segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Após derrota em casa, Comercial deve apresentar reforços contra o Murici: Confira o resumo da rodada e as mais atualizadas informações sobre o Comercial de Viçosa

Ainda sem vencer na primeira fase do Campeonato Alagoano 2014, denominado de Copa Maceió, o Comercial de Viçosa busca na próxima rodada sua primeira vitória o que daria confiança ao time e reaproximaria sua torcida, pois as partidas do Canarinho da Zona da Mata, sempre garantiram uma ótima média de público.
 
No próximo jogo o Comercial enfrenta o Murici, nesta quarta-feira (22), às 20h, no estádio José Gomes da Costa, em Murici.
 
A rádio Princesa AM 1560 transmitirá ao vivo toda a partida, a jornada esportiva começa às 14h do dia 22. E como sempre você pode acompanhar tudo através do Vale Agora Web.
 
O time deve apresentar reforços contra o Murici, o zagueiro Gamarra, o volante Fagner Marcos e o atacante Weliton Heleno, devem estrear pelo comercial na próxima quarta.
 
No último sábado (18), o ASA venceu o Comercial no Vilelão pelo placar de 2 x 1, o Canarinho fez uma boa partida, mas não foi suficiente para incumbir o brilho do artilheiro Lima que nos 48 minutos do 2º tempo definiu o placar e garantiu a vitória do time arapiraquense!
 
Esses foram os placares das três últimas rodadas:
Comercial 0 x 2 Coruripe
Penedense 1 x 0 Comercial
Comercial 1 x 2 ASA
 
No início do campeonato o Comercial foi impedido de estrear em casa devido a irregularidades descritas nos laudos técnicos, segundo o TJD. A diretoria do clube entrou com ação no Tribunal de Justiça Desportiva para que o estádio Teotônio Vilela pudesse sediar o primeiro jogo do Canarinho, mas o pedido foi negado no dia 10 de janeiro, a alegação do TJD foi de que o estádio não oferecia segurança para os presentes.
 
A decisão foi bastante comentada nas redes sociais e entre os cronistas de futebol, pois é de conhecimento geral que o Vilelão é um dos melhores estádios de Alagoas e isso ficou bastante claro no jogo do último sábado (18), onde nenhuma ocorrência negativa foi registrada e o jogo transcorreu normalmente.
 
Classificação:
CLUBEPGJG
1ASA93
2Coruripe62
3Penedense62
4Santa Rita42
5Murici12
6CSE02
7Comercial03
8CEO02
 
O CASO ‘Valdiram’
O atacante Valdiram, ex-Vasco da Gama, chegou ao Comercial como um ótimo reforço e logo foi acolhido pela diretoria e pela torcida que sempre acompanhava os bons treinos do jogador.  Mas, aos poucos, mudou de comportamento: “ele teve uma recaída. Voltou a beber, os problemas voltaram e tivemos que dispensá-lo”, disse o Presidente do clube Flavius Flaubert em entrevista ao site TNH1.
 
O Jogador tem um histórico negativo, envolvendo prisões (uma delas em Portugal), uso de drogas e até estupro. Após ser artilheiro do Vasco na Copa do Brasil de 2006 (ano do vice-campeonato para o Flamengo), o atacante foi dispensado no ano seguinte pelo técnico Renato Gaúcho, por chegar embrigadado ao treino. Em seguida, perambulou por clubes do Nordeste e por Bonsucesso e Bangu, sem se firmar.
 
Nesta semana, em entrevista a Uol Esportes, Valdiram negou que tenha voltado a usar drogas e afirma que saiu do Comercial por vontade própria.
 
“Ninguém tem o que falar de mim. Fiz meu trabalho correto, nunca faltei aos treinos e nunca cheguei atrasado. Eu saí por opção minha, por ver que não havia condições. Arrumei minhas coisas e disse que estava indo embora. Liguei para o meu pai e pedi para ele me buscar. Agora, se o presidente falou que eu estava na boca de fumo, ele vai ter de provar. Falar é fácil, mas cadê a prova?”, questionou o jogador em entrevista ao Uol.
 
Paulo Roberto, treinador do Comercial-AL, também fez acusações contundentes. O atual comandante da equipe alagoana já havia trabalhado com Valdiram em 1999, quando foi gerente-geral do CRB. Na época, o jogador estava nos juvenis da equipe.
 
“Ele dava muito trabalho. Hoje o problema é que ele caiu novamente nas drogas. A cabeça dele está totalmente desorientada. Ele andou trocando tapas com um pessoal nas ruas, e o pai dele teve de vir de Pernambuco para levá-lo embora. Se não fosse isso, ele podia sair morto da cidade por causa de tanta confusão, até mesmo com traficantes”, disse o técnico do Comercial-AL.
 
Fonte: valeagoraweb.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão