terça-feira, 26 de setembro de 2017

Onda azul: CSA garante acesso à Série B do Brasileiro e decide semifinal com São Bento

O time sem série se tornou o mais novo integrante da Série B do Campeonato Brasileiro. Todo o trabalho do CSA atingiu o objetivo traçado. Em plena segunda-feira, o time do Mutange assegurou sua ascensão à Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer, mais uma vez, o Tombense (MG) por 1 x 0 no Estádio Rei Pelé, em partida válida pelas quartas de finais de Série C. O CSA se junta a Sampaio Corrêa (MA), Fortaleza (CE) e São Bento (SP). Com as duas vitórias diante do Tombense, o CSA chegou aos 38 pontos conquistados na competição.

No primeiro jogo, em Minas Gerais, o Azulão do Mutange já havia vencido o adversário por 2 x 0. Na noite desta segunda-feira (25), os donos da casa corresponderam à expectativa da sua apaixonada torcida e voltaram a vencer, desta vez por 1 x 0, garantindo o acesso à Série B, um sonho antigo da torcida e diretoria. Agora, o CSA enfrenta em São Bento pelas semifinais do torneio. Devido à campanha, o Azulão irá decidir a vaga na final em seus domínios.

Leia também


O gol da vitória foi assinalado aos 16 minutos da etapa inicial do jogo, diante de mais de 16 mil torcedores. Após bela jogada, Raul Diogo deixou o marcador na saudade e colocou na área para Edinho empurrar sozinho para o fundo das redes. Ao final do primeiro tempo, Edinho agradeceu o ‘presente’ do companheiro de time.

Na etapa inicial, o CSA conseguiu neutralizar as ações ofensivas do Tombense, apostando nas jogadas de contra-ataque, uma vez que caberia ao time mineiro tentar reverter a vantagem obtida ainda no primeiro jogo. E a tática adotada pelo técnico Flávio Araújo se mostrou eficiente, tanto que o time mineiro só  teve uma boa chance contra o gol do arqueiro Mota.

Na etapa complementar, o CSA não conseguiu repetir a marcação avançada, dando mais espaço ao Tombense, que se mostrou mais ofensivo, pressionando o time azulino, mas sem efetivamente chegar ao gol de Mota. Aos 17 min, o autor do gol azulino foi substituído por Didira, numa tentativa de melhorar a marcação em campo.

A etapa complementar foi marcada pelo show da torcida azulina, que cantou, se emocionou e encantou como só a torcida dos grandes times sabem fazer. O árbitro ainda concedeu três minutos de acréscimo, mas o placar já estava definido e o sonho conquistado.

Fonte: alagoas24horas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carregando...
Brasileirão