domingo, 1 de dezembro de 2013

Vitória 4 x 2 Flamengo - Baianos aproveitam bem a ressaca dos cariocas: Vitória foi melhor e marcou os gols para brigar pelo G4 da Copa Libertadores

O Vitória se manteve firma na briga por uma vaga no G4, grupo da Copa Libertadores, ao vencer o mistão do Flamengo, por 4 a 2, neste domingo à tarde, no Estádio Barradão, em Salvador, pela 37.ª rodada, a penúltima da temporada. O jogo foi emocionante, mas com resultado justo.
 
O rubro-negro baiano agora soma 58 pontos, bem perto do G4, por enquanto (antes do final da rodada, em sexto lugar. O rubro-negro carioca, de ressaca pela conquista do tricampeonato da Copa do Brasil, está na boa: ocupa posição intermediária, em 11.º lugar, com 48 pontos. Este jogo foi transmitido pela Rádio Excelsior AM 840 de Salvador, parceira da Rádio FUTEBOL INTERIOR.
 
 Na última rodada, no domingo, o Vitória vai sair diante do Atlético Mineiro, preocupado com o Mundial Interclubes. De outro lado, o Flamengo vai atuar em casa, na sua despedida, diante do Cruzeiro, atual campeão brasileiro.
 
PENALTI PERDIDO
 O Vitória começou mais na frente e poderia ter aberto o placar aos 12 minutos, quando Dinei cobrou pênalti, mas o goleiro Paulo Victor caiu no canto esquerdo e espalmou para escanteio.
 
O time da casa não desistiu e saiu na frente aos 43 minutos com Dinei, que aproveitou na pequena área o cruzamento de Marquinhos, do lado esquerdo, após lançamento perfeito do meia Renato Cajá.
 
 Mas a festa baiana durou pouco, porque aos 45 minutos o Flamengo empatou. Depois do lançamento para a área, a bola ficou pipocando até chegar nos pés do zagueiro Wallace, revelado no Vitória, que completou de bico para as redes.
 
MAIS EMOÇÕES O segundo tempo começou quente. Logo no primeiro minuto, o argentino Max Biancucchi fez um golaço. Após a cobrança de lateral, houve um desvio de cabeça de Marquinhos e a bola sobre para Mas, que bateu de virada, com leveza. A bola saiu com efeito e entrou no ângulo direito de Paulo Victor, sem chances de defesa.
 
Aos seis minutos, Marquinhos arriscou o chute de longe e a bola raspou no travessão e foi para fora, o que poderia ser o terceiro gol e definir a partida. Mas o time carioca voltou a empatar aos 14 minutos. Depois de boa jogada pelo lado direito do ataque, o cruzamento veio da linha de fundo para os pés do “Brocador”. Mesmo desequilibrado ele mandou para as redes com o pé direito. Tudo igual.

Mas no vai e volta, o Vitória tratou logo de marcar o terceiro gol. Aos 16 minutos, após cruzamento da esquerda de Juan a defesa não cortou e Dinei entrou sozinho, na pequena área, para tocou de pé direito para as redes.
 
MUDANÇA ERRADA
Neste meio-tempo um mal entendido. O técnico Ney Franco errou ao tirar Renato Cajá, que ao contrário de jogos anteriores, fazia uma boa atuação e colocou Danilo Tarracha para reforçar o sistema de marcação. Cajá reclamou e ao sair de campo tirou a camisa e foi direto para os vestiários. Mas depois, de banho tomado e cabeça fresca, voltou para o banco de reservas.

O Flamengo ainda tentou reagir. Aos 28 minutos, Luis Antônio chutou de longe e o goleiro Wilson fez grande defesa. Mas aos 34 minutos, tudo ficou liquidado. Após troca de passes no ataque, Dinei, de costas, ajeitou a bola para Marquinhos, de frente, que bateu rasteiro e fez 4 a 2.
O Flamengo não teve forças para reagir. E ainda teve que agüentar os gritos de “olé” da torcida nos minutos finais. Aos 44 minutos, Wallace foi expulso por falta violenta, deixando o time carioca com um jogador a menos. Mas tudo estava resolvido.
 
Fonte: Futebolinterior.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão