com muito vigor pelos rubro-negros. Carrinhos, encontrões, marcação dura. E tudo isso foi necessário, graças a Eduardo Sasha. Debaixo da chuva, os espíritos flamenguistas gelaram quando o atacante adversário fez um belo gol de cabeça, logo aos cinco minutos. No cruzamento de David, Sasha acertou um toque preciso, no ângulo de Paulo Victor.
 
O baque durou alguns segundos na arquibancada e vários minutos em campo. A torcida prontamente respondeu com coro de apoio, mas seus jogadores entraram desacerto. Quando a equipe da casa ainda tentava recobrar a tranquilidade, uma boa trama ofensiva: Paulinho, Elias, Hernane. Com o centroavante, na área do Maracanã não tem perdão. Um toque de categoria por cobertura e Renan caiu ao chão, a bola, na rede, aos 14 minutos. A ordem parecia restabelecida. E qualquer temor evaporou quando Elias acertou um petardo em diagonal, no ângulo esquerdo de Renan 10 minutos depois.
O Goiás chegou a dar indícios de que poderia concretizar o impensável: vencer o Flamengo e sua fiel torcida no Maracanã. Nos minutos em que esteve à frente no marcador, mostrou calma e consciência tática, natural para um time que portava-se com a tranquilidade de quem sabia que a missão era tida como impossível.
 
Virada
Mas a virada veio e o Flamengo estabeleceu o controle da partida. Mesmo no segundo tempo, quando esteve mais acuado, não foi ameaçado de forma nítida. Algumas chances goianas nos cruzamentos, na pressão sem estrutura, mas nada que forçasse Paulo Victor a uma intervenção mais elaborada.
 
Na verdade, a festa da torcida poderia e deveria ter sido mais intensa e por mais tempo. Hernane faria um segundo gol, em excelente troca de passes entre Leonardo Moura e Elias, o melhor em campo. Erradamente, a arbitragem anulou o lance.
Mas a decisão não pesou no resultado final. Com pragmatismo, sem entrar no clima da arquibancada, esse criticado time do Flamengo se garantiu o direito de sonhar em entrar para o rol de campeões do clube.
Próximo jogo

 Na final da Copa do Brasil, o Flamengo terá de jogar a primeira no estádio Durival de Britto, em Curitiba, no próximo dia 20. O segundo jogo será no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, no dia 27.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão