domingo, 8 de dezembro de 2013

Flamengo 1 x 1 Cruzeiro – Deu empate no duelo dos campeões: Antes da bola rolar, foi dado um minuto de silêncio, pela morte de Nelson Mandela

Flamengo e Cruzeiro – que trocaram as faixas - se enfrentam neste sábado, no Maracanã, em pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque, um foi campeão da Copa do Brasil. Já o outro, levantou a taça do Brasileirão de forma antecipada.
 
E o duelo que encerrou a participação dos dois na competição terminou empatado por 1 a 1. Com gols de Hernane (Flamengo), de cabeça, aos 13 minutos da primeira etapa e Souza, nos 16 do segundo tempo, os cariocas terminaram o Brasileirão na 11ª colocação com 49 pontos.
 
Já os mineiros, com mais um ponto, encerram a competição com a taça de campeão – conquistada de maneira antecipada – na liderança isolada, agora com 76. Mas o Mengão, ainda pode perder posições, já que a última rodada será encerrada somente neste domingo.
 
Homenagem e protesto
Antes do apito inicial, os dois times promoveram uma troca de faixas. Já que o Flamengo foi o campeão da Copa do Brasil e o Cruzeiro levantou de maneira antecipada a taça do Brasileirão. Também aconteceu outra homenagem.
 
Antes da bola rolar, foi dado um minuto de silêncio, pela morte de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul. O volante do Mengão, Luiz Antônio completou neste dia, 100 jogos pelo time carioca. E logo após o apito do árbitro, aconteceu o famoso toque de bola entre os jogadores, que durou cerca de 30 segundos, em mais um protesto do movimento Bom Senso FC.
 
Logo aos cinco minutos, Paulinho recebeu um grande passe, tocou para Léo, que chutou de fora da área e por pouco não abriu o marcador para os donos da casa. Quatro minutos depois, Paulinho tabelou com Hernane, que deixou Bruno Rodrigo e o goleiro Rafael pra trás e se não fosse Everton, o Mengão teria feito o gol.
 
Mas aos 13 minutos, ninguém conseguiu evitar o gol do Flamengo, que aconteceu depois de um cruzamento de Nixon, que parou na cabeça de Hernane. O borcador mais uma vez deixou sua marca no Brasileirão.
 
Aos 17, Luan tentou empatar, mas a bola acabou nas mãos do goleiro do Flamengo, César. Cinco minutos mais tarde, Júlio Baptista passou a bola para Luan, que chutou da entrada da área e mais uma vez, Céasr dez a defesa, que foi muito boa por sinal. Aos 36, Souza cruzou na área adversária e Léo obrigou o arqueiro do Mengão trabalhar mais uma vez.
 
“São César”
O Flamengo voltou para a segunda etapa vestindo a terceira camisa, que era mais preta, mas foi o Cruzeiro que começou pressionando. Tanto é que aos nove minutos, Luan desperdiçou um,a grande chance de empatar a partida. Depois de um cruzamento de Vinícius Araújo, o ex-Palmeiras erra feio e manda a bola longe do gol carioca.
 
Aos 15, Vinícius Araújo arriscou de fora da área e por sorte do goleiro César, a bola passou raspando a trave do gol flamenguista. De tanto pressionar, o Cruzeiro chegou ao empate três minutos depois. Souza driblou dois defensores cariocas e marcou um golaço no Maracanã.
 
E os mineiros quase viraram o jogo aos 23 minutos, quando Luan, de fora da área mandou a bola na trave do Flamengo. E não deu nem tempo para o goleiro César respirar, já que no minuto seguinte Júlio Baptista chutou cruzado e o arqueiro teve que trabalhar novamente.
 
Depois de mais uma defesa, a torcida ovacionou o jogador flamenguista. Aos 37, Léo Moura conseguiu evitar – de carrinho dentro da grande área - o segundo gol, que seria marcado por Júlio Baptista.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão